segunda-feira, 2 de março de 2015

A legalidade do Biólogo nas Análises Clínicas e Citopatologia

O Biólogo é o único profissional que estuda toda e qualquer tipo de vida, dos extintos aos recém descobertos, na Terra e fora dela (exobiologia ou astrobiologia). Quando se diz que se estuda, não nos limitamos ao estudo pelo estudo, a ciência pela ciência com o único intuito de se produzir artigos científicos, capítulos de livros ou livros inteiros, e muito menos nos limitarmos ao repassar isso se utilizando do magistério, seja no nível de educação fundamental, médio, técnico ou superior.

Todos sabem que em determinadas épocas da história, muito do que se estuda na Biologia de hoje eram feitos por pessoas de outras áreas, em que passavam tempo estudando a vida por prazer, curiosidade, sede de conhecimento, 'hobby', mas que obviamente não deixaram de contribuir para a ciência e o aperfeiçoamento da metodologia científica. De naturalistas, das mais variadas formações nos especializamos ao ponto de criarmos nossa própria graduação. No Brasil se deu início na USP - Universidade de São Paulo, ainda na década de 30 (clique aqui e saiba mais).

Da mesma maneira que tudo avança devido ao tempo, a formação do Biólogo também assim o fez, mudando de sua formação apenas científica e acadêmica, para uma também aplicada ao mercado, ou seja, os Biólogos também saíram das universidades e institutos de pesquisa para aplicar seu conhecimento.

Hoje não é difícil encontrar um Biólogo trabalhando em análise de alimentos, determinando a umidade, as vitaminas ou mesmo fazendo o controle de qualidade microbiológico, principalmente, para garantir que ele chegue livre de microrganismos patogênicos ao consumidor final e realmente contenha o que o rótulo diz que contém. Existe até legislação que diz que para análises de "ar interior em ambientes climatizados" se precisa de um Biólogo (clique aqui e saiba mais). O que tudo isso significa? Significa que os locais de trabalho de um Biólogo não se limitam dentro das instituições de pesquisa e ensino, como o estigmatizam. 

Mas você deve estar se perguntando qual a razão de que até agora não falei das análises clínicas e citopatologia, não é mesmo? É que o assunto é complexo, e deixa até mesmo os professores mais gabaritados sem saberem se o Biólogo pode atuar ou não. 

Vou responder algumas perguntas diretamente, e depois explicarei passo a passo, para que você, Biólogo e leitor, estudante de ciências biológicas e biologia, ou mesmo profissional ou acadêmico de outra área, que o profissional Biólogo está legalmente e tecnicamente habilitado para atuar nessas áreas, e não somente como técnico, e sim como o analista responsável e a emissão de laudos.


O que é Análises Clínicas e Citopatologia?


Fonte: Slidesharecdn.com/ clique aqui
Análises Clínicas: quando você lê ou ouve alguém falar "análises clínicas" você se lembra do exame de laboratório. Sim, é isso mesmo. As Análises Clínicas nada mais são do que a especialidade, a área em que se estudam, analisam, interpretam e se emitem pareceres e laudos de uma amostra biológica. Quando você vai ao laboratório e seu sangue é colhido, ele se torna uma amostra da realidade do seu corpo naquele momento. Meia hora antes ou meia hora depois, o seu mesmo sangue não dará possivelmente os mesmos resultados, assim como se você estiver de jejum, o resultado será diferente de que se não estivesse, dependendo do exame. Existem outros fatores capazes de influenciar os resultados. Tudo o que possa sair de você é uma possível amostra para um profissional analisar, desde suas fezes, urina, sangue, secreções das mais diversas e até mesmo o esperma. Das análises desses materiais se extraem conclusões, que na mão do seu médico fará todo o sentido se juntado com as outras informações que ele possui em seu prontuário. Um exame difícil que eu mesmo pude aprender foi o "Mielograma", através de aula teórica e prática ministrada pelo Médico Patologista Clínico Marcos Antônio Gonçalves Munhoz, de uma das divisões do laboratório de análises clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). Nesse caso, sua amostra biológica é um aspirado da sua medula óssea, para por exemplo estudar doenças como a leucemia. Devo lembrar, que as análises clínicas se aplicam aos animais não humanos, ou seja, o seu cachorro, gato, seu boi ou o lagarto também fazem esses e outros tipos de exames.


Fonte: Sovapat clique aqui
Citopatologia: de maneira geral, a citologia é o estudo das células. Alguns a colocam na Biologia Celular, mas não deixa de ser o estudo da célula. Lembra? Você estuda as organelas, o núcleo, a membrana, a fisiologia celular e outras coisas, mas o que difere a Citopatologia da Citologia/Biologia Celular comum é a finalidade. Dentro da área de um laboratório clínico em que se realizam exames de citopatologia, é visto o que essas células possuem de diferente de uma normal, como a morfologia. Estão agrupadas de maneira normal ou não? Seus núcleos estão OK? O tamanho está variável? Da mesma maneira, muitas células e de partes diferentes podem ser utilizadas para exames desse tipo, mas o mais comum é o realizado nas mulheres chamado de Papanicolaou, para prevenir o câncer do colo do útero. Se ficar curioso, pergunte para sua mãe, vó, e principalmente ao médico ginecologista mais sobre esse exame, muito importante para prevenção dessa terrível doença nas mulheres.

Essas áreas as vezes são chamadas de maneiras diferentes, mesmo sendo a mesma coisa. Por uma questão de tentativa de se apropriar de uma área, corporativista, como se aquilo fosse criada por você ou somente pudesse ser usada pela sua classe profissional, ou mesmo uma singela diferença e discordância de conceitos, se criam vários nomes para a mesma coisa. Quando você lê ou ouve análises clínicas e patologia clínica, elas se referem a mesma coisa. Assim como quando você lê ou ouve sobre a citologia clínica, citopatologia, citologia oncótica ou a citologia diagnóstica, também são todas as mesmas áreas.

Quais os profissionais podem realizar e atuar nas áreas de Análises Clínicas e Citopatologia?

Análises Clínicas e Citopatologia Humana

  • Farmacêuticos e Farmacêuticos Bioquímicos
  • Biomédicos
  • Médicos Patologistas Clínicos (Análises Clínicas) e Médicos Citopatologistas (Citopatologia)

Análises Clínicas Animal e Citopatologia Animal

  • Biólogo
  • Farmacêutico e Farmacêutico Bioquímico
  • Biomédico
  • Médico Veterinário


Legislação do Biólogo

Como em outras publicações, já indiquei que a regulamentação do Biólogo se deu de uma maneira diferenciada, sendo que ela praticamente não fala quais áreas o Biólogo pode trabalhar. Isso porque o presidente quando a sancionou, sabia que o Biólogo era um profissional de conhecimento muito amplo, capaz de se especializar e trabalhar em muitas áreas diferentes da biologia ou a ela ligada.

A regulamentação de uma profissão no Brasil significa que existe legislação sobre quem, e como se tornar legalmente habilitado para aquela função, quais são as áreas em que se pode atuar e outras coisas.

Todos sabemos que biólogos estudam e trabalham com plantas, mas não está escrito isso na legislação. Fazemos até paisagismo! Todos sabem que estudamos dinossauros, baleias, tartarugas, insetos, o meio ambiente, os ecossistemas e claro, o ser humano. Mas nada disso está dito na legislação. Veja o que diz abaixo nossa lei de regulamentação e decreto regulamentador sobre o que podemos fazer:


"...Sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais igualmente habilitados na forma da legislação específica, o Biólogo poderá:

I - formular e elaborar estudo, projeto ou pesquisa científica básica e aplicada, nos vários setores da Biologia ou a ela ligados, bem como os que se relacionem à preservação, saneamento e melhoramento do meio ambiente, executando direta ou indiretamente as atividades resultantes desses trabalhos;

II - orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas, fundações, sociedades e associações de classe, entidades autárquicas, privadas ou do poder público, no âmbito de sua especialidade;

III - realizar perícias e emitir e assinar laudos técnicos e pareceres de acordo com o currículo efetivamente realizado"...

Consegue perceber o que o presidente da época queria dizer? Tenho certeza que você aprendeu ou ouviu falar a primeira vez sobre os tipos de sangue, o Sistema ABO e Fator RH com seu professor de Biologia do Ensino Médio, não é? Mas é estranho, não é mesmo? Como posso ensinar algo que não poderia praticar? No caso, como saber que de tipo de sangue uma pessoa possui.

Quando a profissão do Biólogo foi regulamentada, o legislador sabia que o Biólogo poderia ir para qualquer área relacionada a vida. Vida vegetal, humana e animal, e se interpretarmos a legislação, o que é relacionado a eles também. Por exemplo, podemos analisar água também, ou a água não tem tudo a ver com a vida? Ou para o saneamento do meio ambiente também não se faz bom uso e controle da água?

Da mesma maneira que o alimento, a água, o solo e o ar, uma amostra biológica é mais do que clara estar passível de uma análise de um Biólogo. Alguns irão dizer que na legislação do Biólogo não consta nada de análises clínicas. Como mencionei acima, nem plantas estão descritas! Uma folha, uma molécula de água ou um tubo com sangue dentro são amostras que um biólogo pode trabalhar.

Quando se pode realizar análises nos vários setores da biologia ou a ela ligada, as amostras biológicas se tornam mais do que óbvias. Quando se pode emitir laudos de acordo com o currículo efetivamente realizado, significa que o Biólogo pode emitir laudos de conteúdos aprendidos na graduação ou em especializações.

Quando um Biólogo estuda Hematologia na graduação e/ou especialização, ele pode analisar uma amostra de sangue e emitir um laudo sobre isso. De acordo com a legislação, é o currículo que o Biólogo tem que dirá o que ele pode ou não fazer. O mesmo vale para todos as outras áreas dentro de uma laboratório clínico.

O que uma área privativa é?

Uma área privativa é uma área que somente determinado profissional pode realizar. Por exemplo, somente médicos humanos podem realizar uma cirurgia cardíaca no ser humano. Somente o farmacêutico pode ser responsável técnico por uma farmácia ou drogaria. Somente um educador físico pode te treinar na academia. Somente o odontologista pode colocar aparelhos ortodônticos em você.

As análises clínicas e citopatologia são privativas? NÃO. Tanto na legislação do farmacêutico, farmacêutico bioquímico, químico, biomédico e médico humano e veterinário, não há uma linha se quer dizendo que só esse ou aquele profissional pode realizar as análises laboratoriais de amostras biológicas e emitir laudos sobre eles. Há na verdade sempre dizendo que eles também podem fazer isso, sem prejuízo aos outros profissionais que também podem trabalhar nessa área.

Onde está escrito, por exemplo, que a biologia só estuda plantas? Onde está escrito que o Biólogo só estuda e trabalha dentro das escolas, faculdades, centros universitários, universidades, instituições e centros de pesquisa? Na verdade não existe como provar isso, porque não está escrito em lugar algum.

Por que farmacêuticos e biomédicos não gostam de Biólogos no Laboratório de Análises Clínicas e Citopatologia Humana?

A pergunta acima é muito fácil de responder se estudando a história das análises clínicas no Brasil, e por exemplo como surgiram os cursos de biomedicina. Deixo claro aqui, que existem muitos colegas farmacêuticos e biomédicos que trabalham em harmonia com os Biólogos.

No começo. quem praticamente atuava nos laboratórios clínicos eram os médicos e farmacêuticos bioquímicos. Não se enganem. Isso não significa que o Biólogo não atuasse, mas sim que ele era uma presença apagada dentro de laboratórios pelo Brasil, já que sua regulamentação se deu bem tarde e mesmo sua formação começou a ocorrer somente na década de 30. A profissionalização demorou mais para ocorrer, já que veio de uma carreira praticamente acadêmica.

Acontece que na década de 60, alguns médicos começaram a querer introduzir uma formação dentro da área da biologia, só que voltada só ao ser humano. Mais precisamente na UNIFESP, foi criado o primeiro curso de Ciências Biológicas - Modalidade Médica. Os médicos queriam um profissional que pudesse fazer pesquisas em áreas básicas da saúde humana, e que esses mesmos pudessem lecionar aos médicos, assim os liberando para as matérias mais clínicas da formação. Esses profissionais eram nada mais nada menos do que um Biólogo que só estudou a parte humana. A lógica era simples, pois um Biólogo comum poderia se apaixonar pelos animais e ir para a zoologia. Os farmacêuticos corriam para a farmácia ou laboratórios, os enfermeiros iam também para os hospitais. Mas com essa nova formação seria garantido professores de matérias de formação básica. Outras faculdades criaram o curso e ocorreu um problema rapidamente, que foi a explosão de profissionais formados nessa modalidade, e já não havia espaço. Esses por sua forte especialização na área humana, começaram a migrar para os laboratórios de análises clínicas e a moldarem suas graduações ao ponto de que a maior parte de sua formação é voltada ao laboratório clínico. Não demorou muito para desejarem mudar a nomenclatura de Biólogos - Modalidade Médica para biomédicos.

Na verdade, na época da regulamentação do Biólogo, os biomédicos também estavam na luta, e pela semelhança de nomes de graduação e sabe-se lá quais outros fatores, eles foram regulamentados juntos com os Biólogos e se registravam no mesmo conselho que o nosso. Na década de 80 nossas profissões se separaram de conselho.

Mas os farmacêuticos não gostaram nada de dividir a área. Perseguições, humilhações, processos judiciais, acusações de exercício ilegal e muito mais os biomédicos sofreram nas mãos dos farmacêuticos bioquímicos, porque para eles, os biomédicos estavam roubando não eram preparados para a área. Onde estavam os Biólogos? Também nos laboratórios, mas sem chamar a atenção, porque diferente dos biomédicos, não queriam a todo o custo na época regulamentar essa área.

Brigas passadas, os biomédicos e farmacêuticos se entenderam via judicial e legislação, mas em 1993 o CFBio - Conselho Federal de Biologia resolveu regulamentar em resolução como um Biólogo poderia ser responsável por laboratório clínico. Lembra que o Biólogo pode realizar análises e emitir laudos de acordo com o currículo? Já existiam muitos Biólogos de Laboratório, mas não se podia garantir ainda que esses estavam preparados e tiveram um currículo adequado, porque diferente do biomédico, o Biólogo pode ou não ter muita coisa na área humana na graduação.

A resolução CFBio 12/1993 diz que para o Biólogo ser responsável técnico ele precisaria cursar no mínimo 9 matérias específicas, mais um estágio na área ou 2 anos de experiência sem ser o responsável técnico. Notem que os Biólogos já atuavam na área, mas bastou a resolução para parecer que pulamos em uma área do nada. Mas já estávamos lá há muito tempo. A mesma coisa que diziam aos biomédicos se prestam a dizer dos Biólogos. É o nosso currículo que vai dizer em que área estamos habilitados.

Batalhas judiciais acontecem até hoje, mas a grande maioria é causa ganha aos Biólogos, pelo exposto acima, já que se tem vida, tem espaço para o Biólogo!


Por que médicos veterinários não gostam de ninguém além deles no Laboratório de Análises Clínicas e Citopatologia Animal?

Os médicos veterinários, como toda profissão gostaria, tenta monopolizar áreas de atuação para poder mandar na mesma e exigir o que for dela, como preços. Não é nada ruim eu ter o monopólio de áreas para poder fazer o que quiser dela. Só que a legislação não é tão favorável assim, e nem os biomédicos, que não estudam animais, eles conseguiram proibir, já que tentaram fazer perder valor a resolução do CFBm - Conselho Federal de Biomedicina sobre o assunto.

Os Biólogos, diferente dos biomédicos e farmacêuticos, apesar de ainda não possuírem uma resolução específica para a área animal, já trabalham na área também, tanto como analistas como responsáveis técnicos, e a medida que a importância dos animais de produção e companhia aumenta, o mercado se expande, bem como a saúde dos animais silvestres se torna cada vez mais relevante. Lembre-se que a área animal não é exclusiva do médico veterinário, e as análises laboratoriais não são áreas clínicas apesar do nome sugerir. O diagnóstico só é fechado por um conjunto de fatores analisados e examinados, e o laudo de um exame laboratorial só auxilia e não diagnostica a doença. 

Se pensarmos que um Biólogo pode analisar amostras humanas, as amostras animais são tão ou mais óbvias, não é mesmo?


Biólogo, pense nisso!

67 comentários:

  1. Sou estudante de Biologia, minha dúvida é o seguinte, só posso ser responsável técnica ou seja assinar exames laboratoriais se cursar 9 matérias específicas e mais estágio? de acordo com A resolução CFBio 12/1993

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Jose. Assinar exames como Biólogo ou Analista de Laboratório é diferente de ser responsável técnico. Você pode assinar exames como profissional de nível superior se for contratado. Nesse caso vc vai emitir uma ART de cargo e função no CRBio de sua região e realizar as análises como Biólogo tranquilamente.

      Agora a figura de responsável técnico do laboratório é diferente, pois ele responderá por todo o laboratório. Tudo é responsabilidade dele, é o gerente, cientificamente e juridicamente perante os conselhos, vigilâncias sanitárias...

      Na resolução se fala das 9 matérias que vc precisa ter na graduação ou pós (especialização, mestrado ou doutorado). Além disso, se exigirá 360 de estágio na área, ou seis meses. Mas se não tiver tido o estágio, eles também aceitam como experiência 2 anos no mínimo como Biólogo ou Analista de Laboratório.

      A falta de algumas matérias não te impede de ser Biólogo no laboratório, somente de ser Responsável Técnico.

      Excluir
  2. Tenho interesse em cursar especialização em citologia clínica e estou na dúvida sobre os pré requisitos para o exercício do biólogo em laudo citopatógicos. Então pergunto: o biólogo pode exercer suas atividades laborais assinando laudos citopatógicos, citológicos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Dorinha.

      Ele pode sim, porém dependendo do estado, vc pode ter mais preconceito e ter dificuldades de contratação, salvo se vc abrir seu próprio laboratório. Mas nesse caso, aconselho a fazer a especialização mesmo, pq é um conteúdo muito específico e todas as outras profissões tb fazem. Para mais informações, ligue no CRBio da sua região para ter certeza. Eu trabalho atualmente em um local onde biólogos, biomédicos e farmacêuticos trabalham em harmonia em análises clínicas e citologia em SP....

      Excluir
  3. Gostaria de saber se posso tirar sangue mesmo sem treinamento no procedimento pois consegui um emprego num hospital e eles querem que eu realize o procedimento sem treinamento em pacientes que realizam hemodilaise e estou muito temerosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faça nada sem treinamento. Vc está colocando a sua carreira em risco, e principalmente o paciente em uma situação desagradável. Mande e-mail para o seu chefe imediato sobre o assunto com cópia para vc para ter uma prova caso necessário. Converse com alguém do sindicato que te apoia tb!

      Excluir
  4. Boa noite...eu estou concluindo a graduacao em licenciatura em ciencias biologicas. Si eu fizer pós graducao em Analises Clinicas, poderei poderei assinar resultados de exames em laboratorios

    ResponderExcluir
  5. Boa noite
    Minha pergunta é si eu fizer graduacao de Licenciatura em ciencias biologicas e em seguida pós graduacao em analises clinicas, eu poderei assinar resultados de exames ou trabalhar como responsavel tecnico de laboratorio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde.

      Se vc conseguir seguir esses critérios a seguir sim:

      http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-N%C2%BA-300-DE-7-DE-DEZEMBRO-DE-2012

      http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-N%C2%BA-383-DE-11-DE-DEZEMBRO-DE-2015

      http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-CFBio-N%C2%BA-12-DE-19-DE-JULHO-DE-1993

      Excluir
  6. GOSTARIA DE SABER COMO UM BIOLOGO PODE CONSEGUIR EMPREGO EM LABORATORIO POIS ELES PEDEM A FORMAÇÃO DE ANALISES CLINICAS OU DEVO FAZER UM ESPECIALIZAÇÃO NA AREA DE ANALISES CLINICAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua graduação deve te dar alguma formação, teoricamente, já que há cursos muito diferentes no Brasil, mas via de regra uma especialização é sempre boa!

      Excluir
  7. Trabalho com análises clínicas há 8 anos como técnica , tenho curso técnico em patologia clinica. . Tô fazendo licenciatura em ciências biológicas. Qd concluir já posso ser analista ou somente após fazer o bacharel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem que seguir essas regras:

      http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-N%C2%BA-300-DE-7-DE-DEZEMBRO-DE-2012

      e se depois quiser ser responsável técnica:
      http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-CFBio-N%C2%BA-12-DE-19-DE-JULHO-DE-1993

      Excluir
  8. Bom dia! Me formei em licenciatura em ciências biológicas e fiz um mestrado que não na área de saúde. Me informaram que assim como os farmacêuticos, os biólogos tb poderiam assinar por farmácias. Essa informação procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Só podem ser responsáveis técnicos por farmácia os graduados em Farmácia.

      Excluir
  9. Sou licenciada em ciências biológicas e trabalho como técnica de laboratório de análises clínicas preciso me registrar na ART ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que não, pois seu trabalho não é considerado legalmente como correlato ao de um Biólogo, Biomédico... Mas tente ver com o conselho da sua região certinho...

      Excluir
  10. Sou profissional de saúde de nível superior e estou anseiando no ingresso do Curso de Biologia na modalidade Licenciatura. Pesquisando as variadas faculdades encontrei um programa numa determinada IES a Formação de Professores, Licenciatura em Biologia que dará ao futuro concluinte o Diploma respectivo (Licenciado em biologia), sendo que para participar de tal programa é necessário ter concluído Curso de nível Superior (Bacharel ou Tecnólogo) e as disciplinas do mesmo ser voltada para o âmbito biológico. Minhas dúvidas são:
    -Posso com esse diploma me inscrever no CFBio (CRBio) e exercer todas as atividades inerentes ao Licenciado?
    -Esse diploma me dá direito legal a fazer análises-clínicas, desde que eu faça uma pós-graduação de Análises Clínicas? Ou não há necessidade de fazer a pós, sendo que a grade curricular do Curso não é voltada para tal?
    -Em suma o Licenciado, pode, fazer tudo o que um Bacharel pode fazer, mesmo com o diploma sendo feito do curso acima, o Proform?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Diego. Se seu curso de licenciatura atender a mesma carga horária do bacharelado (sem contar o conteúdo pedagógico, que o bacharel não possui), acredito que sem problemas. Recentemente o CFBio impôs algumas regras para tornar o Biólogo um profissional mais completo, e as licenciaturas que possuem apenas suas 2800 horas provavelmente não atendem mais essas expectativas, tendo que complementar sua carga horária.

      Em todo caso, o ideal é fazer um curso com boa base na saúde humana, fazer o estágio em análises clínicas além do pedagógico. Cursos extras, eventos e a especialização hoje em dia já são quase que uma necessidade.

      Links para te ajudar: http://crbio08.gov.br/servicos/para-biologos/complementacao-de-carga-horaria/

      Excluir
  11. Boa tarde,
    Gostaria de me especializar na área de pesquisas e diagnósticos de doenças, identificando suas causas. Minha pergunta è seria mais interessante fazer Ciências Biológicas ou Biomedicina?
    Desde já agradeço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ambos são boas para essa área. Se quer só a área humana faça biomedicina, se quer uma visão de tudo, faça biologia.

      Excluir
  12. Olá Fernando César, sou graduada em licenciatura em ciências biológicas.Minha grade curricular atende as horas exigidas pelo crbio da minha região para tirar o registro.E eu tenho um estágio de 600 horas na área de análises clínicas tenho 8 das 9 matérias exigidas pelo crbio para ser RT, porém quero só fazer ART.Eu consigo o título de ART mesmo faltando matérias e não tendo especialização nenhuma na área de análises clínicas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jéssica, boa noite.

      1º Quando vc se formou?

      2º Vc não pretende ser a Responsável Técnica e somente ter o cargo de Bióloga (Analista de Laboratório)?

      Se a resposta para a segunda pergunta for sim, junte toda a documentação, currículo, cursos, estágios, tudo relacionado a sua formação e principalmente os docs da área de análises clínicas.

      Vc primeiro vai precisar solicitar o registro no CRBio. Isso não sai na hora, então o quanto antes melhor. Assim que estiver com o registro, vc pega a documentação com os docs e currículo e solicita acesso ao sistema de ART... Isso vai rápido dependendo do CRBio. Com esse acesso vc pode fazer a ART de Cargo e Função... mas essa ART vc pode fazer em até 1 mês depois de ser contratada...

      Excluir
    2. E sim, se vc não for a RT, dá pra fazer tranquilamente a ART...

      Excluir
  13. Olá Fernando, eu me formei em Biologia e gostaria de saber se seria coerente fazer um curso de 80 horas de Auxiliar de laboratório de Análises Clínica. O que você acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Particularmente, se você não tem experiência alguma em Análises Clínicas, talvez seja interessante fazer (pra começar), pois aprende umas coisas gerais e práticas, porém só se for presencial.

      Excluir
  14. Boa Noite Fernando,estou cursando o ultimo ano do curso Técnico em Biotecnologia,entrei neste curso justamente por causa da Bioquímica,e principalmente por causa da Analises Clinicas,como estou no 3 ano do Ensino Médio juntamente com o curso técnico,vem aquela pergunta : Sera que faço Biomedicina,Farmácia,ou Licenciatura ou Bacharelado em Ciências Biológicas ? Qual curso seria a melhor opção pra ter uma boa base na Analises Clinicas ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O curso que mais foca em análises clínicas é o de biomedicina, porém isso pode te limitar. O curso mais aberto é o de bacharelado em ciências biológicas, e o de farmácia é o que tem mais química, porém te abre possibilidades na indústria com mais facilidade.

      Se vc já tem 100% de certeza em AC, faça biomedicina.

      Excluir
  15. Olá, vou começar a me graduar em Ciências Biológicas, porém em licenciatura, mas meu foco não é dar aulas, gostaria de ser uma bióloga atuante em laboratórios, queria uma orientação de como proceder pra conseguir isso. O curso de licenciatura que vou fazer tem 9 períodos, o que devo fazer pra atuar no que eu gosto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenha em mente que você precisará de 3200h de carga horária não pedagógica pra atuar. Todas as disciplinas de ensino, pedagogia... e o estágio em escola não irá contar. Olhe esse link que explica certinho: http://crbio08.gov.br/servicos/para-biologos/complementacao-de-carga-horaria/

      Mas de dica já aviso: faça cursos de laboratório extra e faça um estágio, o maior que puder (mínimo de 360h) em laboratório.

      Excluir
  16. Olá. Sou bacharél em C. Biológicas. Recebi proposta de trabalho para trabalhar em um laboratório veterinário. O lab. quer me contratar como técnica de laboratório mesmo sem eu ter diploma técnico. Sem mais delongas, gostaria de saber duas coisas: existe piso salarial para o cargo de analista? Aqui no rj me disseram que não tem mas eu queria confirmar. E,se tiver minha carteira assinada como técnica, terei os mesmos direitos sindicais de técnicos, como o salário e etc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para o cargo de analista (nível superior) em si, somente se o SINBERJ tiver acordo específico. Na prática indico o piso estadual previsto em lei aí no RJ. Está em torno de 2500,00 reais. É lei, e esse piso está valendo. Um biólogo não pode receber menos que isso, mesmo que o cargo seja de "analista", pois está vinculado a sua formação.

      Se for registrada como técnica, daí vc tem que correr atrás do sindicato dos técnicos, e sim, vc terá os mesmos direitos dos técnicos...

      Excluir
  17. Sinceramente, sou contra essa abrangência de mercado para biólogos, eles não são preparados a esse ponto, eu como engenheiro (civil e ambiental sanitarista) não reconheço biólogos como profissionais competentes fora do meio acadêmico ou fora da área de pesquisas com fins acadêmicos também,eu escuto muitos colegas engenheiros (pra não dizer todos) dizendo que o sonho do biólogo é ser engenheiro ou veterinário, que o biólogo não possui um foco em nada do que faz, e eu concordo, é um absurdo profissionais que estudam 5 anos (no meu caso foram 5 de eng civil é mais 3 de Eng ambiental e sanitária) para elaborar projetos e operar serviços complexos, ver profissionais com uma faculdade de 4 anos, onde ele não viu nada de cálculo, física, dimensionamento, resistência material, projetos, química aplicada, hidráulica e etc. Querendo usar crachás de engenheiros, querendo dar uma de projetista na área agrária, na área de meio ambiente, querendo fazer licenciamentos, EIA/RIMA, entre outras diversas atribuições que só deveriam ser (e na minha visão são) do engenheiro, sinceramente eu teria medo de um projeto elaborado por um biólogo, mas estamos caminhando pra isso, biólogos e tecnólogos são mão de obra barata, inexperiente, disfuncional, incompetente e ineficiente. O CREA é frouxo e facilmente subornável, se vende por muito pouco, é dá nisso, péssimos serviços realizados por não engenheiros, que ao invés de criarem vergonha e fazerem uma faculdade de engenharia e aprender as dificuldades de um curso que não possui modalidade licenciatura (ou seja, só forma profissionais para trabalhar de verdade) ficam aí, fazendo serviços de péssima qualidade a preço de banana apenas para inflarem seus egos e se auto afirmarem "profissionais da área privada", coisa que nunca foram e nunca serão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ixi cara, acho que vc precisa tomar um banho de realidade aí. Primeiro que vc se engana, pois existem cursos de licenciatura pra sua área. Segundo que, não é vc e sua visão corporativista que determina o que um biólogo pode ou não fazer, e sim a lei. Basta ler a lei do biólogo, ou isso engenheiro não aprendeu a fazer? Como interpretar um texto, por exemplo. O CREA não tem nada com isso, ele não pode impedir o que está na lei. Mas vamos falar de análises clínicas? Conhece o Hospital das Clínicas de São Paulo? Ele é mantido nada mais nada menos que pela Faculdade de Medicina da USP. Vc tem noção de quantos biólogos estão lá? Conheço vários! Os exames são feitos por biólogos. A última que conheci, era Bióloga da UFSCar com Residência em Biologia Molecular do Câncer pelo Hospital de Câncer de Barretos. Vc sabia que biólogo tb faz residência como os médicos? São 60 horas semanais de prática clínica laboratorial. Conhece o Hospital Israelita Albert Einstein? O mesmo que a Hebe Camargo se tratava até falecer. Tá cheio de biólogo lá! No laboratório, no controle de infecção hospitalar, no banco de sangue, na patologia... Eu só citei 2 hospitais. Não sei de onde você é, mas te garanto que vc está vivendo no mundo da fantasia. E reserva de mercado só é bom pra poder cobrar caro mesmo. Bem vindo a concorrência.

      Excluir
    2. E mais uma coisa, tem muita gente que não pensou em fazer engenharia ou veterinária. Essa desculpinha é antiga. A sua birra é pq os Biólogos resolveram cobrar pelos serviços de uns anos pra cá, e isso tem gerado concorrência. Todo mundo gosta do protecionismo quando se é pra benefício próprio. Se vc quer trabalhar na área ambiental, sinto lhe dizer, mas essa área não é de ninguém. O Engenheiro Químico faz tudo o que vc faz como ambiental, isso só pra dar o exemplo, e de quebra ainda pode ser responsável por processos... Por favor, deixa os biólogos em paz.

      Excluir
    3. "Engenheiro Químico faz tudo o que vc faz como ambiental" ta sabendo muesmo hein .... sqn... biologo é inferior em tempo de formação e em capacidade, isso que faz com que todas as areas não aceitem vcs, vc tem a maior birra com engenheiro ambiental kkkkkkkk deve ter perdido mt serviço pra eles, ou é so inveja msm, fala do civil q tem varias atribuições que vcs dizem ter tbm...

      Excluir
    4. Quem disse que temos atribuições de civis? eu hein... Se vc fez engenharia ambiental vc deve ter estudado tratamento de resíduos, água e efluentes... dá uma lida na lei do químico e veja umas cositas lá sobre esses assuntos e pq tem aparecido muitas vagas de técnicos em meio ambiente com CRQ... Faça um contraste de qualquer empresa de saneamento e veja quantos profissionais da química que não sejam EA e compare... Geoprocessamento? Geógrafo faz, biólogo faz, técnico agrícola, técnico em agrimensura, outras engenharias e geólogos........... e sei lá mais quem. Inventário de fauna e flora? Claro que tem outros profissionais que fazem, mas a maioria é biólogo né? O resto geralmente é agrônomo, vet... e isso depois de especialização. Tem EA fazendo tb, mas o mercado não curti muito. Sobre a formação, já te disse em outro canto, mas vou dizer aqui tb. A formação de engenheiro tem que ter 3600 horas de acordo com o MEC. http://www.pucsp.br/graduacao/engenharia-civil esse aí tem menos de 3800h em 5 anos. Qualquer curso de farmácia tem que ter 4000h e a maioria se faz em 4 anos. Continue achando que anos de curso te dão mais conhecimento...

      Excluir
  18. Boa tarde, Fernando!
    Gostaria de esclarecer uma dúvida.
    Tenho uma colega veterinária que atua como pesquisadora em uma instituição pública, trabalhando com microorganismos
    causadores de doenças que afetam tanto seres humanos como animais. Ela pode assinar laudos diagnósticos para a detecção desses agentes em seres humanos? Ou somente nos casos de animais, uma vez que ela é veterinária?
    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite.

      Ela não pode assinar laudos de amostras humanas. Mas se ela é pesquisadora, verifique se as análises são para fins de pesquisa e não necessariamente servirá para auxílio diagnóstico ao médico humano. Como pesquisa ela pode fazer análises, mas para laudos técnicos entregues ao médico humano não serve!

      Diferente do Biólogo, os médicos veterinários não possuem formação em saúde humana em si, ou seja, eles entendem da problemática e da interação, mas não tiveram por exemplo, anatomia humana, fisiologia humana, microbiologia de importância em saúde exclusivamente para humanos, imunologia humana...

      Mas faça o seguinte...

      Mande um e-mail ao CRMV da região e questione: O Médico Veterinário pode assinar exames de análises clínicas de amostras humanas?

      A resposta será não e vc terá um embasamento de uma autarquia federal.

      Excluir
    2. Bom dia, Fernando!
      Agradeço muito pelos esclarecimentos.

      Excluir
  19. Boa tarde. Sou bióloga e tenho mestrado em biologia de agentes infecciosos e parasitário. Curso doutorado na área de saúde também. Coordeno a saúde de um grupo de proteção animal e quero saber se posso coletar sangue dos animais e fazer medicações injetáveis. Quero ressaltar que adquirir essas práticas com uma médica veterinária. Tenho a carteira do CRBio, mas quero me respaldar para poder atuar de forma correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde. Acredito que a coleta pode fazer, se tiver em sua base curricular anatomia animal, fisiologia... mas as medicações não... Entre em contato com o CRBio do seu local de trabalho, eles podem te dar a resposta certa.

      Excluir
  20. Boa noite!

    Com graduação em Ciências Biológicas ou Biomedicina, posso trabalhar em laboratório de Análises Clínicas, contratada como técnica de laboratório sem o curso de técnico?

    Se a resposta for sim.
    Quais atividades posso em conformidade com as leis?

    Tipo Triagem?
    Análise de Amostras
    Urinalise
    Parasitológico

    ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite! Pode sim.

      O que um técnico pode fazer é o seguinte:
      a) Coletar o material biológico empregando técnicas e instrumentações adequadas para
      testes e exames de Laboratório de Análises Clínicas;
      b) Atender e cadastrar pacientes;
      c) Proceder ao registro, identificação, separação, distribuição, acondicionamento,
      conservação, transporte e descarte de amostra ou de material biológico;
      d) Preparar as amostras do material biológico para a realização dos exames;
      e) Auxiliar no preparo de soluções e reagentes;
      f) Executar tarefas técnicas para garantir a integridade física, química e biológica do
      material biológico coletado;
      g) Proceder a higienização, limpeza, lavagem, desinfecção, secagem e esterilização de
      instrumental, vidraria, bancada e superfícies;
      h) Auxiliar na manutenção preventiva e corretiva dos instrumentos e equipamentos do
      Laboratório de Análises Clínicas;
      i) Organizar arquivos e registrar as cópias dos resultados, preparando os dados para fins
      estatísticos;
      j) Organizar o estoque e proceder ao levantamento de material de consumo para os
      diversos setores, revisando a provisão e a requisição necessária;
      k) Seguir os procedimentos técnicos de boas práticas e as normas de segurança
      biológica, química e física, de qualidade, ocupacional e ambiental;
      l) Guardar sigilo e confidencialidade de dados e informações conhecidas em
      decorrência do trabalho.
      Artigo 3º. É vedada ao Técnico de Laboratório de Análises Clínicas a execução de
      exames e assinatura de laudos laboratoriais, bem como, assumir a responsabilidade técnica por
      Laboratório de Análises Clínicas e postos de coleta, pelos seus departamentos especializados,
      inclusive nas unidades que integram o serviço público civil e militar da administração direta e
      indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios e demais entidades
      paraestatais.

      Se vc não é analista e não será remunerado para isso, não faça análises e se livre dessa responsabilidade técnica e legal...

      Excluir
  21. Boa noite!

    Agradeço sua sempre pronta orientação. Bastante esclarecedor.

    Ainda tenho algumas dúvidas.

    Meu irmão e eu somos recém-formados.

    Ciências Biológicas (eu), e meu irmão Biomedicina.

    Estamos lotados em um Laboratório de Análises Clínicas no Rio de Janeiro como estagiários.

    Estávamos planejando em futuro próximo, investir em especialização (pós).

    Porém já encontramos sugestões de amigos na área e até mesmo um ou outro professor a fazermos num primeiro passo o curso de técnico em Análises Clinicas.

    Tudo por conta da colocação no mercado de trabalho.

    Acontece que com nível superior sem experiência, não estamos conseguindo trabalho como Analistas e em especial porque o piso salarial de Analista é o mesmo de Biólogos.

    Pergunta que responde tanto a mim como meu irmão,

    Com as nossas graduações. Ciências Biológicas e ele Biomedicina,

    1.podemos atuar como técnicos de laboratório?

    2.registrados com carteira assinada como técnicos, sem possuir o curso de técnico de laboratório?

    Sabemos que nesta função não podemos analisar amostras por ser vedado a está função.

    Sabemos também que seremos remunerados como técnicos.

    Se atuarmos no trabalho como técnicos não acumularemos experiência para pleitear vagas como analistas.

    3. As atividades como técnicos que executarmos, poderão ser registradas em nossos ART's?

    4.Como fazer para adquirir experiência em Análises?

    5. Existe um meio termo legal? Digo adquirir experiência em Análises e não precisar ser remunerado com o salário piso de Analista?

    Muito agradeceria se pudesse orientar a mim e meu irmão.

    Forte abraço.





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Marcos.

      1 e 2 - Podem atuar sim como técnicos, mas não colocar no currículo formação técnica, e sim a graduação. Não há problema em constar na carteira não.

      3 - Pode fazer ART no CRBio 02 no seu caso, mas no caso do CRBm não existe ART, então não faz diferença pra quem fez biomedicina.

      4 - Tente ao máximo pegar experiência no estágio sob supervisão ou mesmo em estágios não remunerados, mas se a função for técnico, não aconselho fazer análises pq estarão sem respaldo legal.

      5 - Eu indico algum tipo de aperfeiçoamento ou aprimoramento. Aqui em São Paulo tem muitos, como o do HU da USP, do Instituto Adolfo Lutz... Tem cursos também no IPESSP...

      Aí no Rio por exemplo: http://www.hemorio.rj.gov.br/Html/Ensino_pequisa_cursos2017.htm

      http://app.pr2.ufrj.br/pr2/findLatoGrandeArea/4

      http://sbac.org.br/cepac/

      Pra quem fez biologia é interessante a pós em análises clínicas, mas pra quem fez biomed, eu indicaria uma pós em alguma área específica, como micro clínica ou hemato...

      Deem preferência pra órgãos públicos pra pós ou lugares especializados na área, como a SBAC ou FIOCRUZ...

      Excluir
  22. Boa noite! Me formei em licenciatura em ciências biológicas, mas não quero dar aula, gostaria de saber se para fazer pós em análises clínicas tem que ter bacharel?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, vc pode fazer sim como licenciada. Porém, quando vc se formou? Pq tem a questão da carga horária pra quem se formou mais recentemente. Entre em contato com o CRBio da sua região para verificar seu caso.

      Excluir
  23. Olá Fernando boa noite! Sou formado em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas,porém, gostaria de estar apto para atuar como analista clínico e toxicológico, teria que fazer apenas uma pós graduação na área? O que eu deveria fazer? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, José. Depende de quando vc se formou e a carga horária da licenciatura, pq pode ser que precise complementar a carga... olhe isso: http://crbio08.gov.br/servicos/para-biologos/complementacao-de-carga-horaria/

      Entendendo isso, pode fazer a pós que será de grande valia tanto no mercado como na prática da área.

      Excluir
    2. Muito obrigado Fernando! Me formei em 2007 com 2820 horas, pelo regulamento que que esta no site que você me passou esta tudo ok!

      Excluir
    3. Então faça a pós. Escolha alguma escola com bastante tradição na área, se for pública em departamentos de farmácia, por exemplo...

      Excluir
  24. Boa Noite Fernando,
    Gostaria de tirar uma dúvida.
    Recentemente fiz uma entrevista nop qual a gestora do laboratório disse que o fato de eu não ter uma especialização em Analises Clinicas poderia atrapalhar na minha contratação, já que lá os Analistas de Laboratório liberamavam laudos. Porém no meioda entrevista comentei que na minha experiência anterior de 2 anos em um laboratório onde eu atuava no mesmo cargo e fazia as mesmas funções o Laboratório no momento da contratação não me exigiu essa Especialização, tenho experiência de 2 anos e 4 meses na função de Analista de Laboratório, essa especialização seroa necessária ? essa exigência na entrevista está correta, mesmo eu preenchendo todos os requesitos da vaga, e no anuncio da vaga não estava descrito essa exigência de especialização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa da especialização para ser analista, assinar e liberar laudos... Vc talvez precisasse da especialização se fosse o Responsável Técnico, que difere totalmente de analista... Veja: http://www.cfbio.gov.br/artigos/RESOLUcaO-CFBio-N%C2%BA-12-DE-19-DE-JULHO-DE-1993

      Excluir
  25. Bom dia!

    Tenho buscado pesquisar as disciplinas e carga horária exigidas para complementação em Análises Clínicas afim de estar apto para o cargo de Analista e avançar nos futuros acessos até Responsável Técnico e etc, entretanto não encontro as informações completas.

    Poderia me orientar por favor.

    Disciplinas específicas e carga horária das mesmas.

    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. O melhor jeito é com especializações! De onde vc é?

      Excluir
  26. Boa tarde!

    Por favor!

    Poderia indicar as disciplinas específicas exigidas para a função de Analista?

    Aquelas específicas que a graduação em geral não contempla.

    Assim como as horas aulas para as mesmas ?

    Muito grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou partir do princípio que vc teve matérias básicas da área humana na graduação. Anatomia Humana, Fisiologia Humana, Bioquímica metabólica, Parasitologia, Imunologia, Biofísica, Biologia Celular, histologia e biologia do desenvolvimento, por exemplo.

      No geral, as matérias são: Hematologia Clínica, Bioquímica Clínica, Parasitologia Clínica, Imunologia Clínica, Microbiologia Clínica (Bacteriologia, Micologia e Virologia) e Biologia Molecular aplicada ao diagnóstico clínico, sendo que a biologia molecular só se usa em laboratórios maiores. Sobre as cargas horárias, não se especifica isso nas resoluções do CFBio, então se preocupe mais com o total e não com a carga horária individual das disciplinas.

      Excluir
  27. Boa noite!

    Poderia informar as 9 disciplinas específicas para complemento de currículo para poder ser Analista em análise clínicas e liberar laudo/resultados de exames laboratoriais?


    Muito grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marco, vc não viu as respostas acima? Leia a resolução do CFBio http://www.cfbio.gov.br/resolucoes-cfbio/101-resolucao-cfbio-no-12-de-19-de-julho-de-1993?format=pdf

      Excluir
  28. Bom dia,

    Poderia nos ajudar sobre as 9 disciplinas específicas e carga horária de cada uma, para atuar como Analista e pleitear futuramente ao cargo de representante técnico (RT).

    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.cfbio.gov.br/resolucoes-cfbio/101-resolucao-cfbio-no-12-de-19-de-julho-de-1993?format=pdf

      Aqui tem tudo!

      Excluir
  29. bom dia, na area de pesquisa, pretendo fazer um mestrado na area de cognição que irá precisar de analise de sangue de niveis de neurotransmissores, tenho que ter um profisional especificos para todas as fases? Coleta, armazenamento, exame e laudo? Ou algumas podem ser feitas independente disso? posso fazer coleta e armazenamento ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa resposta pode ser dada pelo comitê de ética da universidade pela avaliação do seu projeto. O armazenamento vc pode fazer, assim como alguns tipos de coleta, mas se não tiver treinamento para isso, precisará de ajuda sim.

      Excluir
  30. Bom dia, Fernando!
    Estou cursando a 3ª série do E.M, estou pensando em fazer Ciências Biológicas porém não tenho vontade de dar aulas ai estou vendo o bacharelado e minha duvida é se só com o bacharelado posso trabalhar com análises clínicas?

    Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê preferência ao bacharelado sim. Licenciatura só se for para dar aulas mesmo.

      Excluir