terça-feira, 17 de março de 2015

Eleição CRBio 02: Blog, SINDIBIO-MG e Movimento Pró SINDIBIO-ES apoiam a Chapa 1 ParticipAÇÃO



Olá, Biólogos e simpatizantes do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Hoje o Blog Biólogo Profissional da Vida, SINDIBIO-MG e o Movimento Pró SINDIBIO-ES irão dizer porque apoiam a Chapa 1 ParticipAÇÃO nas Eleições 2015 do CRBio 02.

A luta pela nossa profissão passa por escolhas, e diferente de CRBios que são eleitos com chapas únicas, a concorrência torna o mandato e eleição mais interessante, empolgante e instigante.

Blog Biólogo: Profissional da Vida

Biólogo representante: Fernando Cesar
Cargo: Fundador
Site: http://www.biologiaprofissional.com.br/
Contato: biologiaprofissional@outlook.com

A verdade é que está mais do que na cara para meus leitores o motivo do meu apoio. Pelo ótimo trabalho que está sendo desenvolvido e que pode inclusive ser relembrado lendo notícias mais antigas no Blog. Como sou novo, confesso que não posso fazer muitos comparativos com gestões anteriores e a atual, a não ser ouvir os colegas com mais tempo de profissão, mas posso fazer uma análise crítica sim e prever ganhos, porque tenho experiência de anos na presidência de um conselho de fiscalização profissional de São Paulo, e muito mais rico e poderoso do que qualquer CRBio do Brasil.

Quando leio por aí que se quer deixar os Biólogos participarem da gestão, participação, serem transparentes, eu faço um comparativo simples em relação a isso. O CRBio com a melhor mídia, maior espaço de divulgação, melhor cobertura, mais atualizações, mais meios de comunicação e de forma eficiente é o CRBio 02, e isso ocorreu por causa de parte dos atuais gestores, que estão na Chapa 1. Alguns já os tentam copiar. Participação não se faz com puxadinhos. Muito tempo antes do Blog estourar de popularidade, eu já mandava e-mails para CRBios e via a diferença na agilidade de resposta, e claro, qualidade. Dinheiro não traz qualidade, gestão sim. Quando fazia perguntas para alguns CRBios, recebia respostas acadêmicas e pontos de vista de alguns, e isso quando recebia, ao contrário do CRBio 02, mais técnico, direto e muito mais ágil. Isso é gestão, treinamento, concurso público dos funcionários. Será que antes era assim?

Os CRBios precisam parar de de ter visão arcaica, de se preocupar com os títulos, pois para isso existem as sociedades científicas, o CNPq e CAPES. CRBio é lugar de Biólogo, de gente que pensa no Biólogo, na promoção do Biólogo, na fiscalização do Biólogo e no investimento no próprio conselho para melhor atender os Biólogos e a sociedade civil, e não no enriquecimento do Lattes. Eu não posso ficar sabe-se lá quantos anos no conselho e depois vir falar em mudança. Mudança do caminho promissor para a regressão e estagnação que os Biólogos relatam?

É só notar os investimentos da atual gestão, e que por exemplo, ocorreu no Espírito Santo como consta essa matéria AQUI, inclusive com a participação do governo do estado. Algumas gestões não gostam de investir fora de sua sede, outras não podem, outras não querem que o número de CRBios aumentem por política, mas é mais do que clara os benefícios que a gestão atual fez. CRBio em estado único é melhor em quase todos os aspectos, como na parte jurídica, administrativa, tributária e na própria valorização, pois cada estado possui legislações e conceitos muito próprios. Quem investe fora da sede mostra desapego do cargo, vontade de crescimento, de mudança do status quo, de valorização. O Espírito Santo, ao que tudo indica se tornará independente, valorizando-se e também valorizando o Rio de Janeiro. Atualmente só o Paraná possui esses benefícios citados, e vem demonstrando resultados ótimos.

Como recém formado, mas velho na luta pela classe, nem posso deixar de indicar o investimento que a atual gestão fez na política. No último evento do Congresso dos MÉDICOS PATOLOGISTAS CLÍNICOS, lá estava o CRBio. Isso é importante para demonstrar aos biomédicos e farmacêuticos que ainda nos perseguem nas análises clínicas, que não só a legislação e as decisões judiciais que estão ao lado dos Biólogos, mas também outras classes, e convenhamos que a classe médica é um apoio de peso, e isso graças a atual gestão. Assim como esse apoio na área de análises clínicas, já ocorreram apoios na área de inventário e manejo florestal, CAR, concursos públicos, e até em salários, apesar de haver limitações jurídicas.

Não posso deixar de mencionar que a atual gestão aceitou de bom grado lutar pelo PL do Piso do Biólogo, CLIQUE AQUI E VEJA, e de modo aberto. Juntamos o Flávio de SP, nosso contato político com Brasília, o Fabiano do SINDIBIO-MG e o Vicente, que está na Chapa 1 para ir a Brasília e mostrar interesse no projeto. Quem acompanha este blog sabe muito bem que o pioneirismo na divulgação e na articulação saiu daqui. Muitas informações do PL só saem daqui primeiro, e algumas delas não são divulgadas. A atual gestão está sempre repassando informações que aqui publico, demonstrando o interesse comum, e isso desde 2013.

Se você quer ver a Biologia crescer sem estigmas, e crescer com qualidade e não aos trancos e com a síndrome de coitados, vote na continuação da atual gestão, vote CHAPA 1, ParticipAÇÃO. Ela só teve uma gestão, e não "décadas de oportunidades". Chega de comodismo, prefira o diferente para fazer acontecer,  a inovação, o investimento, a boa gestão, a visão de futuro, o planejamento e o projeto de valorização real. 



