domingo, 26 de agosto de 2018

Circulação Extracorpórea: CFBio regulamenta área e SBCEC comenta com exclusividade



Em abril de 2015, entrevistamos o Biólogo Perfusionista Marcio Roberto do Carmos, 1º Tesoureiro da Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea. Nossa série de entrevistas "É coisa de Biólogo" sempre prezou pelo o que estava por vir, ou pelo que acabou de se regulamentar.

Descobrimos a época que nem mesmo alguns CRBios sabiam que biólogos atuavam na área de perfusão, um indicativo de que a comunicação entre esses biólogos e os CRBios poderiam ser falhas ou que o baixo número de biólogos na área tornassem a área pouca difundida entre a classe, mas isso mudou, no mesmo ano de 2015.

Você já se imaginou em uma sala de cirurgia cardíaca participando da equipe de operação? É isso que essa especialidade proporciona.


O Conselho Federal de Biologia iniciou seus trabalhos, estudos e comunicação entre os interessados e em 2016 já soltou a Nota Técnica nº 2, dispondo sobre a atuação do Profissional Biólogo em atividades relativa à atuação na área de perfusionismo, e dando outras providências. Você pode conferir a NT CLICANDO AQUI.

Antes disso, o site institucional do CRBio 04 havia informado sobre grupo de trabalho no CFBio para debater a área, que você vê CLICANDO AQUI.

Em notícia publicada no site institucional do CFBio de maio de 2017, diz que a presidência e vice-presidência, Wlademir Tadei e Fátima Araújo, respectivamente, receberam dois Biólogos da Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpérea, um sendo o Marcio, nosso entrevistado da série do blog, e o Biólogo Eclair Borba, membro do conselho científico da SBCEC. Você pode conferir a notícia CLICANDO AQUI.

Em 07 de setembro de 2017, a SBCEC publica as NORMAS BRASILEIRAS PARA O EXERCÍCIO DA ESPECIALIDADE DE PERFUSIONISTA EM CIRCULAÇÃO EXTRACORPÓREA, na qual o próprio CFBio se baseou para a edição e publicação da resolução para a biologia.


E por fim, recebemos na última sexta-feira, a publicação no Diário Oficial da Resolução CFBio nº 479, de 10 de agosto de 2018, que dispõe sobre a atuação do Biólogo na Área de Circulação Extracorpórea em atividades relativas ao Perfusionismo e dão outras providências.



Destacamos seu conteúdo principal, no texto abaixo:


Resolução CFBio nº 479, de 10 de agosto de 2018:
...
Art. 2º O Biólogo deverá apresentar no seu currículo efetivamente realizado conhecimentos das áreas de Análises Clínicas, Anatomia e Fisiologia Humanas, Biofísica, Bioquímica, Biologia Celular e Molecular, Farmacologia, Hematologia, Imunologia, Microbiologia, Bioética, Bioestatística e Biossegurança, competindo a avaliação à Comissão de Formação e Aperfeiçoamento Profissional do Conselho Regional de Biologia (CFAP/CRBio) da sua jurisdição. 

Art. 3º São requisitos mínimos para o exercício das atividades de Perfusionismo em Circulação Extracorpórea pelo Biólogo:

I - Certificado de Curso de Pós-Graduação Lato sensu em Perfusionismo/Circulação Extracorpórea, com duração mínima de 1.200 horas, sendo no mínimo 50% de atividades práticas, realizado em Instituição/Entidade legalmente reconhecida;
II - Treinamento específico no planejamento e ministração dos procedimentos de circulação extracorpórea, certificado pela Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea - SBCEC, estando habilitado para operar máquina de circulação extracorpórea e demais acessórios, com o intuito de manter as funções cardiorrespiratórias, o equilíbrio bioquímico, hematológico e hidroeletrolítico do paciente durante o procedimento cirúrgico.
...




Para comentar essa conquista para os Biólogos, a aproximação entre o CFBio e a SBCEC e o futuro da área, convidamos o Me. Elio Barreto de Carvalho Filho, Biomédico Perfusionista, Presidente da Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea - SBCEC, que você confere abaixo:

Prezado Fernando (Biologia Profissional),


"A circulação extracorpórea é um procedimento que iniciou no Brasil em 1956 com um médico. Desde então, esta especialidade mudou de mãos com o passar dos anos, até que em 1979, a Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea (SBCEC) foi criada e coordenou a evolução da área no Brasil. 

Esta evolução teve inicio com o veto de profissionais sem curso superior, aceitando apenas profissionais na área da saúde, até as especificações das 6 profissões que podem atuar na área de circulação extracorpórea, publicada em 2017 nas Normas Brasileiras para o Exercício da Especialidade de Perfusionista em Circulação Extracorpórea: Biologia, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Medicina. 

A Biologia portanto, era reconhecida pela SBCEC como uma das profissões pertencentes à especialidade, porém, faltava algo. O Conselho Federal de Biologia precisava emitir uma resolução sobre a especialidade de modo a regulamentar a formação e atuação do biólogo na área.