SINDIBIO-MG - Sindicato dos Biólogos de Minas Gerais


Biólogo representante: Fabiano Assunção
Cargo: Presidente
Site: http://www.sindibiomg.org/site/
Contato: contato@sindibiomg.org 


Tenho acompanhado o progresso da Regional 02 de nosso Sistema CFBio-CRBios e a CHAPA 1 - ParticipAÇÃO se alinha com nossa pauta de lutas pela valorização e respeito dos Biólogos, além de um modelo de gestão e posicionamento institucional que quebra com os vícios fossilizados de gestões anteriores e insuficientes para atenderem as reais demandas da conjuntura de nossa profissão no cenário atual.

Sua abertura e aproximação para o diálogo, além do investimento em infra estrutura para fortalecer a presença da autarquia como no ES, são avanços por esforços nunca antes vistos pelos biólogos desta região e claro, há ainda muito a avançar.

Tivemos a satisfação de ter unido forças em 2014 para ir em Brasília defender cara a cara na Câmara dos Deputados o PL 5.755/2013 que lança o Piso Salarial Nacional dos Biólogos e confiamos que esta CHAPA 1 - ParticipAÇÃO tem total autonomia para agir em prol de nossa profissão, mesmo enfrentando o desconforto que gera nas antigas oligarquias do Sistema, acostumadas com a morosidade e ostracismo egóico que não melhoram em nada a vida dos biólogos e podem até conspirar para que as mudanças não ocorram mais.

O que é bom tem que continuar para se expandir e se aprimorar.


Movimento Pró SINDIBIO-ES 
Sindicato dos Biólogos do Espírito Santo

Bióloga representante: Luciana Conde
Cargo: Coordenadora do Movimento
Contato: sindibioes@gmail.com

Desde que me formei (2004) venho acompanhando os passos do Conselho no ES, e notoriamente observamos que muito se evoluiu não apenas no que tange na estrutura física, mas no acolhimento do CRBio para com o Biólogo. É muito importante para o profissional, ser bem recebido e obter respostas às suas demandas. 

Estamos vivendo um grande momento no âmbito profissional do Biólogo, especialmente no ES. Estamos tendo a oportunidade de ter a gestão que trabalha em prol do Biólogo, no que tange o respeito e valor ao Biólogo.


Com a atual gestão, que trabalhou com ética e se esforçou em uma gestão transparente e eficaz, foi possível conquistas que nos permite, hoje, em avançar e conquistar uma autarquia somente para o ES, onde teremos a atuação efetiva do Conselho em prol dos Biólogos do ES, o que caminha para o fortalecimento da profissão no Estado do Espírito Santo.


O que me deixa muito satisfeita é que, tão logo souberam do processo de criação do Sindicato dos Biólogos do ES, prontamente nos recebeu e fortaleceu as propostas com a visão e o objetivo em comum, que é a valorização do Biólogo no mercado de trabalho.


Em uma das nossas conversas sobre o Biólogo no mercado de trabalho, sempre foi consoante o fortalecimento e valorização do profissional, que hoje tem sofrido as mazelas do passado, oriundas da não atuação efetiva, dos Conselhos e do próprio Sistema CFBio, em prol dos profissionais, o que acarretou na grande migração de profissionais da Biologia para outras áreas nas quais se sentiam mais amparados.

A atual gestão, se preocupa com a inserção e fortalecimento do Biólogo no mercado de trabalho, e em alguns aspectos a atuação em conjunto entre o CRBio e o Sindicato é fundamental para alcançar os objetivos com sucesso.

Mais uma vez, reitero que me sinto confortável em apoiar a CHAPA 1- ParticipAção neste atual pleito, pois é uma oportunidade de dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado pela atual gestão. Nós Biólogos, precisamos de AÇÃO na gestão de uma autarquia (CRBio) que lida com profissional tão diversificado.

Com a atual gestão, representada pela CHAPA 1 - Participação, o Biólogo sabe onde ele pode atuar, dentre as diversas áreas que lhe permite por lei e isso abre um mercado de trabalho muito extenso. No passado, a grande maioria dos Biólogos se formavam e tinham na cabeça que seu destino estava fadado à sala de aula ou pesquisa. Entretanto, este cenário está mudando, graças a atuação persistente da atual gestão que está mostrando aos Biólogos seu abrangente campo de trabalho. Isto é função do CRBio, que por obrigação deve orientar o profissional neste sentido, e infelizmente, não foi o que aconteceu nas gestões passadas nas quaiss Biólogos se formavam e sequer sabiam o que fazer além da sala de aula e pesquisa científica.


Para muitos, se perguntar o que faz um Biólogo poucos saberão responder além das respostas óbvias: dar aula, fazer pesquisa ou trabalhar com "bichinho e plantinha". Não, não é só isso… É muito mais!


Hoje, vejo Biólogos emitindo ART, coisa que para alguns profissionais da Biologia isso só seria para profissionais da área de exatas.

Mas, graças à Ação de Biólogos profissionais na gestão do CRBio-02, estamos tendo a grande oportunidade de mudar o cenário que foi desenhado de maneira que limitava a atuação dos Biólogos, por falta de orientação e estímulos aos diversos campos de trabalho. Hoje vejo, Biólogos atuando como Biólogos, tendo orgulho da profissão.

Me deixa muito feliz e com mais vontade de ser Bióloga!

Abraço a todos.


--------------------------------------------------------------------------------------------------




Nenhum comentário:

Postar um comentário