Esta regulamentação dos Conselhos Federais sempre foi uma preocupação da SBCEC, visto a quantidade de novos cursos com carga-horária deficitária que nascia no país na área de Perfusão. E como a SBCEC sempre foi a entidade representativa e congregativa destes profissionais, acabava por ser informada de muitas irregularidades existentes mais rapidamente que os próprios Conselhos. Dessa maneira, iniciamos um plano de aproximação com todos os Conselhos Federais de saúde a partir de 2015.

Com o Conselho Federal de Biologia tivemos reuniões em Brasília tratando do tema, da urgência e importância para a saúde dos brasileiros e da cirurgia cardíaca no país. Foi entregue às Normas Brasileiras de Perfusão como base para a elaboração da Resolução que estava por vir. E assim a SBCEC selou um pacto de defesa da perfusão, juntamente ao CFBio.

"Esta publicação da Resolução nº 479 que regulamenta a Perfusão na Biologia, com carga-horária mínima de 1200h é uma vitória sem precedentes para a Circulação Extracorpórea no Brasil. A Biologia é a primeira profissão que regulamenta esta carga-horária. E qual a importância disto na prática? O CFBio protege seus associados de fazerem cursos de especialização sem valor".

Esta publicação da Resolução nº 479 que regulamenta a Perfusão na Biologia, com carga-horária mínima de 1200h é uma vitória sem precedentes para a Circulação Extracorpórea no Brasil. A Biologia é a primeira profissão que regulamenta esta carga-horária. E qual a importância disto na prática? O CFBio protege seus associados de fazerem cursos de especialização sem valor. É impossível um profissional se formar em perfusão sem uma carga-horária adequada. É a vida de pessoas que está em jogo. O CFBio reconheceu esta necessidade rapidamente. Assim, biólogos que fizerem cursos com carga-horária menor que 1200hs não terá seu certificado reconhecido e não poderá atuar na área. Isto é uma vitória fantástica.

Além do curso de pós-graduação reconhecido pelo CFBio, pode se obter a habilitação através do Titulo de Especialista oferecido pela SBCEC, a qual o CFBio também reconhece. Alias, a SBCEC é a única entidade que oferece o Título de Especialista em Circulação Extracorpórea. A outra maneira é via curso de pós-graduação. Importante salientar que a SBCEC não possui curso de formação de perfusionista. Nossa ferramenta é o concurso de Título de Especialista, que a cada ano vem sendo mais procurado, pois é a garantia, o certificado de qualidade, deste profissional.

Percebemos desta maneira que a SBCEC é a entidade congregativa da perfusão. Ela está junto com as entidade reguladoras, os Conselhos, e juntos realizam um trabalho que fortificam o profissional da saúde no Brasil. Por isso é de suma importância que os profissionais estejam em dia com seus Conselhos, habilitados, e aqueles que desejam ou já estejam na área da circulação extracorpórea que se associem à SBCEC. 

Qualquer profissional ou estudante pode ser sócio da SBCEC, recebendo inúmeras vantagens de eventos, cursos, descontos, sem falar no network fundamental em uma área tão restrita.

"Eu, como Presidente da SBCEC fico, imensamente, feliz de ver os biólogos, profissionais muitas vezes desvalorizados, sendo os pioneiros na resolução da perfusão, que alteram o patamar desta especialidade nesta profissão".

Eu, como Presidente da SBCEC fico, imensamente, feliz de ver os biólogos, profissionais muitas vezes desvalorizados, sendo os pioneiros na resolução da perfusão, que alteram o patamar desta especialidade nesta profissão. 

A partir de agora, os pacientes ficarão mais tranquilos ao saber que possuem um biólogo no centro cirúrgico, porque sabem que ali, obrigatoriamente, tem um profissional capacitado.

E o Futuro da especialidade para vocês? Só pode ser fantástico, porque não há como inferiorizar nada quando se tem QUALIDADE.

Parabéns a todos os biólogos pela conquista.


Obrigado, Elio!

Nossa observação é que, além da especialização Lato sensu ou do título de especialista da SBCEC, o CFBio reconhecerá o programa certificado pela sociedade chamada RECIRCULAR. Isso não eliminará a necessidade da especialização ou título de especialista. O RECIRCULAR é um programa de educação continuada da SBCEC, na forma de atualização. Programas assim são importantes, porque a evolução da tecnologia acontece diariamente, assim como metodologias de trabalho. Para se manter atualizado e ser um bom perfusionista, se precisa de educação contínua. Você pode conferir os cursos aqui: http://www.sbcec.com.br/br/index.php/congresso-cursos-eventos/cursos-aprimoramento.html

Vale destacar que a partir de 2020, os títulos de especialista da SBCEC ficarão condicionados a treinamentos específicos certificados.

Para acessar a resolução CFBio sobre o assunto: Resolução CFBio 479/2018
Para mais informações sobre a área: http://www.sbcec.com.br/br/
Para saber alguns dos locais de formação para ser especialista: http://www.sbcec.com.br/br/index.php/congresso-cursos-eventos/centros-formadores.html
Para acessar a página do Facebook da SBCEC: FACEBOOK SBCEC
Para lembrar de nossa entrevista com o Biólogo Perfusionista Marcio, CLIQUE AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário