sábado, 1 de março de 2014

Vitória dos Biólogos - Revolta dos Engenheiros Ambientais


Atualizado - Leia essa publicação, sua atualização e os comentários

13/03/2014


Já é de conhecimento de muitos de nossos leitores a possibilidade de Biólogos poderem participar do EDITAL Nº 1 - PETROBRAS/PSP RH 2014.1, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2014 para os cargos de Engenheiros Ambientais. Aliás, em 23 de fevereiro o Blog já tinha confirmado isso, antes de qualquer parecer do CFBio. 


Mas parece que os Engenheiros não se informaram disso aqui. Depois que o CRBio 02 soltou a nota confirmando o que já tínhamos afirmado dias antes, o Blog teve um aumento de visualizações que demoramos a entender. Os Engenheiros descobriram que tem concorrência e a análise do Blog. Devem ter procurado tudo que é notícia sobre o assunto.

Claro, o Blog está acostumado a buscar notícias quentes, e se alguém ainda tem dúvidas sobre o pioneirismo jornalístico pró-Biólogo, que leia mais este Blog. 

Agora que os Engenheiros descobriram o óbvio, a ANEAM - Associação Nacional de Engenheiros Ambientais resolveu jogar pesado e entrar em guerra jurídica contra a Petrobrás, Cesgranrio e o Sistema CFBio/CRBios.

De acordo com o presidente da ANEAM Eng. Marcus Vinícius, "esta foi uma manobra política do Conselho Federal de Biologia - CFBio junto à Fundação Cesgranrio e Petrobrás, para inclusão de biólogos no cargo de Engenheiro", só que sabemos que quem tentou fazer manobra jurídica foi a Petrobrás, como já explicado aqui.

Em notícia publicada aqui no site da ANEAM, eles prometem inundar o concurso de ações judiciais, conclamando os 27 CREAs e o CONFEA a entrarem com ações individuais e coletivas de mandados de segurança.

Alegam como muitos, que queremos ser Engenheiros.

Mas como o Blog já tem um certo respaldo de leitores, alunos, formados, mestres e doutores, e como é sabido, além da notícia costumamos fazer uma análise crítica da situação.

Análise crítica: Biologia x Engenharia Ambiental

Quem rouba área de quem? Quem chegou primeiro? Se tem capacidade, qual o medo da concorrência?

O primeiro curso de Biologia se chamava no Brasil de História Natural, foi criado no Brasil na USP em 1934, como podem ver no link http://www.ib.usp.br/ibhistoria/50anos/1934curso.htm. Passados muitos anos, e com as regulamentações de muitas profissões, a de Biólogo foi em 1979, no qual estabeleceu-se que:


Lei nº 6.684, de 3 de setembro de 1979

...
Art. 2º Sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais igualmente habilitados na forma da legislação específica, o Biólogo poderá:

I - formular e elaborar estudo, projeto ou pesquisa científica básica e aplicada, nos vários setores da Biologia ou a ela ligados, bem como os que se relacionem à preservação, saneamento e melhoramento do meio ambiente, executando direta ou indiretamente as atividades resultantes desses trabalhos; 


II - orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas, fundações, sociedades e associações de classe, entidades autárquicas, privadas ou do poder público, no âmbito de sua especialidade; 


III - realizar perícias e emitir e assinar laudos técnicos e pareceres de acordo com o currículo efetivamente realizado.

...

Já a engenharia ambiental foi criada pela Portaria nº 1.693, de 05 de dezembro de 1994, do Ministério de Estado da Educação e do Desporto. Link http://www.aneam.org.br/index.php/institucional/contextualizando-a-engenharia-ambiental.

Notaram a pequena diferença de 60 ANOS na formação de profissionais? Biólogos trabalham com o Meio Ambiente desde a década de 30 do século passado, e ainda temos que ouvir que queremos ser engenheiros?

Calma lá! Todos sabemos o que a engenharia se tornou: Um monte de mesmo curso que muda uma matéria, muda-se o nome. Para se ter uma ideia, o MEC um tempo atrás, teve que obrigar as faculdades a mudarem os nomes dos cursos de Engenharia, pois já se tinha tantos, que não havia controle dos mesmos. Era só colocar uma matéria a mais de água, o engenheiro se tornava Engenheiro Sanitarista, mas isso é outra história não é?

Os Engenheiros Ambientais acabaram de chegar e se acham no direito de achar que só eles podem ser os "Chefes". Querem colocar os Biólogos como somente inventariadores de fauna e flora, só que nenhum Biólogo estuda só bicho e plantas.

E não, não queremos ou precisamos nos formar em engenharia para trabalhar com Meio Ambiente. Eu não preciso ter mil matérias de cálculos para saber fazer contas. O que eles acham que aprendemos em Ecologia? A fazer coleta seletiva? A plantar árvores? Só porque ALGUNS cursos de EA tem Ecologia GERAL eles acham que entedem de Ecologia.

A Ecologia caros EA, no qual as vezes é matéria optativa para vocês, é a matéria mais importante para quem quer trabalhar na área. Nela se aprende muita física, química, fisiologia, sociologia, legislação e CÁLCULOS. A Ecologia é cheia de CÁLCULOS. Não preciso ter Cálculos como matéria separada! Qualquer Biólogo aprende que se queria fugir da matemática devia ter ido fazer Letras, e não Biologia! 

Acham que não estudamos física? Estudamos Física geral e Biofísica. Acham que não estudamos mecânica de fluidos? Não com esse nome que a engenharia diz ser só dela. Acham que não estudamos Ciências Exatas em nosso curso? Acham que não sabemos qual o tipo de impacto físico, químico, biológico e social que a Petrobrás e outras empresas do ramos causam? Se conhecemos os efeitos do problema, sabemos muito bem contornar os mesmos. Não somos formados para apenas tratar a doença, e sim previní-la, tratar, remediar, e aconselhar.

Saibam que o curso de Ciências Biológicas é o mais abrangente, e por isso mesmo leva o nome de uma grande área. 

Matemática, física, geologia são de conhecimento obrigatório de qualquer curso de Biologia.

E para finalizar EA, o concurso é claro como a mais límpida  água: 

Suas atribuições não exigem conhecimento de ENGENHARIA. No edital não diz nada que o cara vai ter que montar uma bomba de água, filtro disso ou daquilo.

Por essas e outras que ganhamos o direito na JUSTIÇA de concorrer, porque o que se pede e estipula de funções em nada tem a ver com a formação exclusiva de engenheiros.

Não vamos exercer a função de engenheiro como alegam alguns de vocês, vamos exercer somente o que já é de nossa ossada desde muitas décadas! Ninguém vai andar com crachá de engenheiro sendo Biólogo.

Qual o medo de nós? Se são melhores e entendedores do assunto, não se precisa ter medo do Biólogo passar na frente, não é?

O Blog e seus parceiros fiscalizarão com afinco toda a movimentação sobre o assunto, e esperamos que nossos representates levem isso até o STF se assim for necessário.

Fontes: Instituto de Biociências da USP e ANEAM.

Atualizado em 13/03/2014

Depois de algumas semanas de comentários de diferentes níveis, uns aproveitáveis, muitos irônicos, alguns agressivos, de caráter informativo e também especulativos, tivemos hoje talvez o mais importante e esclarecedor.

O Engenheiro Ambiental Fernando, que ocupa o cargo de Engenheiro de Meio Ambiente Jr., humildemente contribuiu com esse blog, e graças aos seus esclarecimentos podemos verificar e inferir que o grande problema não seja a briga EAxBIO, e sim outros fatores... Talvez um deles sendo o plano de carreiras da Petrobrás, a visão do departamento de RH das competências profissionais, ou mesmo a gestão da empresa em si. Através de intensa discussão também podemos indicar que a isonomia seja um problema, e que quando há a diferenciação há interesses maiores, no caso, podendo ser financeiro.

Podemos verificar através de comentários como os cursos de Biologia ainda são desconhecidos. Como alguns cursos de Engenharia Ambiental podem ser divergentes. Como algumas Engenharias se sobrepõem em algumas situações, e como há mudanças ocorrendo na questão educacional e regulamentar profissional. Verificamos que muitos EA trabalham em harmonia com Biólogos, e verificamos que muitos EA ainda acham que profissional nenhum tem capacidade para competir com ele.

Muitos comentários foram moderados, muitos não aprovados, principalmente os que eram de "puro ataque". Não pensem que comentários de Biólogos não foram também impedidos, pois esse blog, não tolera ataques pessoais.

Acabamos ficando sabendo que muitos EA também se sentem preteridos, que Engenheiros Sanitários podem ser sufocados pelos Civis e alguns EA, e que ainda há Engenharias que não se encontraram em sua plenitude de atuação profissional.

O que se sabe hoje é que há Biólogos atuando no cargo de toda essa discussão, e que esse concurso ainda pode dar muito o que falar, mas pelo menos sabemos que os EA e Biólogos que estão lá trabalhando, o fazem sem disputas mesquinhas e aproveitam seus conhecimentos para complementar o outro, mesmo ocupando o mesmo cargo.

Podemos concluir que, a Petrobrás pode aproveitar melhor seus Biólogos e Engenheiros, e incluir novas carreiras e competências se assim for do interesse da mesma e da sociedade, já que devemos lembrar que a Petrobrás ainda é um bem de todos nós.

Esta publicação foi visualizada até o momento 2610 vezes, 22h20, horário de Brasília, e não para de subir.

Comentário do Engenheiro Ambiental Fernando, da Petrobrás

171 comentários:

  1. Muito Bom! O biólogo já sofre preconceito no mercado de trabalho diante do engenheiro e dificilmente é escolhido entre os dois. Aliás, para uma vaga em que pode entrar o biólogo, de acordo com suas atribuições, muitas vezes sequer é mencionada a vaga para este. Pelo menos no edital a Petrobrás corrige isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venho dar meu depoimento. Ainda que biólogo, tentei procurar na minha universidade algum estágio em gestão ambiental na EA. Tive que fazer isso, uma vez que meu curso peca com a falta de disciplinas de gestão. Não só descobri que gestão também não é o forte da EA da minha universidade, como um professor da própria EA me disse que o curso é basicamente voltado para área sanitária, com pouquíssima aplicação em manejo de populações e comunidades. Além disso, faço uma disciplina de Legislação Ambiental com eles. Talvez seja mal da turma em que estou, mas não vejo muito empenho deles em entender como as leis ambientais funcionam. É isso.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Muitooo bom!!! Parabéns mil vezes! você foi sublime,falou a VERDADE!!!e elaborou algumas perguntas que todos sabemos qual é a resposta!!!Obrigada,e vamos em frente...nós Biólogos merecemos o devido respeito!!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! O curso de EA é na verdade um tecnólogo de gestão ambiental mais caro, um simples curso de especialização de gestão! É tão especifico em papel que nem sabe a base ambiental de fato! Nosso curso de Ciências Biológicas é tão amplo quanto o nome!!! E sobre calculo, pelo menos na minha grade eu tive matérias específicas de matemática e bioestatística no MINIMO, sem contar que até em genética usamos cálculos!!! A própria ecologia de população é puro calculo!! O que acontece é que o mercado tem engolido os EA porque nossos próprios órgãos não brigam pela nossa área! Ahhh se fosse sobre medicina, iam ver se o CRM não tinha feito um escândalo!! As universidades tem ofertado tanta oportunidade de curso e especialização nas engenharias a fim de seguir o mercado. Cada dia surge um novo curso na faculdade, desmembrado de algum outro curso... Satura o mercado com profissionais tão específicos, que no fim não conseguem arrumar emprego em lugar nenhum!!! Vejam o exemplo dos Biomédicos!!! E o MEC não está nem ai, apenas aprova!! É visível que a maioria dos concursos na área ambiental temos perdido vagas até para técnico!!! Parabenizo o CRBio2 pelo empenho e penso que isso tem que ser apenas o inicio de impor nossa importância no mercado de trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de saber com que base você tirou essas conclusões.
      Muitas informações incoerentes e achismos.

      Excluir
    2. nossa garota vc só falou merda, não é atoa que o piso salarial de engenheiro é o dobro do seu kkkkk inveja é foda... vc ta falando sério que essas matériazinhas de matemática de ensino médio que vcs fazem são difíceis??? vcs mal sabem uma regra de 3 e acham q sabem integrais e o escambau, vcs não tem nem cálculo 1 kkkk cara o bom é que os engenheiros estão pouco se lixando pra essa briga, na prova sempre nos damos melhor que vcs, inteligência e capacidade nem se fala... devia ser considerado crime biologo emitir ART, vcs são de humanas, vcs não são nem de exatas e nem de biológicas, até biomédico é mais capaz que vcs kkkk na boa o que eu mais escuto de pessoas em duvida entre biologia e engenharia ambiental é: em biologia tenho medo de não ter emprego, em engenharia tenho medo de não ser capaz de terminar o curso, mas pelo salário vale a pena arriscar....

      Excluir
    3. Cara, tenno pena dos biologos, os profissionais mais mediocres que existem, não admitem que são um curso de humanas, não tem nem calculo 1 e acham que esses calculos bestas de ensino médio que eles aprendem são grandes coisas.... devia ser considerado crime biologo emitir ART, o que eu mais escuto de pessoas em duvida entre EA e biologia é: em biologia tenho medo de não ter emprego pq o curso é facil, em EA eu tenho medo do curso, mas pelo salário vale a pena... cara esqueçam essa inveja que vcs tem dos engenheiros, eles nem sabem que vcs existem kkkkk

      Excluir
    4. uai, acho que algum biólogo passou a perna em vc... tantos comentários... Eu demoro um pouquinho para aprovar os comentários pq trabalho, e com engenheiros, olha! E com o mesmo salário! Uau... me sinto melhor por isso? Não faz diferença, pq só quero trabalhar e ganhar o meu... Claro que tem biólogo ruim, frustrado e tal... assim como muitos engenheiros, e até médicos... e vc com sua afirmação de que somos humanas... não sei se é falta de conhecimento, ou está tentando fazer parecer que quem faz humanas faz por ser fácil... claro, até pq todo mundo passa na OAB... faz assim: quando estiver em um processo judicial, fale para o juiz que o curso dele é fácil e que ele o fez pq tinha medo de matemática... Se vc queria diminuir minha profissão, acho que não rola. Tive 50 disciplinas e 1 foi de humanas. Mas continue no mundo encantado de que só vc aprende matemática...

      Excluir
    5. Vc trabalhar com engenheiros? nunca kkkkkk eu comentei varias vezes pq não apareceu a mensagem de "aguardando confirmação do adm do blog" e não podia deixar de te dar essa né? kkkkkkk vei vc n deve nem ter emprego, biologo não merecia nem diploma, na internet tem disponivel a grade disciplinar de qualquer curso de biologia do brasil, eu li a grade de vcs, é ridicula, vcs só tem matérias genericas e de humanas, não tem sequer uma matéria que justifique a atuação de vcs no mercado privado, vcs formaram pra ser uma pedagogia mais focada em uma área especifica, só isso cara, vcs conseguem ser mais patéticos que cursos de tecnologos, o famoso diploma miojo que fica pronto em 3 minutos kkkkkkk e ainda querem questionar engenheiros kkkk quanta ousadia...

      Excluir
    6. "trabalho, e com engenheiros, olha! E com o mesmo salário! Uau... " nunca, biologo ganhar igual engenheiro não existe colega... ou esse engenheiro ta ganhando mt pouco né kkkkkk

      Excluir
    7. Acho que vc se formou em alguma faculdade que só tem um curso... e na divisa do Amazonas com a Venezuela, onde não tem mais nada além de floresta... Vamos começar com toxicologia. O mesmo professor dava toxicologia para várias outras formações... Sim, eu aprendi a fazer testes em solo, ar, água, animais e plantas ou fazer análises de sangue pra determinar embriaguez e drogas... ah sim, pra vc isso não é aplicado, é de brinks kkkk

      Excluir
  4. kkkk, podem fazer a prova, vamos ver a classificação dos grandes Biologos. Quero ver calcular o volume de passagem de gases em um tubo de Venturi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não temos a capacidade de passar, pq se importar com este blog? Quem não deve não teme! Também quero ver vcs dizerem quais são os efeitos clastogênicos desses gases.

      Excluir
    2. Coitado(a) de vc. Geralmente quem não tem argumentos ataca como você. Seu comentário será sumariamente excluído por mim, já que não repeitou as regras desse blog. Publicar como anônimo também mostra sua incapacidade e medo de ter que ser corrigido publicamente.

      E pela sua resposta, isso mostra que não sabe o que estudamos e só corrobora para nossa conquista. Enquanto você acha que passamos metade do curso estudando "formato de diatomaceas" e bichinhos, mostramos ao judiciário que podemos e sabemos fazer. E mandar "cuidar das suas plantinhas" só o torna mais patético(a).

      Tem inveja de sermos especialistas em Botânica? Tem raivinha de sabermos o que esses gases podem causar no ser humano, fauna e flora? Tem medinho e se constrange quando um Biólogo diz o que causa esse gás e os apectos Contínuum Solo-planta-atmosfera?

      Quem não deve não teme!!! Eu não preciso desmerecer outra profissão para me mostrar grande, já alguns de vcs pelo visto estão com muito medo.

      Excluir
    3. O comentário dele foi tão preconceituoso quanto o da Priscila mas o dela vc não disse nada que engraçado

      Excluir
    4. A Lais disse. Não é engraçado, eu tb não gosto de atacar profissões, mas eu perdi muito tempo respondendo perguntas irônicas. Quando ataco outras profissões me torno igual. Mas o comentário da Priscila mostra o que muitos anos de preconceito contra o Biólogo forma.

      Excluir
  5. Interessante mas não condizente. Se a vaga no concurso em questão é para ENGENHEIROS AMBIENTAIS pq diabos um biólogo poderia fazer a prova? Aliás Biólogo forma pra ser biólogo. Além do mais muitos cursos de ciências biológicas no Brasil se quer vêem algo realmente relacionado com soluções de impactos ambientais (tenho muita certeza de ser este o objetivo da vaga). Enfim, espero que as provas para tais concursos cobrem realmente o conteúdo que quer que o profissional tenha conhecimento, ai sim será selecionado aqueles que realmente tem conhecimento para atuar como ENGENHEIROS AMBIENTAIS. Doa em quem doer, é a verdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, os Biólogos que possuem esse conteúdo farão a prova. Ah, o Biólogo pode fazer pq a vaga só tem título de engenheiro, e nada além disso.

      Suas atribuições em nada corroboram para a alegada "engenharia". Tecnólogos em Gestão Ambiental, Engenheiros Florestais, Agrônomos, Geógrados e Biólogos podem fazer.

      Mas é isso que bato na tecla cara, vai passar o melhor e acabou!

      Excluir
    2. Cursos de Ciências Biológicas que não vêm soluções de impactos ambientais? tem certeza disso? e cálculos a gente ver durante o curso todo, não especificamente com o nome, que nem na engenharia, mas a gente ver na genética, ecologia, química, física, matemática, bioestatística, recurso hidrídicos etc.. mas depende se o curso é licenciatura ou bacharelado.

      Excluir
  6. Nada contra os biólogos...trabalho em parceria com alguns, mas cada um sabe as atribuições que a sua formação oferece. Mas segundo a pessoa que mantém esse blog, o biólogo é um profissional completo: além de possuir as atribuições de biólogo, ele ainda pode exercer a profissão de engenheiro (sem ter feito engenharia). Sério, você deveria propor ao MEC, ao CREA e o CFBIO uma revolução nos cursos... extinguir as engenharias! Comparar ecologia com cálculo foi tenso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor do Blog acha que o Biólogo pode exercer o que ele aprende. Mas tá difícil de vcs entenderem que essas vagas na Petrobrás pode ser exercida por muitos profissionais.

      A vaga só tem TÍTULO de engeneiro, mas suas atribuições condizem a analistas e gestores ambientais.

      E vc só acha que esse comparativo de ecologia com cálculo é estranho pq só fez ecologia GERAL e olhe lá.

      No meu curso eu tenho matemática aplicada, estatística, ecologia geral, ecologia de populações, ecologia de comunidades, ecologia de ecossistemas e ecofisiologia vegetal.

      Realmente, para quem não tem NADA de ecologia e só estudou teias e cadeias alimentares, não sabe mesmo como entender esse comparativo.

      Excluir
    2. Vai propor essa revolução aos conselhos e ao MEC então? Só porque fez uns 5 tipos de ecologia? Sério, eu lhe apoio nessa empreitada... Seria tão bom se cada profissional se colocasse no seu lugar... Mas tem alguns que pegam um diploma e se tornam os super profissionais, podem atuar em qualquer área. Estudou a parte relacionada ao corpo humano? Cortou um sapinho? Creio que se fez isso, esteja apto a exercer a profissão de enfermeiro ou médico. Já pensou nisso?

      Excluir
    3. Sua resposta só mostra seu desconhecimento pela profissão e conhecimento do Biólogo.

      E sua incapacidade de admitir que os Biólogos estão aptos ao concurso não vai ter fim.

      Vcs não querem admitir que esse cargo pode ser exercido por outros profissionais. E isso por um motivo: Não querem admitir que outras profissões também estudam boa parte do seu conteúdo.

      E não, mais uma vez não, Biólogos não serão ou querem fazer "engenharia". Vcs ainda não notaram que o curso de vocês deveria formar para uma coisa, e quando abre uma vaga genérica dessas, e que só tem o título de engenharia, pode ser ocupada por outros profissionais.

      E cara, mais uma coisa, o MEC não manda em atribuições. Nem o CREA. O CREA só pode dizer o que os Engenheiros podem fazer, e ainda sim, estão limitados a legislação federal. Não podem inventar áreas, apesar de o tentarem.

      E a legislação é clara em relação aos Biólogos na área de meio ambiente, e por isso, que ganhamos o direito na justiça e acabamos com esse corporativismo e reserva de mercado.

      Excluir
    4. Posso ter feito Direito e a feito uma pos em Pericia Ambiental e ainda sim posso participar desse concurso.

      Excluir
  7. Meu caro, creio que você deveria pesquisar melhor as suas atribuições e a de engenheiro ambiental antes de escrever tamanha bobagem:"No edital não diz nada que o cara vai ter que montar uma bomba de água, filtro disso ou daquilo" ... Desde quando isso é atribuição de EA????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei muito bem quais são as atribuições de um Biólogo, e também sei as de um EA.

      Mas pela sua resposta já temos o motivo do pq dos Biólogos poderem realizar o concurso. O que são cursos de Engenharia? Se o EA não estuda mecanismos como energia mais limpa, tratamentos de resíduos, água, poluição tem o nome errado do curso.

      Eu tenho CREA cara, trabalhei quase 3 anos na presidência de um conselho. Não sou um iniciante nisso.

      Se vc está me dizendo que não aprendem a fazer isso, deviam abandonar os títulos de engenheiro, pois um que não projeta e executa serviços reais de "engenharia" só serve para engordar os cofres do CREA por exemplo.

      E como não há nada de engenharia mesmo nas atribuições, podemos concorrer, simples assim.

      Obs: Realmente existem pseudo cursos de Engenharia, onde tacam física e cálculos e não ensinam nada de engenharia, só coisas que um monte de profissões já sabem.

      Excluir
    2. Você afirmou que tem CREA, Fernando Cesar. Seria interessante você nos agraciar com a informação de qual profissão é a sua, registrada no CREA.

      Excluir
    3. Sim, eu tenho o CREA e ativo, mas não vou dizer qual é, até pq não a exerço no momento. Mas pode ter certeza que tenho. Conheço bem as relações com conselhos. Tenho orgulho da minha formação, e não a substituo com a formação em Biologia, e por ter tido formação com muitos engenheiros que sei do que falo.

      Excluir
    4. Qual o problema em dizer? Satisfaça a nossa criatividade... kkk

      Excluir
    5. Ah, então vc realmente acha que sou amador né? Será que quer achar algo e me denunciar no CREA? srrsrs Sem chance, e mesmo que o fizesse, não teria efeito pois o tenho mesmo.

      Eu sou tão generalista que já trabalhei com Médico, Farmacêutico, Biólogo, Engenheiro e durante muito tempo, advogados. Aprendi muito com eles.

      Excluir
    6. Mas então o que você afirma em seu blog é tão sofismatico a ponto de ter que ocultar sua identidade e profissão? Aí diminui seu crédito! Não tenho por que pensar em te denunciar. Isso aqui é para mim apenas uma troca de idéias.

      Excluir
    7. Haha, acho que só o fato de você estar aqui respondendo em um simples Blog de Biólogo já diz o quanto de crédito eu tenho. Não oculto minha profissão, já viu lá em contatos?

      Mas não tenho que te dizer em qual câmara do CREA, habilitação, número ou mesmo tudo ao meu respeito. Você disse que é advogado, EA, e eu disse que tenho CREA e todos sabem que ainda sou estudande de Biologia.

      Talvez o fato de eu também pagar o CREA tenha chamado a atenção, mas o tenho justamente para propósitos que a Biologia e um CRBio não podem me dar. E por isso mesmo sei diferenciar a legislação aplicável nessas situações.

      Eu li tanto processo judicial de brigas profissionais... Isso é muito primário para mim.

      E desculpa, eu não vou te dar armas para me perseguir. Já disse inúmeras vezes sobre o crime que é o uso de títulos, mas isso já sabia desde o ensino médio. Vamos continuar trocando ideias.

      Mas confesso que já estou enjoado de responder sobre esse assunto. Essa questão é apenas uma das áreas de atuação do Biólogo.

      Excluir
    8. Cara, nem biólogo você deve ser...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    9. kkkk mas quem disse que eu sou? Sou estudante ainda. Biólogo de acordo com a lei, só formado e com registro no CRBio.

      Excluir
    10. Só estou comentando aqui por amor ao debate. Mas ao debate democrático, justo, sem et ceteras. Se te dou crédito já é outra coisa.

      Excluir
    11. E como pode ver, seus comentários estão aqui democraticamente srsr

      Eu leio por aí tanta desinformação que não consigo, nem tenho vontade e tempo para debater. Discussões de alto nível são difíceis pois a maioria se prende em questões simplistas.

      Dificilmente profissionais de qualquer formação, tirando o advogado, se atenta para a real legilação que os cerca. Daí ficam no meu professor disse, eu li isso, me disseram que...

      Mas a coisa aqui se tornou interessante, que bom. E não esperava.

      Excluir
    12. Cara, quem MONTA bomba e filtro é técnico.
      O Eng. Ambiental irá calcular e dimensionar sistemas de tratamento de água e efluentes ... vc distorce tudo quanto é texto escrito hein.
      Volta para a aula de português!

      Excluir
    13. Bruno, tudo bem? Então, acho que vc não entendeu o que eu disse. Ótimo, o técnico monta, mas quem projeta essa bomba? Quem vai executar? O técnico monta depois. Eu conheço Engenheiros que só projetam filtros de ar. Mas alguém precisa fazer a "engenharia" da coisa. Vc teve desenho técnico?

      Excluir
    14. Caro!. Você parece ter despeito do Engenheiro Ambiental, se vc não tem coragem em ser Engenheiro, siga sua carreira e não faça comentários pífios sobre o profissional e Engenheiro Ambiental ou Sanitarista.

      Excluir
    15. Caro crc1160, obrigado por comentar e prestigiar meu blog especializado. Uma pena seu argumento ser fora de contexto, sem noção e furtivo do verdadeiro debate.

      Primeiro verá que vcs engenheiros se matam entre vocês mesmos, basta ler os comentários, inclusive de um verdadeiro Engenheiro Sanitarista...

      Segundo que eu não quero ser engenheiro e nunca quis. Toda vez então que vc discordar da postura de outra profissão, automaticamente vc gostaria de ter aquela? Posso supor então que vc queria muito ser médico, pq não há brasileiro que não tenha reclamado do corporativismo deles. Aliás, perderia a conta de quantos engenheiros gostariam de ser biólogos pelo seu argumento infantil.

      Leia todos os comentários, estude as profissões, saiba quem sou e onde trabalhei e pq tenho certeza das coisas que falo. Certeza mesmo não, pq a certeza só prova a burrice da pessoa.

      Essa é uma postagem resposta aos comentários de dezenas de engenheiros frustrados em terem de concorrer com os Biólogos, e sinto lhe dizer, seu comentário é muito do atrasado, pois a Petrobrás já fez mais uns dois concursos depois desse em questão, e para sua má sorte, Biólogos entraram no concurso.

      A concorrência é a única garantia de que é a qualidade que o faz ser reconhecido, e reserva de mercado não tem vez em meu blog.

      Excluir
  8. Não sei como vai ser a prova desse edital novo da petrobras, mas pelas ultimas provas, caso for um Biólogo o contemplado com a vaga, pode-se dizer que ele tá de parabéns, engenheiros ambientais deixem de besteira quem se garante não tá nem ai pra esse fuzue, agora como resposta seria bom os EA tb estarem aptos a fazer as provas do ICMbio e Ibama ondo os biólogos são os únicos, quem se garante se garante, não importa formação pra mim importa conhecimento pq faculdade de merda é só o que tem por ai, principalmente do curso de EA, graças que a minha tá entre os melhores do Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem disse que EA não pode fazer concurso do ICMBio e do IBAMA??

      Excluir
    2. Concordo, EA podem fazer esses concursos, pq lá não há tentativas de reservas de mercado.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  9. Então, pela análise do texto acima, se o biólogo cursar disciplinas sobre água, areia, brita e cimento, poderá prestar concurso para engenheiro civil? E já que na medicina se estudam disciplinas de ciências biológicas, o biólogo agora pode prestar concurso para medico? Vamos com calma, Senhores Biólogos! Megalomania tem cura, através da psicologia. Ou o biólogo agora também pode ser psicólogo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, a analogia está errada. Acontece que Engenharia Civil é BEM diferente da Engenharia Ambiental. Não adianta querer comparar o incomparável. E outra, engenheiros civis tb entram na justiça para concorrerem nas vagas de Arquitetos por exemplo, isso é comparável meu caro.

      E se quer mesmo saber, existem áreas sim compartilhadas por médicos, psicólogos e Biólogos. Posso citar as análises clínicas, o aconselhamento genético, a citopatologia, etologia e psicobiologia. Mas claro, vc não sabia disso e quis dar uma de bonzão.

      O que fere vcs é não admitirem que escolheram uma profissão que está em alta mas vão sempre sofrer concorrência dos Biólogos, Geógrafos, Agrônomos, Engenheiros Florestais, Engenheiros Químicos, Físicos, Tecnólogos da área ambiental, e até de Técnicos em Meio Ambiente...

      É a vida.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Vamos lá responder, mas antes preciso lembrá-lo da decisão da Justiça em favor dos Biólogos e do parecer favorável do MPF, e que, no caso, ninguém está usurpando nada, apesar de tentarem forçar a barra com isso.

      1º) O MEC nãoo cria cursos, o MEC reconhece e fiscaliza. Sabe pq existe um monte de universidade com cursos de mestrado e doutorado sem pé nem cabeça? Para lhe dar certas regalias, como por exemplo, criar cursos de nível superior. Universidades tem autonomia para a criação de cursos, e o MEC não pode impedir. Existem mil motivos para se criarem cursos de nível superior. Muitos anos atrás foi criado os cursos de Optometria, mesmo os médicos do MEC não querendo, pois alegavam que os Oftalmologistas já davam conta. Hoje eles atuam na base de liminar, pq saem da escola e o CRM diz que é exercício ilegal de profissão, mesmo o MEC reconhendo, a OMS reconhecendo, o governo tendo vetado a exclusividade na prescrição de óculos e lentes de contato...

      Existe uma coisa chamada áreas de sombreamento que os engenheiros tem uma certa dificuldade de entender, e até vc sendo advogado não quer entender.

      Na lei do Biólogo diz: Art. 2º Sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais igualmente habilitados na forma da legislação específica, o Biólogo poderá:
      ...
      Aqui já há a percepção que o legislador disse que o que o Biólogo poderia fazer poderia ser feito por outros profissionais, e uma das áreas descritas é a área de meio ambiente, participando direta ou indiretamente, dirigindo, emitindo pareceres, e ele não disse que seria na área "biológica apenas", disse o Meio Ambiente. Dá uma lida lá. De tão ruim que é a lei, ela se torna abrangente.

      Apesar de parecer um simples autor de blog, conheço muito bem a legislação profissional, e a de quase todas as outras profissões concorrentes, pois isso inclusive é a base de conteúdo do Blog.

      E existem DOIS conselhos que registram engenheiros ambientais. O CREA e o CRQ. Me parece um pouco óbivia sua pergunta. Engenheiros se registram em conselhos em que a lei da criação dos mesmos o permitam. Agrônomos podem realizar tarefas de zootecnistas, mas os zootecnistas mesmos se registram no Conselho de Veterinária. Só pq os agrônomos fazem literalmente a mesma coisa, não significa que teriam que se registrar no CRMV.

      A legislação da criação do CFBio e CRBios diz que ele registrará Biólogos. Acho que isso está muito claro.

      Aproveitamento de matérias é algo muito relativo, e sim, eu concordo que os cursos possuem grande diferenças em muitos pontos. Só que, o que se está posto no caso desse concurso, é que não são as áreas exclusivas de EA que se vê nas atribuições, e quando digo áreas exclusivas, me refiro a serviços de "engenharia". Tratamento de efluentes por exemplo, pode ser feito por químicos, químicos industriais, Engenheiros Químicos, Técnicos em Química, Técnicos em Saneamento, Técnicos em Meio Ambiente, Farmacêuticos... Serviços que entendo ser de engenharia são muito específicos, e envolvem projetos e execução.

      O problema dos EA em relação a isso é acharem que se um Biólogo passar vai ocupar o cargo de engenheiro, mas não, só tem nome de engenheiro na vaga, mas não é de um Engenheiro.

      Exercício ilegal de profissão, usar títulos não próprios realmente é crime, mas não é o caso, pois o que a justiça determinou é que os Biólogos podem ter acesso a essas vagas, e não que ele se tornou um engenheiro. Não está escrito em canto nenhum que se um profissional de outra classe passar ele se tornará engenheiro.

      As áreas de sombreamento são muitas, e como já disse antes, EA e Biólogos estão fadados a concorrência na maioria delas, pq a maioria dos cursos de EA só tem nome de engenharia, e o resto é dividido com um monte de outras profissões.

      Excluir
    4. Você tem problemas com interpretação de texto, ou finge ter. Não afirmei em lugar nenhum temer a concorrência com outras profissões. Também não disse que a biologia não tem área "sombreada" com outras profissões. O que disse foi que as afirmações do texto levam à conclusão de que basta o biólogo cursar algumas disciplinas em qualquer área que isso lhe garante o direito de exercer profissões que possuem as mesmas na grade. Se não foi isso o que o autor do blog, que nessas alturas do campeonato desconfiou ser você, quis passar, sugiro rever seu conteúdo. Volto a afirmar: megalomania tem cura.

      Excluir
    5. Paulo, eu nunca disse que não era o autor do Blog. Sou sim o autor.

      Sei muito bem interpretar textos, mas infelizmente vc deletou seu próprio texto.

      Existe algo que me intriga. Eu nunca disse que o Biólogo cursando as mesmas disciplinas o habilitam para exercer outras profissões. Só publiquei um ponto de vista, que por sinal tem tido grande apoio e expectadores, sobre como seria a formação de Biólogos. Alguns realmente acham que só estudamos plantas, outros acham que só estudamos animais, outros acham que só estudamos o ser humano e que todos são geneticistas.

      O que o Biólogo pode fazer é o que a Lesgislação Federal diz, o que seu decreto regulamentador corrobora e o que o entendimento do CFBio diz e regulamenta de acordo com a legislação.

      E concursos, devem ser isentos de corporativismo, tanto é, que ganhamos. Se as atribuições mudarem, não ligo da exclusão dos Biólogos. Mas se são da competência da formação de Biólogos, não aceito a exclusão arbitrária. Publicidade e isonomia na concorrência de concursos são regra básica de concursos. Não deve haver pontos ou brechas em editais.

      Excluir
    6. Se eu tinha alguma dúvida, já não tenho mais. Você interpreta os comentários tendenciosamente. Mas deixa para lá. Os biólogos conseguiram na justiça o direito de concorrer, no concurso de 2010 da Petrobrás, não no concurso atual. Trata-se de uma decisão passível de ação revisional, pois desconsiderou a legislação que garante exclusividade do título de engenheiro a graduados em engenharia. E, sim, a decisão não obrigou a Petrobrás a incluir a profissão de Biólogo no certame (com aquelas atribuições que foram inicialmente elencadas como de Engenheiro de Meio Ambiente Junior), mas sim a aceitar Biólogos como ENGENHEIRO de Meio Ambiente. Esta é a questão. A lei é a lei e tem que ser respeitada. Outro ponto foi a não participação do CONFEA como litisconsorte necessário na ação. Juízes também erram, meu caro. Para isso existem instâncias superiores. Certamente nenhum engenheiro iria se importar se a Petrobrás abrisse vaga para Engenheiro de Meio Ambiente Jr e para Biólogo, com as atribuições que foram descritas no edital. O que me intriga é o por que do CFBio não ter pleiteado isso.

      Excluir
    7. Bom, não vou discutir o que você acha que interpreto. Sim, a vitória foi no concurso de 2010, mas não vi o CONFEA tentar reverter nas instâncias superiores. Poderiam ter tentado não é? Brechas existem em todos os cantos. Não entrou como parte? Não exime então a incopetência do corpo jurídico da Petrobrás.

      Com certeza juízes tb erram, são humanos. Mas não adianta colocar a culpa no juiz. Lei é lei, mas concursos públicos podem até darem nomes, mas o que conta é o que será realizado. Você acha mesmo que se um Biólogo passou no concurso anterior ele está usando crachá de Engenheiro? Cadê o CREA ou CRQ que não puniu?

      A grande questão é a nomenclatura do cargo, basta mudar, acaba a briga. O título não será usado, pode ter certeza.

      O CFBio não fez nada pq não se precisa fazer oras. Nada mudou em relação ao concurso de 2010, só uma coisa: Antes que se judicializasse a questão, a Petrobrás já admitiu a concorrência de outros profissionais da área ambiental.

      Excluir
    8. Ja admitiu outros profissionais para Analista Ambiental, não para ENGENHEIRO de Meio Ambiente. O que eu disse foi que não entendo por que o CFBio não pleiteou a inclusão do titulo BIÓLOGO, mas sim que estes concorressem ao cargo de Engenheiro de Meio Ambiente. Outra coisa: se o concurso é para um determinado cargo, os aprovados tem que tomar posse nesse cargo, com o título do cargo público para o qual a vaga foi criada, caso contrário é passível de nulidade. Pode ter certeza que isso vai ser questionado, no momento certo.

      Excluir
    9. Paulo, existe tanta jurisprudência sobre isso que nem sei por onde começar. Não nesse caso de EngenhariaXBiologia, mas em outras profissões.

      Por exemplo, os cargos de Farmacêuticos Bioquímicos do Exército. Toda vez abre o concurso e os Biomédicos mandam ver no mandado de segurança e ganham, e não se muda o nome do cargo.

      O título da vaga no caso, não o direciona para a usurpação do mesmo. Se fosse assim ninguém consegueria nada nunca. O título diz uma coisa, a atribuição e a CBO do cargo pode não estar relacionada aos engenheiros.

      O MAPA acabou de retificar o edital para as vagas de Zootecncistas, e apesar de agrônomos e veterinárias já terem suas vagas, vão concorrer tb nas de zootecnistas e com esse título.

      Sim, é uma patifaria jurídica, mas é o que acontece.

      Mas com certeza entendo esse ponto de vista, pq faz sentido. Se o juiz vai entender desse jeito, é outra coisa.

      Excluir
    10. Agora vai lá. Estuda, se forma e depois, quem sabe, conversamos.

      Excluir
    11. Hahaha, olha aí, só pq descobriu que ainda sou estudante já acha que pode me dispensar haha. Sou estudante de Biologia, mas esse blog aqui já rodou o Brasil e muitos CRBios.

      O que me dá mais vontade de continuar é essa sua postagem. Não preciso me formar em Biologia para saber o que poderei como Biólogo, já estudo a legislação sobre esse tipo de situação muito antes de entrar no curso.

      Podemos aprender com todos, até com estudantes, não é?

      Excluir
    12. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    13. Quando penso que o assunto já deu... OBRIGADO por comentar no Blog!

      Hoje descobri que um cara que está me ensinando um sistema de lab. novo é Engenheiro Ambiental e com Mestrado.na área de manejo, acredita? Ele é formado em Portugal e fez trabalhos com repovoamento de trutas, e quando comentei a formação daqui ele nem acreditou. Ele disse que o que mais gosta é Ecologia, e teve umas seis matérias, e que lá os Biólogos trabalham em harmonia total com as mesmas atribuições... Que diferença não?

      Excluir
    14. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    15. Marcus, o que você relatou é apenas o estigma que aprendemos desde a infância, onde matemática é difícil e ciências é linda.

      Onde na sociedade se impera a ideia que Engenharia é difícil e Biologia é fácil.
      Os cursos de todas as áreas de Ciências Biológicas estão com as mulheres em maioria hoje, até Medicina. São dados disponíveis na internet. Mas ninguém diz que Medicina é fácil ou menos complexo.

      Não acho matemática mais complexa como você acha. Vou muito bem em exatas, e inclusive acho o contrário. Na exata você sabe ou não sabe, e não tem variáveis como um estudo em biologia. 2+2 vão ser sempre 4. Mas as horas de sono de uma pessoa nunca é igual a de outra.

      É fácil se escolher Biologia quando se é um curso "lindo" desde a infância e o professor de matemática é o carrasco, onde nem os pais tem capacidade de ajudar o filho a estudar, mas quando vi 50 pessoas entrarem em uma turma e menos de 10 se formarem, me desculpe também, só passa quem estuda e muito. Se levar na brincadeira vai ficar para trás e com tantas DPs que precisará voltar ao primeiro ano.

      Alguns Biólogos não sabem muita matemática mesmo, mas não pq não aprenderam, é pq resolveram não utilizar as mesmas em suas áreas. Não usa esquece.

      Enquanto acharmos que o nosso curso é lindo e o dos outros é profissão, vamos continuar a sofrer preconceito.

      Excluir
    16. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    17. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    18. Desculpa a demora em responder... Mas quem disse que me referia a matemática comum?

      Se você leu TUDO o que já foi debatido aqui vai perceber que ninguém disse que se aprende a mesma coisa, mas as ATRIBUIÇÕES do cargo não são de engenharia, mesmo que a prova pedisse. Seria o famoso cobra mas não usa!

      Mas vou discordar de novo de você por um motivo: A tecnologia pode ser usada por qualquer profissional, independente do título. Mas se alguns cursos de Biologia são ruins ou ainda encaram a área somente como inventariadores de fauna e flora, sinto muito por eles. Eu conheço Biólogos que fazem gestão ambiental de hidrelétricas como os chefes, de indústrias químicas como os chefes, e de tantas outras áreas.

      Sabe pq não se ouve falar deles? Pq estão ganhando dinheiro, e não nas universidades ensinando taxonomia como única opção.

      Eu já tenho experiência acadêmica e laboral para dizer que muita coisa o Biólogo bem formado poderia estar fazendo e não faz pq é preguiçoso, tem medo de arriscar e o mestrado é um caminho menos espinhoso.

      * Não é um blog bastante voltado, é para os Biólogos!

      Continue acompanhando!

      Excluir
  10. Não faz sentido comparar engenharia com biologia,ambas possuem suas diferenças.Como um biólogo vai lidar com a dispersão dos poluentes que uma empresa desse porte pode causar?Possuem Química Geral I e II?E fora ter que lidar com a legislação ambiental...Porém se houve um ampliamento para a área desejada talvez não haja uma especificidade .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faz sentido mesmo, mas quando não há comparação, não há nem um básico entedimento da questão. E nesse caso, não se é pedido conhecimento que só um EA teria.

      Mas a título de curiosidade, eu tive/tenho sim química, bioquímica, legislação ambiental, toxicologia ambiental, poluição, limnologia, oceanografia, impacto ambiental...

      Quem acha que Biólogo só fica na Taxonomia está redondamente enganado.

      Excluir
  11. Vejo nesses comentários biólogos e eng. ambientais desmerecendo uns aos outros, sem nem saber do que estão falando.
    Você biólogo que ta causando aqui, já viu as grades de todas as eng. ambientais por aí? Como pode dizer que é um tecnólogo avançado de gestão e que é só incluir uma matéria de agua que vira sanitarista? Com que base você afirma isso? *Há, comparar os cálculos foi meio pesado ein.

    Eng. ambiental, pergunto o mesmo: baseado em que afirmamos que biologos nao tem capacidade? Já vimos as ementas de todos os cursos?
    Trabalho com uma menina que cursa biologia e ela não tem nenhuma noção de licenciamento, mas entende bem a questão de aspectos e impactos. Para aprender legislação é rapidinho!!
    E temos que admitir que os biólogos tem uma base maior de ecologia para entender impactos no equilibrio do ecossitema.

    Sou eng. ambiental e sim, tenho dúvidas em relação as atribuições dos biólogos e não gostei quando vi que poderão participar do concurso. Mas lendo o texto aqui percebi que posso estar enganada e que biólogos têm sim capacidade e direito de exercer as atividades - apesar de achar que a autora pegou um pouco pesado em algumas partes e generalizou muito.
    Isso deveria ser mais do que uma briguinha para decidir quem é melhor e dizer que estamos com medo.
    Vamos ser coerentes e vamos nos ajudar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Tais, obrigado por comentar. Bom, não fui eu que publicou o comentário de a EA ser um tecnólogo com um UP.

      Já sobre a promiscuidade em relação aos nomes, sim. Leia abaixo:

      * http://educacao.uol.com.br/ultnot/2009/06/29/ult105u8318.jhtm
      * http://www.regiaonoroeste.com/portal/materias.php?id=19963&busca=&pagina=962&oquelista=

      Como pode ver, a notícia existe e as mudanças ocorreram. Mas não achei essa notícia do nada, eu acompanhei a questão. Sim, tem curso de engenharia que não difere de outros e mesmo assim tem outros nomes.

      Sobre ver as ementas de todas as grades, eu realmente não vi. Mas já vi as de muitas, e de muitas conceituadas. É o suficiente para saber que algumas são bem sanitárias, outras possuem conteúdo mais generalista e outras puxam para a área agrícola. Mas tb já vi EA que possuem cálculos e física, mas não possuem nada de processos industriais, operações unitárias, tecnologias e projetos... A EA no Brasil não tem um foco.

      Sobre a comparação dos cálculos, só parece forçado para quem não fez Biologia. E foi colocado principalmente pq a primeira coisa que os EA dizem é que não sabemos fazer contas. Fazemos contas em física, química, bioquímica, genética e principalmente Ecologia. Dependendo da Ecologia só se tem cálculo, gráficos, tabelas, e sim, dependendo da fórmula, viramos a folha como vcs. Alías, na biologia existem cálculos em quase todas as áreas, e temos que ainda correlacionar com conceitos de química, bioquímica e física.

      Concordo com vc que não sabem como são as grades de Biologia. E sim, algumas são horríveis, e podem ser as mais diversas possíveis. Algumas realmente não prestam para formar para a área ambiental.

      Essa publicação só ocorreu por um motivo: A revolta e avalanche de críticas que li por aí. Só que eu não fui lá nas comunidades e grupos da EA dizer que eles tem não tem capacidade. Mas mostrei aqui que não tem como alegarem que não sabemos de nada de Meio Ambiente.

      Já li por aí que o EA é o único capacitado para gerir Biólogos, Geólogos, Químicos, Assistentes Sociais... Já me mandaram cuidar das "plantinhas", já disseram que passamos metade do curso estudando formas de diatomaceas. Já li que não sabemos nada que não seja "bichinhos". Acontece que quando há uma reação, como a do meu Blog, muitos EA ficam irritados. A generalização ocorre muito mais por aí. Eu não disse por exemplo que sou mais capacitado, mas quando mostramos que não somos uns inúteis como tentam fazer alguns EA, eles partem para a ignorância.

      Enquanto já estava dormindo o blog recebeu um monte de comentários, mas todos sem argumentos, somente ataques pessoais. E quando descobriram que sou estudante? Duas reações: Uns desistiram por acharem que se sou estudante nem posso falar nada, outros ficaram ainda mais enfurecidos, por acharem que não tenho experiência. Engano deles, e quem acha que estudante nunca ensina nada, perde por se achar. Regra básica para quem quer aprender é saber que se aprende com todos. E fora o detalhe que não sou nenhum adolescente que acabou de entrar na universidade.

      Odeio essas briguinhas tb, mas minha publicação anterior por exemplo, não envolvia nenhuma briga, e sim informação. Mas essa aqui foi reacioária as coisas que li.

      Mas para provar que não sou megalomaníaco como andam dizendo srsr dá uma olhada nas publicações do Blog. Já defendi aqui engenheiro, mas não adianta ler só essa publicação. Eu sempre bati na tecla que o meio ambiente é multidisciplinar, mas não vou ficar inerte quando vierem aqui bater no Biólogo.

      As vezes leio outros engenheiros falarem horrores de EA. O civel quer morrer quando querem falar de projetos de tratamentos, os químicos os criticam pelo mesmo motivo. Os florestais então, até no G1 já li eles desmerecendo, mas me parece por exemplo, que se a crítica for feita por eles, não há muita reação.

      Excluir
  12. Caro Fernando Cesar,
    Sou Engenheira Ambiental, participo de sindicato e associações da área, além de atuar na área acadêmica e em consultoria. Trabalho com biólogos todo o tempo e tenho participação nas discussões quanto atribuições e grades de cursos.
    Não tenho dúvida da capacidade dos biólogos, do tempo da profissão e de sua importância. Acho até que se cabe Biólogos no concurso, os mesmo devem ter vagas destinadas a eles (e não as com o nome de Engenharia). Não estou me preocupando tanto assim com esse concurso!
    O que me preocupa e o porque escrevo aqui é a sua arrogância, que espero que não seja da maioria da classe. Li algumas de suas respostas e todas possuem um tom de soberania e desprezo à engenharia ambiental. Uma luta de quem sabe mais e o foco no trabalho multidisciplinar ficando em segundo plano. Você não é completo! Eu não sou! Nenhum de nós é!
    Li que você já trabalhou com outros profissionais, possui um CREA tb, entende do assunto e estuda biologia. Muito bom! Mas vc não é completo! Tenha cuidado com suas palavras!
    Boa sorte aos biólogos e aos engenheiros ambientais! Mas mais boa sorte mesmo para esse mundo em que vivemos de forma tão individual, onde cada um só enxerga seu umbigo!!
    Abraço, Sílvia Andrade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Silvia reparei a mesma coisa, e é isso que mais incomoda no texto. O autor do texto trata a profissão dele como se fosse uma religião

      Excluir
    2. Prezada Sílvia. Agradeço o comentário.

      Sobre a minha "arrogância", tenho algumas colocações para ti.

      1°) Em momento algum disse que um é melhor que o outro.
      2°) Nunca disse que eesa ou aquela profissão é completa, muito menos a minha.
      3°)Eu só respondo o que me perguntam. Leia outras postagens do meu Blog e veja se eu publico algo desemerecendo outras profissões. Não jogue palavras ao vento, como se EU estivesse atacando alguém. Eu já critiquei Biólogos que se acham nesse Blog.
      4°) Não estou tentando provar quem aqui sabe mais, mas alguns de seus colegas acham que só eles sabem.

      Frases ditas por Engenheiros Ambientais:

      "kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Faltou ar na Boiologia. Calma ai bióogos, Engenharia é Engenharia. Engenharia estuda os problemas diretamente.
      Biologia passa metade do curso estudando formato de Diatomaceas e bichinhos! Vão lá cuidas das suas plantinhas, haha"

      "Filha, que ocupar cargo de engenheiro, estude engenharia primeiro."

      "Também quero prestar os concursos com vagas específicas pra biólogos!! Direitos iguais oras!!!"

      "Acho que irei pedir meu registro como bióloga então!"

      " Bizarro. Eu te pergunto, se biólogo quer ser engenheiro pra que faz biologia?"

      " Isto tudo é vontade de serem Engenheiros Ambientais? Recomendo fazerem o curso superior em ENGENHARIA, caso tenha interesse em exercer o cargo de ENGENHEIRO."

      "So neste pais de corruptos e aproveitadores acontesse essas coisas. E uma vergonha!"

      "Mas que baxaria!! E qual a alegação para poder participar de igual se nem Engenheiros são???"

      "Agora, o CFBio/CRBios passou de todos os limites! Como assim, mais uma vitória? Puxando o tapete de outra classe e categoria! Isto é crime, por falta de ética profissional."

      "desde quando vocês tem matérias sobre gestão ambiental, quando falamos sobre gestão ambiental dizemos também das certificações ambientais entre outras coisas, já que gestão ambiental é algo muito amplo. Eu vi várias grades de ciências biológicas e não vi nenhuma matéria focada em gestão ambiental, gestão de recursos hídricos e etc. E outra coisa, no Edital não diz só sobre isso então agora vocês estão aptos a dimensionar sistemas de tratamentos? Conhecem sobre hidrologia? Geologia? O edital cita mais trocentas coisas que não, vocês não estão aptos a fazer, como seria se no caso eu fosse me meter com morfologia, genética e etc? Onde eu me formei mesmo, o curso de ciências biológicas não tem a disciplina gestão ambiental, somente direito ambiental, claro as normas e leis que regem o MA vocês realmente tem que ter conhecimento e a outra matéria é manejo de recursos naturais que por incrível coincidências nós engenheiros ambientais temos!..."

      "Isso é um ultraje...ultrapassaram os limites da ética e boa vizinhança."

      "É incabível a comparação das duas profissões, assim como o é dizer que um Biólogo possui tanta capacidade quanto a de um Engenheiro Ambiental para tratar de assuntos ligados ao Meio Ambiente."

      "Várias pessoas fazem cursos de pós graduação e já acham que podem desempenhar uma determinada função que não lhe compete, isso é um grande problema..."

      "Se querem ser Engenheiros Ambientais procurem no Guia Abril uma Universidade mais próxima para cursarem o bacharelado em Engenharia Ambiental. Como vão projetar se não possuem disciplinas de física, mecânica, HIDRÁULICA, HIDROLOGIA, resíduos, Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotos, Efluentes Industriais?"

      Uma coisa que sempre e SEMPRE disse nesse blog é que o Meio Ambiente não é de ninguém.

      Vcs EA estão tratando o assunto como se fosse vida ou morte. Como se nunca tivessem visto concusos aceitarem profissionais de outras categorias para uma mesma vaga.

      A Petrobrás poderia resolver isso facilmente se retificasse o edital, deixando claro as atribuições exclusivas de EA, mas se ela não o faz, algum motivo tem.

      E boa sorte mesmo aos profissionais de ambas as categorias.

      Excluir
    3. Fernando,
      Sem dúvida que há muitos engenheiros ambientais falando muita bobeira e com arrogância maior que a sua, mas me referi a você por ser o "administrador" do blog e quem mais vi comentar por aqui.
      Acredito que sua intenção com o blog seja de construir algo e não de separar, porém com um título como "Vitória dos Biólogos - Revolta dos Engenheiros Ambientais" e algumas falas suas, o que você consegue é somente divergência. Veja se essas passagens da sua publicação não são extremamente agressivas, generalistas e desnecessárias. Acrescentei meus comentários em parênteses.

      - Quem rouba área de quem? Quem chegou primeiro? Se tem capacidade, qual o medo da concorrência? (É uma brincadeira de rouba-bandeira e no final terá uma briga na porta da escola?)
      - Agora que os Engenheiros descobriram o óbvio, (Somos todos idiotas!)
      - Um monte de mesmo curso que muda uma matéria, muda-se o nome. (É claro, vou fazer uma optativa sobre robótica e serei eng. mecânica.)

      Há espaço para engenheiros ambientais e biólogos. Ambos são de extrema importância e precisam um do outro. O que acho que você deveria polemizar aqui é o que as instituições envolvidas (Petrobrás, Cesgranrio, CREA e CRBio) estão fazendo ou não no caso, isso sim é relevante, isso é que tem que ser entendido.
      Acho legal sua iniciativa do blog, mas pelo que vi nessa publicação, acredito que lhe falta um pouco de maturidade para saber onde polemizar e com quem vale a pena discutir as ideias.
      Enfim, que tanta falação e brigas na justiça seja bom para o meio ambiente e não só para mim ou você.
      Sílvia Andrade

      Excluir
    4. Silvia, agradeço suas considerações.

      Sobre os questionamentos que fiz na postagem, ela foi irônica. Sabe pq? Pq ouvi tudo isso aí de EA.

      Eu leio desde sempre os Biólogos reclamarem que roubam suas áreas. Eu leio desde sempre em como muitos Engenheiros desprezam outras profissões. Eu vejo os próprios engenheiros se engalfinharem por áreas que dividem entre si. Os técnicos industriais e agrícolas estão saindo do CONFEA/CREAs e CFQ/CRQs por problemas de classe. Mas daí quando tenho que ler que Biólogos estão roubando áreas como a gestão ambiental... Por favor, vc sabe que não dá para ler e ficar inerte.

      Quando me referi sobre o "óbvio", foi em relação aos Biólogos poderem concorrer, e apesar de eu ter soltado essa afirmativa antes mesmo do CRBio 02, não foi um "vamos conversar" que vi no site da ANEAM por exemplo. Pareciam que estavam se preparando para a Guerra. Alguns nos trataram como a Rússia, só que a vaga não é uma Criméia. E sim, ao invés de acharem natural a concorrência, alguns ficaram muito irados. Muito irados mesmo, só que é um sentimento que os Biólogos passam quase todos os dias, pois dividem 99% de áreas com outras profissões.

      Já sobre as matérias, já postei um link aí do MEC dizendo isso, não tirei da minha cabeça. As engenharias sofreram uma alteração dos nomes, pois muitos não divergiam em nada ou quase nada em grade e projeto, mas mudam o nome e criam-se engenharias aleatoriamente.

      Por exemplo, a CONFAEAB não curte muito a criação de câmaras de engenharia florestal, não vê com bons olhos engenheiros agrícolas, e agora temos o Engenheiro Ambiental e Agrícola, que não sei por exemplo se será considerado na modalidade civil ou agronômica.

      Como disse antes, a polêmica foi causada pela Petrobrás, e esse post foi reacionário aos comentários que li. Mas eu não costumo escolher com quem discuto mesmo, até pq, se todos ignorarmos alguns, nunca aprenderão.

      Apesar de tudo, já digo que tive vitórias com essa discussão, pois alguns agora sabem um pouco mais de nossa formação.

      E agradeço mais uma vez, pq diferente de muitos, a Sra. só veio me questionar meu jeito de escrever e com classe, e não desmereceu os Biólogos, outros nem tanto.

      Excluir
  13. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Quero ver biólogo mecher com hidraulica, AIA, AMM, estações de tratamento de esgoto... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Que piada este blog...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, a grande questão é: Isso é dito nas atribuições do cargo? Não.

      As atribuições não se parecessem em nada com o que vc descreveu, e essas sim são atribuições exclusivas de Engenheiros.

      Excluir
  14. Fernando Cesar , engenheiro ambiental não tem atribuição para trabalhar com água , resíduos e controle de poluição nem tecnologias limpas, são atividades de engenheiro sanitarista. Observe a resolução Nº 310, DE 23 JUL 1986 ( engenharia sanitária), e a do engenheiro ambiental RESOLUÇÃO Nº 447, DE 22 DE SETEMBRO DE 2000.são profissões distintas.Infelizmente existem concursos colocando atribuições de engenheiros sanitaristas como se fossem engenheiros ambientais.Por sinal, olhe na art do crea não vejo nada referente a engenharia ambiental , que , na prática , deveria ser curso de gestão , jamais de engenharia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, apesar de conhecer um pouco do assunto, não tem como eu argumentar. Sim, há uma confusão mesmo em relação as equipareções de engenharias dessa área, e a maioria dos concursos está pedindo EA e não ES.

      O problema é o que foi dito no post. Existem muitas engenharias que se sobrepõem, e até o MEC teve que intervir na questão.

      Engenheiro Ambiental
      Engenheiro Ambiental e Sanitário
      Engenheiro Sanitarista
      Engenharia Ambiental e Agrícola
      Engenharia de processos ambientais
      ...
      É complicado sim, mas por isso que disse que alguns EA tem conteúdo de sanitarista, e alguns sanitaristas que nem deviam chamar assim. Mas acredito que o MEC esteja em cima disso. Mas resta o mercado saber diferenciar.

      Excluir
    2. Anonymous, você está enganado. De uma olhada nas decisões plenárias recentes dos CREAs SC, RS, PR, SP, ES e também do CONFEA, sobre as atribuições de Eng. Amb. Nas vou discriminar todas aqui porque são extensas, mas é só realizar uma consulta nos sites dos regionais e do CONFEA. Além do que, as atribuições que você mencionou nunca foram exclusivas de Eng. Saint. Os Eng. Civ. possuem atribuições plenas nessas areas e, recentemente, os Eng. Quim. também conseguiram reconhecimento de suas atribuições até para RSU, bem como Geol. e Eng. Minas no caso de águas subterrâneas. E nem podia ser diferente. Existem hoje apenas 1717 Eng. Saint. registrados no Brasil. Como dariam conta da demanda? Só Eng. Amb. somam hoje 15655 profissionais registrados no Brasil, sem contar os Eng. Saint. e Amb. que já são mais de 2500.

      Excluir
    3. Tem mais, Anonymous. De uma olhada neste edital da CORSAN, especialmente as vagas para Biólogo, Engenheiro Civil e Engenheiro Eletricista. Não é com o Engenheiro Ambiental que você deve se preocupar.

      http://m.pciconcursos.com.br/concurso/corsan-companhia-riograndense-de-saneamento-rs-242-vagas

      Excluir
    4. olhe a resolução pertinente a engenharia sanitaria e a engenharia ambiental .... os engenheiros ambientais querem na marra exercer atribuição de sanitarista.quanto aos concursos ... de fato acho que não observam as resoluções do CONFEA.
      obs : crea não dá atribuição . olhe a resolução de engenheiro ambiental que citei ..aquilo não e engenharia.

      Excluir
    5. Gente, calma aí. As confusões acontecem justamente pelas coisas que eu disse. Mas essas dúvidas acontecem mesmo.

      Excluir
    6. Anônimo, você é engenheiro a quanto tempo?
      Com que propriedade afirma que Engenharia Ambiental não é Engenharia? Trabalha no CONFEA por um acaso?

      Excluir
  15. A profissão Biólogo é multi. Temos biólogos no ensino, na zoologia, na botânica, na microbiologia, no sensoriamento remoto, na análise clínica, genética, ecologia, na exobiologia (estudo de vida fora do planeta Terra), etc
    Um ponto que deve ser destacada é a diferença entre a profissão (abrangendo tudo que envolve a vida) e o profissional, que irá se especializar em uma(s) área(s).
    Sou biólogo e trabalho/pesquiso na área de conservação e ecologia. Meu primeiro trabalho como profissional foi com Gestão Ambiental. Não vi gestão ambiental na universidade, mas aprender a norma ISO e legislação ambiental foi simples. Mas isso não foi o mais importante. A habilidade que tive que utilizar com mais frequência foi: Relacionamento interpessoal. Não se faz gestão ambiental sozinho! Será necessário o conhecimento de outros campos de conhecimento e essa integração é fundamental.

    Concordo com o Fernando. Existe um desconhecimento das capacidades que um profissional Biólogo possa ter.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ricardo, de fato a sociedade desconhece o campo de trabalho do Biólogo. Mas de quem é a culpa? Toda vez que o Biólogo aparece na mídia, p. ex., o que ele está fazendo? Na maioria das vezes ou está lidando com fauna ou com flora.
      Outra questão é que a gestão ambiental é mal compreendida. Pensa-se que gestão ambiental resume-se à série ISO 14000. Errado! A norma é só um mecanismo. Não basta montar um SGA e integrar pessoal para trabalhar com os famosos R's.
      As grandes empresas contratam pessoal ou empresas para implantar o sistema de GA porque se conscientizaram de que é preciso preservar o meio ambiente? Ou só pata aparecer na mídia ou cumprir exigências do mercado ou de fornecedores? Não sejamos ingênuos. O que a Petrobrás quer com a atividade de GA? Respondo: reduzir custos! Custos com desperdícios, custos com prejuízos ocasionados por infrações ambientais, multas, custos com uso e reposições de materiais, com rompimento de tubulações e desgastes de equipamentos, com a imagem perante a sociedade e acionistas etc. Para isso, é preciso conhecer engenharia, materiais, hidráulica, química tecnológica, geologia, CAA (Classes de Agressividade Ambiental), modelagem matemática, cartografia e SIG (sabia que a Petrobrás tem um Datum e sistema de projeção próprio?), além de fauna, flora, hidrogeologia, fenômenos de trasporte e diversos outros. É preciso identificar, quantificar, e avaliar e orçar cada não conformidade e apresentar propostas de otimização para reduzir os gastos (sim, OS GASTOS, pois é isso que a empresa quer, na realidade). Pata isso é necessário dedicação integral e, como já deve estar claro, nestas alturas do campeonato, que outras profissões já têm suas atribuições principais, inclusive os Biólogos. Numa empresa como a Petrobrás, você acha que já não há Biólogos e outras profissões trabalhando com gestão ambiental? Um bom staff técnico para um SGA ou SGI (mais comum hoje), no caso fã Petrobrás, contaria com a participação de geólogos, oceanógrafos, eng. civis, eng. quim. ou de petróleo, meteorologistas, geógrafos, biólogos e engenheiro de meio ambiente. Todos já tem outras atividades principais na empresa, mas, cada uma em sua área, cumprem uma função na gestão ambiental da empresa. A atividade principal dessas profissões na Petrobrás, inclusive do biólogo, não é a gestão ambiental. Qual é o profissional, nesse caso, que tem como atividade principal a gestão ambiental? Quem ingressa num curso de eng. civ., quim., petróleo, Geol., biologia, para trabalhar com gestão ambiental? Todas tem outras atividades como principais, sendo a gestão uma atividade secundária para essas profissões. Mas não para eng. amb. pois gestão está na definição de suas atividades principais.
      O que a Petrobrás quer é completar seu quadro, só isso.
      Já está cheio de biólogos lá.

      Excluir
    2. Olha aqui Paulo: http://www.aneam.org.br/index.php/noticias/destaques/item/3400-crea-rs-apoia-interven%C3%A7%C3%A3o-judicial-junto-%C3%A0-petrobr%C3%A1s-e-corsan

      Parece que o argumento que o que importa é o título da vaga não vale no caso inverso não é? Aqui vale as atribuições?

      Excluir
    3. Já tinha conhecimento disse, Fernando. Mas no caso do concurso da CORSAN, a ANEAM não pretende que os eng. amb. concorram ao cargo de biólogo. O que se pretende é que a CORSAN retifique o edital incluindo o título de Eng. Amb.
      Não foi isso o que o CFBio pleiteou no caso da Petrobrás. Ele não pleiteou que a Cesgranrio e a Petrobrás incluíssem o título de Biólogo para aquelas atribuições, mas sim que os biólogos concorressem ao cargo de ENGENHEIRO DE MEIO AMBIENTE JR.
      Só por curiosidade, você sabe por que o CFBio não requer a inclusão do titulo de Biólogo para exercer as atribuições descritas no Edital (que a Petrobrás afirma que são apenas EXEMPLOS DE ATRIBUIÇÕES)?
      Porque há o cargo na Petrobrás, denominado ANALISTA AMBIENTAL - ENFASE EM BIOLOGIA, que é exclusivo de Biólogos, cujas atribuições foram organizadas em conjunto com o CFBio. Esse cargo, segundo a Petrobrás, está lotado; não há vagas por enquanto.
      E também há o cargo de ENGENHEIRO DE MEIO AMBIENTE JR., exclusivo de Engenheiro Ambiental ou de outras profissões de engenharia com pós-graduação na área ambiental, desde que o CREA respectivo emita certidão dizendo que o profissional tem todas as atribuições de eng. amb. As atribuições desse cargo também foram organizadas com a participação do sistema CONFEA/CREA. Há vagas a serem preenchidas neste cargo. Quando esses cargos foram definidos tanto o CFBio como o CONFEA/CREA participaram do processo em conjunto com o RH da Petrobrás.
      O CFBio, sabendo disso, aproveitando que em 2010 a Engenharia Ambiental no Brasil ainda não estava articulada com sistema, não tinha uma associação nacional também articulada como a ANEAM, nem as associações estaduais, nem conselheiros nos CREAs como tem hoje, malandramente ingressou com a tal ação, sendo que a única defesa dos eng. amb. foi feita pela Petrobrás, que se limitou a defender seu edital.
      Isso foi o que aconteceu.
      Repito, o que a ANEAM está defendendo, no caso da CORSAN é que o título eng. amb. seja incluído no edital, já que as atribuições enumeradas são da área sanitária. Nada impede que os eng. sanit., eng. civ., eng. quim., químicos etc, também sejam incluídos.
      É questão de suas associações atuarem para isso.
      Não tenho nada contra biólogo. Já tive sócio biólogo e trabalho hoje em parceria com empresas dirigidas por biólogos e nos damos muito bem.

      Excluir
    4. Paulo, concordo com suas colocações. Mas acho que estamos deixando escapar um ponto. Sabe o que pode acontecer se a Petro coloca o nome lá de Biólogo e um Biólogo passa?

      Isonomia salarial. Se não me engano, os salários dos cargos de Biólogos mesmo são menores, mas a partir do momento que entra um Biólogo ganhando mais... Eu tinha me esquecido disso. Será então que o problema todo da questão não é a Petro? Na verdade, não me entra na cabeça como ela pode ser tão "fraca" na mensuração das atribuições... algo tem aí.

      Excluir
    5. Paulo, mas ainda não vejo a nomenclatura do cargo como um problema. Isso ocorre o tempo inteiro e quase todas as áreas. Eu conheço Biomédico que ocupou vaga de concurso de Biólogo, e não mudou ou acrescentou. Não é possível que ninguém tenha partido nessa sua linha de raciocínio sobre o uso de título. Como disse, o caso dos Farmac. e Biomédicos é gritante.

      O que acha?

      Excluir
    6. Fernando, você pode ter razão nessa questão salarial. Vindo da Petrobrás dá para ficar com um pé atrás mesmo. Quanto a títulos, geralmente, via administrativa, os editais estão sendo retificados quando não são claros ou deixam de lado alguma profissão que teria direito a concorrer. Já tivemos vários casos assim. Só não da para entender a insistência da Petrobrás nesse edital furado dela. Agora, quando se resolve judicialmente não dá para prever o resultado. Juiz não tem como conhecer detalhes de cada profissão e aí, se não houver uma contestação bem fundamentada aparecem as aberrações.

      Excluir
  16. Fernando Cesar, obrigado pela atenção . você deve ter lido o que postei ...não existe engenharia ambiental e sanitária ou vice-versa , somente engenharia sanitária criada por lei em 1958 e suas atribuições que citei datam de 1961( em sua primeira versão). o que deixei bem claro e que engenharia ambiental não é engenharia de fato e sim gestão e não tem vinculo com a engenharia sanitária.Estão confundindo as profissões que não tem vinculo algum. O que acontece é que se vê arbitrariedades e desrespeito as atribuições profissionais.

    observe também : RESOLUÇÃO Nº 132, DE 20 NOV 1961 CONFEA
    Lei nº 3.427, de 10 de julho de 1958

    engenharia sanitária é bem antiga. o desrespeito profissional que os biólogos passam os engenheiros sanitaristas sabem bem o que é .

    imagine criaram engenharia ambiental ( profissão do futuro) que não passa de uma imitação de engenharia sanitária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o que eu quis dizer e que está recheado de cursos de Engenharia Ambientais e Sanitárias que se confundem entre si.

      Olha essa aqui por exemplo: http://portal.anhembi.br/estude-aqui/graduacao/cursos/engenharia-ambiental-e-sanitaria/

      Devo considerá-la mais ambiental ou mais sanitária? Ou os dois?

      É complicado entender. Tem um blog de um Engenheiro Florestal chamuscando EA por aí. Ele não aceita o EA fazendo estudo de inventário ou uma simples documentação de mata ciliar. Ele está errado? Não posso concordar com ele. Ele está errado, mas há tantos cursos de engenharia hoje que qualquer um começa a confundir o foco, principalmente o mercado.

      Excluir
    2. Anônimo, não iria falar nada, porque percebo que não é o foco deste blog, mas acho que o Fernando Cesar, não se importará se eu fizer mais um comentário, a bem da verdade. A legislação que você citou já está revogada! A Resolução 132/61 foi revogada expressamente pela Resolução 218/73. A Lei 3427/58, que referia-se à especialização em engenharia sanitária e não em graduação em engenharia sanitária, também foi revogada pela Lei 5194/66. Só mantiveram suas atribuições quem já era registrado no sistema anteriormente a 1966, que é o caso dos profissionais que tinham suas atribuições através do famoso "Decretão de 1933". A partir daí, os registros são concedidos pela Lei 5194/66 e as atribuições, pelas resoluções específicas. Sugiro você rever alguns de seus conceitos. O mercado aqui fora não é tão bonitinho como se imagina quando estamos na academia. Em minha empresa trabalham ou já trabalharam, como contratados ou em parceria, Biólogos, Eng. Agrônomos, Eng. Minas, Eng. Sanitarista, Geólogo, Agrimensor, Eng. Civil, e o que mais pesa quando se contrata um profissional é sua humildade, sua aptidão para trabalhar harmoniosamente em equipe e, por último, as competências. Cada um tem que complementar o outro ou a coisa não anda. Não tem essa de bater no peito e dizer "isso é exclusividade minha". Muito menos de criticar ostensivamente colegas de profissão, pois isso, além de tudo, é violação ao Código de Ética Profissional. Você imagina que depois que se formar vai pegar seu registro e sair a brigar com qualquer outro profissional que estará trabalhando em área que você entende que é exclusividade sua? Lamento informar que sua primeira decepção será ter que comprar uma briga com mais de 100.000 Eng. Civis, que é quem domina o sistema CONFEA/CREA e também a área sanitária. E olha que os Eng. Sanit. registrados atualmente são pouco mais de 1.700! Ou você ainda não percebeu que os grandes consultores na área sanitária são Eng. Civis? Vamos com calma ou o seu tão sonhado título de Engenheiro Sanitarista, em vez de alegrias e realizações, será motivo de desencanto. E não precisa ser assim! Ouça o conselho grátis deste jovem de 44 anos, servidor público há 25 anos, advogado há quase 20 anos e engenheiro ambiental há 05 anos.

      Excluir
  17. Olhe este exemplo Fernando Cesar :

    http://www.crea-sc.org.br/portal/arquivosSGC/parecer_vistas_gt_ambiental.PDF

    Deixa bem claro que engenharia ambiental não é engenharia ,mas gestão.
    observe as distorções : engenheiros ambientais requerendo atribuições referente á resolução Nº 310, DE 23 JUL 1986 ( Engenharia Sanitária) ; e deixa bem claro que para requererem estas atribuições devem mudar a nomenclatura para ambiental e sanitária
    ( profissão que não existe).

    Pergunto : Para que foi criada engenharia ambiental ? O que ela trouxe de novo?
    Sorte dos biólogos que tem conselho próprio.
    A partir da década de noventa criaram engenharias sem nenhum sentido....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, realmente fico confuso com esse debate entre engenharias, mesmo gostando de acompanhar. Mas acredito que a EA tenha sido criado por um gargalo que estava no ar. A área ambiental é uma área extremamente importante e rentável, mesmo a maioria das empresas ainda as verem somente como custo e marketing.

      Mas devo lembrá-los de uma coisa, um ator que muitos engenheiros se esquecem.

      A influência que os CRQs possuem em algumas engenharias. Por favor não entremos no tema em qual conselho devem se registrar, mas a verdade por exemplo, é que o CRQ aceita EA fazendo tudo o que um ES faz. O inverso não necessariamente, e apesar de eles avaliarem o currículo, as áreas se confundem, pois um profissional da área ambiental no CRQ é visto como especialista em resíduos e água. E para deixar a coisa mais confusa ainda, eles entendem que um Engenheiro Químico pode fazer tudo o que as outras fazem, pois ela é química, e o forma para todas as áreas que envolvem química.

      É um debate interessante, mesmo aqui sendo o blog do Biólogo.

      Excluir
    2. Sr. Anônimo, será que EA não é mesmo Engenharia? Aposto que você é um sanitarista com medo de perder o lugar no mercado.

      Compete ao Engenheiro Ambiental:

      RESOLUÇÃO Nº 447, DE 22 DE SETEMBRO DE 2000

      Art. 2º Compete ao engenheiro ambiental o desempenho das atividades 1 a 14 e 18 do art. 1º da Resolução nº 218, de 29 de junho de 1973, referentes à administração, gestão e ordenamento ambientais e ao monitoramento e mitigação de impactos ambientais, seus serviços afins e correlatos.

      [...]

      RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 JUN 1973

      Art. 1º - Para efeito de fiscalização do exercício profissional correspondente às diferentes modalidades da Engenharia, Arquitetura e Agronomia em nível superior e em nível médio, ficam designadas as seguintes atividades:

      Atividade 01 - Supervisão, coordenação e orientação técnica;

      Atividade 02 - Estudo, planejamento, projeto e especificação;

      Atividade 03 - Estudo de viabilidade técnico-econômica;

      Atividade 04 - Assistência, assessoria e consultoria;

      Atividade 05 - Direção de obra e serviço técnico;

      Atividade 06 - Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo eparecer técnico;

      Atividade 07 - Desempenho de cargo e função técnica;

      Atividade 08 - Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio edivulgação

      técnica; extensão;

      Atividade 09 - Elaboração de orçamento;

      Atividade 10 - Padronização, mensuração e controle de qualidade;

      Atividade 11 - Execução de obra e serviço técnico;

      Atividade 12 - Fiscalização de obra e serviço técnico;

      Atividade 13 - Produção técnica e especializada;

      Atividade 14 - Condução de trabalho técnico;

      Atividade 18 - Execução de desenho técnico.

      Excluir
    3. De acordo com o estabelecido na Resolução nº 227/2010, de 18 de agosto de 2010, que dispõe sobre a regulamentação das Atividades Profissionais e das Áreas de Atuação do Biólogo, em Meio Ambiente e Biodiversidade, Saúde e, Biotecnologia e Produção, ficam estabelecidas as áreas abaixo discriminadas:

      Áreas de Atuação do Biólogo em Meio Ambiente e Biodiversidade:

      Aquicultura: Gestão e Produção
      Arborização Urbana
      Auditoria Ambiental
      Bioespeleologia
      Bioética
      Bioinformática
      Biomonitoramento
      Biorremediação
      Controle de Vetores e Pragas
      Curadoria e Gestão de Coleções Biológicas, Científicas e Didáticas
      Desenvolvimento, Produção e Comercialização de Materiais, Equipamentos e Kits Biológicos
      Diagnóstico, Controle e Monitoramento Ambiental
      Ecodesign
      Ecoturismo
      Educação Ambiental
      Fiscalização/Vigilância Ambiental
      Gestão Ambiental
      Gestão de Bancos de Germoplasma
      Gestão de Biotérios
      Gestão de Jardins Botânicos
      Gestão de Jardins Zoológicos
      Gestão de Museus
      Gestão da Qualidade
      Gestão de Recursos Hídricos e Bacias Hidrográficas
      Gestão de Recursos Pesqueiros
      Gestão e Tratamento de Efluentes e Resíduos
      Gestão, Controle e Monitoramento em Ecotoxicologia
      Inventário, Manejo e Produção de Espécies da Flora Nativa e Exótica
      Inventário, Manejo e Conservação da Vegetação e da Flora
      Inventário, Manejo e Comercialização de Microrganismos
      Inventário, Manejo e Conservação de Ecossistemas Aquáticos: Límnicos, Estuarinos e Marinhos
      Inventário, Manejo e Conservação do Patrimônio Fossilífero
      Inventário, Manejo e Produção de Espécies da Fauna Silvestre Nativa e Exótica
      Inventário, Manejo e Conservação da Fauna
      Inventário, Manejo, Produção e Comercialização de Fungos
      Licenciamento Ambiental
      Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL)
      Microbiologia Ambiental
      Mudanças Climáticas
      Paisagismo
      Perícia Forense Ambiental/Biologia Forense
      Planejamento, Criação e Gestão de Unidades de Conservação (UC)/Áreas Protegidas
      Responsabilidade Socioambiental
      Restauração/Recuperação de Áreas Degradadas e Contaminadas
      Saneamento Ambiental
      Treinamento e Ensino na Área de Meio Ambiente e Biodiversidade

      Áreas de Atuação do Biólogo em Saúde:

      Aconselhamento Genético
      Análises Citogenéticas
      Análises Citopatológicas
      Análises Clínicas * Esta Resolução em nada altera o disposto nas Resoluções nº 12/93 e nº 10/2003.
      Análises de Histocompatibilidade
      Análises e Diagnósticos Biomoleculares
      Análises Histopatológicas
      Análises, Bioensaios e Testes em Animais
      Análises, Processos e Pesquisas em Banco de Leite Humano
      Análises, Processos e Pesquisas em Banco de Órgãos e Tecidos
      Análises, Processos e Pesquisas em Banco de Sangue e Hemoderivados
      Análises, Processos e Pesquisas em Banco de Sêmen, Óvulos e Embriões
      Bioética
      Controle de Vetores e Pragas
      Desenvolvimento, Produção e Comercialização de Materiais, Equipamentos e Kits Biológicos
      Gestão da Qualidade
      Gestão de Bancos de Células e Material Genético
      Perícia e Biologia Forense
      Reprodução Humana Assistida
      Saneamento Saúde Pública/Fiscalização Sanitária
      Saúde Pública/Vigilância Ambiental
      Saúde Pública/Vigilância Epidemiológica
      Saúde Pública/Vigilância Sanitária
      Terapia Gênica e Celular
      Treinamento e Ensino na Área de Saúde.

      Áreas de Atuação do Biólogo em Biotecnologia e Produção:

      Biodegradação
      Bioética
      Bioinformática
      Biologia Molecular
      Bioprospecção
      Biorremediação
      Biossegurança
      Cultura de Células e Tecidos
      Desenvolvimento e Produção de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs)
      Desenvolvimento, Produção e Comercialização de Materiais, Equipamentos e Kits Biológicos
      Engenharia Genética/Bioengenharia
      Gestão da Qualidade
      Melhoramento Genético
      Perícia/Biologia Forense
      Processos Biológicos de Fermentação e Transformação
      Treinamento e Ensino em Biotecnologia e Produção.

      Considerando o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia e a evolução do mercado de trabalho, outras áreas de atuação poderão ser incorporadas após deliberação pelo Plenário do CFBio.

      Excluir
  18. Biólogos não oferecem perigo algum à nossa classe, vão é perder tempo fazendo a prova, boa sorte rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... mas se fosse assim tão simples, alguns colegas EA não ficariam tão bravos. Mas eu realmente acho que se a prova for de conteúdo de Engenharia pura, será um EA que passará, mas se for de acordo com suas atribuições, não será assim tão fácil a concorrência.

      Excluir
    2. Tambem pensei isso, disputar com biologo é mole kkkk

      Excluir
    3. Aham, deu para ver com o desespero de alguns colegas..

      Excluir
  19. Fernando Cesar , foi muito bom dialogar com você . Deixei bem claro que não existe ambiental e sanitária ou vice e versa e são totalmente ilegais ; estas instituições estão enganando as pessoas, inclusive tem universidade pública de renome informando erroneamente que as atribuições de engenheiro sanitarista é de engenheiro ambiental, o que também é ilegal ; que engenharia ambiental não é engenharia e que a engenharia sanitária esta sendo ilegalmente copiada. O CONFEA e os CREAS são pressionados para arranjaram atribuições para profissões sem utilidade. O CRQ não tem dispositivo legal para conceder atribuições para as engenharia regulamentadas pelo CONFEA. e mais uma pergunta : o que se trata de área ambiental de engenharia?
    um geógrafo trata do meio ambiente e não é engenheiro; a mesma coisa para o geólogo e oceanógrafo.engenheiro sanitarista e engenheiro florestal tratam do meio ambiente , porem são profissões distintas.Enfim , não existe profissional que trate do meio ambiente como um todo , é segmentado.
    mais uma vez : o que faz um engenheiro ambiental? até agora eu não sei.

    o que faz um engenheiro sanitarista , olhe o o exemplo tem agua e esgoto , resíduos e utilities (área industrial) :

    http://www.odebrechtambiental.com/areas-de-atuacao/

    como acadêmico de engenharia sanitária tenho obrigação de informar características da minha futura área de atuação .

    grato e obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer foi meu!

      Mas a título de curiosidade, dá uma olhada nesses links abaixo:

      http://www.cfq.org.br/lei2800.htm
      http://www.cfq.org.br/d85877.htm
      http://www.crq4.org.br/titulos_obrigatorios
      http://www.crq4.org.br/default.php?p=texto.php&c=resolucao_normativa_n_16_de_270461

      http://www.crq4.org.br/default.php?p=texto.php&c=resolucao_normativa_n_133_de_260692

      http://www.crq4.org.br/default.php?p=texto.php&c=resolucao_normativa_n_36__de_250474

      http://www.abes-sp.org.br/

      Excluir
    2. Sr. Anônimo:
      Você não consegue compreender que a Engenharia Ambiental veio para complementar a Sanitária, diante de tantos problemas ambientais que enfrentamos diariamente?

      Excluir
  20. A PETROBRAS deveria abrir vagas para engenheiros sanitaristas , é só observar que ela tem atividades relacionadas a recursos hídricos , efluente , resíduos e emissões atmosféricas(deixei bem claro que são atribuições de engenheiro sanitarista), porque não abri vagas nos editais , eu não sei , mas deveria. olhe o exemplo :

    http://www.br.com.br/wps/portal/portalconteudo/meioambienteesociedade/responsabilidadeambiental/!ut/p/c5/04_SB8K8xLLM9MSSzPy8xBz9CP0os3hLf0N_P293QwP3YE9nAyNTD5egIEcnQwsjc6B8JJK8v7-nK1DewNXVw9gcqNyYgG4_j_zcVP2C3IhyAKwzU98!/dl3/d3/L2dBISEvZ0FBIS9nQSEh/?PC_7_9O1ONKG1009QE02LHUS7A11004000000_WCM_CONTEXT=%2fwps%2fwcm%2fconnect%2fPortal%20de%20Conteudo%2fA%20Companhia%2fSeguranca%2c%20Meio%20Ambiente%20e%20Saude%2fGestao%2f

    ResponderExcluir
  21. A Petrobrás que nasceu como orgulho do Brasil, a cada dia está mais vergonhosa! Só para pontuar umas dentre várias ações dos EA da Petrobrás. Em 2001 a 2003, depois de detectado vários danos causados a população de caranguejos nos manguezais do Estado do Rio de Janeiro, principalmente na baia de guanabara, os EAs tiveram a "brilhante" ideia de fazer distribuição de dois milhões de larvas de caranguejo (Ucides cordatus), " inédita experiência de repovoamento de mangues" e que depois se estenderia a outras regiões do país. Essa iniciativa só não foi adiante devido muitos BIÓLOGOS criticar e lembrar que no mangue não vive só caranguejo e há toda uma relação entre os organismos que habitam os mangues (fitoplancton, Zooplancton e outros organismos que interagem entre si), além da gestão genética das populações de caranguejos no litoral brasileiro. Enfim só era mais um "merda" ambiental.

    ResponderExcluir
  22. Essa discussão é muito importante e trouxe muitas informações.Parabéns á todos pela discussão de alto nível!
    Como foi ressaltado várias vezes pelo Fernando, as atribuições que terão que ser desempenhadas pelo profissional que está sendo selecionado com o título de EA, não são exclusivas dessa classe, tanto que admite-se outros profissionais. Então a pergunta que não quer calar-se em mim é: "por que então, a Petrobrás não muda o título do cargo oferecido, oras?!" Quem tiver a resposta, por gentileza manifeste-se e se for funcionário da empresa ou organizadora do concurso, melhor ainda! Gostaria sinceramente de saber!
    Se mudasse o título evitaria toda essa confusão! Pode ser que não seja possível, mas seria bom saber o motivo!
    Unknown, achei muito oportuna sua postagem! Biólogos são extremamente importantes uma vez que além de avaliarem os impactos dos fatores abióticos e as interações entre si no ambiente: quantidade de metais pesados na atmosfera, etc, estuda os impactos bióticos (aumento populacional de espécies que podem tornar-se pragas, decorrentes de impactos ambientais causados por fatores abióticos e/ou bióticos). Como se relacionam: sabe o quê, podem causar nos organismos de animais, plantas e humanos, inclusive á nível celular, embriológico (potencial teratogênico, ou seja, se afeta o desenvolvimento de embriões), carcinogênico, mutagênico (alterando o material genético), etc. É um profissional com amplo conhecimento em relações entre seres da mesma espécie, entre seres de espécies diferentes e destes com o meio ambiente e as consequências nos organismos. O meio ambiente não é o resultado dessas relações? Então por que desprezarem os biólogos?
    Claro que o estudo do Meio Ambiente, não é exclusividade de nenhuma profissão, nem dos biólogos ! Mas sendo assim, por que excluí-los?
    Não existe um profissional completo para atuar sem lacunas com as questões relacionadas ao meio ambiente! Como foi muito bem colocado no blog, o Meio Ambiente é interdisciplinar!
    Algo que tem me preocupado, são vagas de empregos onde percebe-se que procuram por um determinado profissional, entretanto nas funções á serem desempenhadas, você vê que há funções que caberiam á outro profissional de outra área!
    Já vi anúncios chegarem ao absurdo de pedirem biólogos para que além das funções da sua área, cumprissem com funções de marketing (ignorando que há os publicitários para isso) e funções administrativas ( que seriam de administradores)! Ou de engenheiros, geólogos, etc Ou pedindo que esses outros profissionais desempenhem a função que caberia ao biólogo. Muitas vezes eu percebo que essa confusão instalada de atribuições em anúncios de vagas, de grades curriculares de cursos superiores, da falta de capacidade e humildade ou por medo mesmo, dos profissionais de enxergarem os limites de seu campo de atuação e brigas de classes, tem beneficiado quase que exclusivamente á quem contrata e não aos profissionais, pelo contrário, os prejudicam e muito! Seja EA, Biólogo, Eng. Florestal, etc
    Vejo que quando há anúncios que requer desempenhar funções que são de profissões distintas, é sinal que estão contratando 1 profissional para trabalhar por 2 ou até 3! O que claro, para quem contrata, acaba sendo muito lucrativo!
    Acredito ser importante que os profissionais atentem á isso. Que deixem as brigas de lado e reflitam sobre as causas reais e quem está lucrando com isso!
    Costumo dizer que "quando você vê a confusão está instalada, em vez de tomarem medidas simples que resolvam, pioram mais a situação? Só pode haver uma resposta: alguém, ou um ou mais grupos está lucrando com tudo isso!" Não vejo outra explicação.
    Vamos trabalhar em regime de cooperação que todas as áreas se beneficiarão com isso! E vamos deixar essa mania de achar que alguma profissão pode ser melhor que a outra e que capacita os profissionais com super poderes para resolverem tudo, pois nisso, o que acontece é que 1 acaba trabalhando por 3( e claro que recebe por 1) e isso diminui a oferta de vagas, prejudicando á todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonymous, a resposta que a Petrobrás apresentou, é de que as atribuições descritas no edital são EXEMPLOS DE ATRIBUIÇÕES e não todas as que deverão ser executadas pelo aprovado no certame.
      O RH da Petrobrás informou também que o "outras profissões" que consta no edital é parte da definição do cargo de ENGENHEIRO DE MEIO AMBIENTE JR. e se refere a outras engenharias cujos profissionais tenham adquirido todas as atribuições da engenharia ambiental através de pós-graduação, tendo o respectivo CREA concedido-lhe extensão de atribuições, mecanismo muito utilizado nos CREAs.
      Mas concordo que o edital é muito falho nesse aspecto e deveria ser retificado, para dirimir dúvidas, pelo menos.

      Excluir
    2. Paulo, o edital é BEM falho. Não dá para ter certeza da sua afirmação, até pq se levarmos em conta a decisão de 2010, não mudou nada. Na vdd ela fez pior vamos assim dizer, pois em 2010 podiam participar os Biólogos com pós na área ambiental.

      Nesse aí ela deu brecha para qualquer um, já que "outras formações na área ambiental", não foram "outras engenharias". Depois que lembrei da questão da isonomia comecei a pensar que a provocadora mesmo e intencionamente mesmo é a Petro.

      Excluir
    3. O negócio é aguardar o fim dessa história para ver no que vai dar. Que acabe bem para todos.

      Excluir
  23. Fernando, independente de qualquer opinião foi bom ler o seu texto.
    Sou engenheira ambiental e concordo com o recurso dos biólogos, afinal vcs questionaram as atribuições do cargo e NÃO o cargo de EA.
    O erro não é de ninguém mais do q a banca organizadora do concurso ou do responsável da PETROBRAS pela análise do edital, que ou não soube especificar e detalhar as atribuições do cargo ou realmente a vaga pode ser de um biólogo.
    Creio q se a 2ª opção for a certa, eles irão alterar o nome do cargo.
    Então, acho uma grande perda de tempo o pessoal ficar discutindo este assunto q somente a justiça e a PETROBRAS poderão resolver!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarah, vc foi asssertiva. Mas como lembrei hoje, acho que se ela acrescenta o nome Biólogo lá, ela vai acabar arrumando um problema para ela. Todos os Biólogos vão pedir isonomia salarial, e por isso a Petro está deixando isso.

      Deve pensar: Eles que se matem, e nós ficamos aqui quietos srsr

      Excluir
  24. Fernando, já sei onde está o erro:

    http://www.petrobras.com.br/pt/quem-somos/carreiras/profissoes/engenheiro-a-de-meio-ambiente.htm

    kkkkkkkk ... E o povo vai acabar se matando nesta disputa sem noção.
    Mesmo se os biólogos puderem concorrer com os engenheiros, o mérito será de quem estudar e passar. Então pessoal que fará a prova: corra, o tempo de vcs está passando mto depressa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc viu a nota? srsr

      "Atenção"

      "As informações acima têm por base os requisitos do último processo seletivo realizado para o cargo. Os requisitos de escolaridade para cada cargo podem sofrer alterações de um processo seletivo para o outro e são publicados nos editais de cada processo."

      É, por aqui já se nota que podem aceitar outras profissões em concursos futuros...

      Excluir
  25. Vamos lá, sem ódios e representações falsas de uns a respeito dos outros... eu posso falar bem porque sou engenheiro ambiental e ocupo esse cargo na Petrobras. Conheço biólogos que têm esse cargo, mas a maioria que passou no meu concurso era engenheiro ambiental. Não foi à toa: pela nossa formação, sabíamos melhor a matéria do concurso. Simples assim.
    Se me perguntarem: "biólogos podem exercer as funções de engenheiro de meio ambiente na Petrobras?", eu direi: podem. Nós somos, na grande maioria do tempo, gestores de contrato e assessoria técnica. Não fazemos projetos de engenharia. Lidamos com grandes volumes de dados, mas de uma forma que biólogos também sabem fazer, às vezes muito bem. Biólogos não têm um estudo tão completo para lidar com gestão de emissões atmosféricas, efluentes e resíduos, embora se sobressaiam no manejo de biodiversidade, RAD e em qualquer coisa que envolva bio: biorremediação, compostagem, tratamento biológico de efluentes etc. E um biólogo inteligente pega a manha de fazer o resto, estudando um pouco. Tem uns biólogos que são monstros da computação e da programação na empresa, por exemplo.
    Portanto, não, eu não compraria briga com a Petrobras para excluir os biólogos desse concurso. Mas posso compreender (não justificar) as motivações de quem faz isso pelo seguinte:
    1) engenheiros ambientais lutam para se firmar no mercado, pois somos desconhecidos, sub-utilizados e todo mundo mete a mão nas nossas atribuições, não só biólogos;
    2) já existe o cargo de analista ambiental na Petrobras e biólogo pode prestar concurso para esse cargo. Engenheiro ambiental, salvo engano, não.
    O melhor caminho é o diálogo e aproveitar as capacidades de cada um, creio eu. E acho que o Brasil precisava mesmo era diminuir essas reservas de mercado que existem, em todas as áreas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais fake que esse perfil de engenheiro derrotado fazendo comentário só o dono desse blog (mas ambos são as mesmas pessoas) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o cara se vale até de fakesinho pra sustentar as doideiras que fala pqp....

      Excluir
  26. Fernando, gostaria de agradecer sua contribuição. Foi esclarecedora e sem malícia.

    Leia a atualização que fiz depois do seu comentário.

    ResponderExcluir
  27. Legal, virei parte do texto principal, hehe. Acho que você conseguiu resumir bem as questões que foram levantadas aqui, olhando ambos os lados, e ficou um bom retrato do que é a situação das profissões ambientais hoje, tendo como pano de fundo o concurso da Petrobras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que sim também, e tenho comigo que com seu depoimento, essa discussão está encerrada.

      Excluir
  28. Sei não, hein Fernando? Muito conveniente o depoimento do suposto Engenheiro Ambiental da Petrobrás. Conveniente para o CFBio, conveniente para a Petrobrás, conveniente para os biólogos...
    Sem o nome completo, nem informação do posto de trabalho para confirmação da fonte...
    E-farsas nele...kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual reação acha que tive? Estava lá eu aprendendo na sala sobre mecanismos de fossildiagênese, mineralização de organismos, difenciação de rochas, fósseis e correlatos quando recebo um "bip" no meu celular. Para cada comentário a ser moderado, recebo um aviso no e-mail.

      Reações:
      1ª) Oh my God!
      2ª) Não tô entendendo!
      3ª)Não será fake?
      4ª) Não posso deixar de resolver essa discussão.

      Pensei as mesmas coisas, porém, é fácil imaginar um anonimato. Imagine qual seria a reação de alguns colegas sabendo quem ele é e postar isso. Só pq ele se dá bem com colegas Biólogos, não dá para saber se os outros aceitaram de "boa" a mesma situação. Perseguição? Prudência? Mentira? Lenha na fogueira? Biólogo mentindo?

      Pensei inúmeras possibilidades, até que poderia ser vc srssr Pensa que não fui cassar algum Fernando nas colocações da Petrobrás? Não achei, mas tb não fui tão investigativo e nem podemos afirmar que esse é o seu real nome.

      Mas como bom advogado que deve ser, acredito que já viu muito esse conceito: "In dubio pro reo".

      Ainda acho que a Petro desistiu fácil demais da ação de 2010 (existiam mil possibilidades dela provar o contrário) e com esse edital atual... Tem coelho nesse mato!!!

      Excluir
  29. Não entendo. Por que uma vaga com o titulo de ENGENHEIRO pode ser ocupada por um BIOLOGO? Realmente, não sou engenheiro ambiental nem biologo. Mas se a vaga pode ser ocupada pelas duas profissões, esse titulo não devia ser mudado. Como, sei lá, ANALISTA ou GESTORES de meio ambiente! Eu, entendo que se o titulo diz ENGENHEIRO, precisa de engenheiro. Sei que os biologos tem uma área abrangente. Mas quando uma vaga com o titulo de ENGENHEIRO aceita biologos, não está dizendo que os dois fazem as mesmas coisas? Para mim está desvalorizando as duas profissões. Ou não se sabe a diferença entre as duas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, apesar da discussão acima poder eximir quaisquer dúvidas sobre seus questionamentos, volto a respoder pq se pode concorrer.

      A questão sobre fazer as mesmas coisas é muito simples. Um concurso diz o que esse profissional vai fazer nas atribuições de cargo. Nenhum cargo público pega um profissional e se utiliza de todo o seu conhecimento. Um médico de posto de saúde não é contratado para clinicar, fazer cirurgias e assumir um hospital administrativamente ao mesmo tempo. E esse concurso disse que o que ele iria fazer é uma área comum a várias profissões, não só a de EA ou Biólogo.

      Se for pela sua linha de pensamento, o cargo de Gestor Ambiental também só pode ser ocupado por Tecnólogos e Bacharéis em Gestão Ambiental. Perceba que o título da vaga não o torna o ocupante da mesma em um engenheiro, mas sua função em si não será de áreas que só um engenheiro faria, por isso a possibilidade.

      Se acha absurdo, pode acompanhar no Brasil inúmeras situações semelhantes, mas esse caso só se tornou grande pq tem gente que acha que só esse ou aquele profissional é capaz de gerir algo.

      Tome como exemplo isso aqui: http://www.sinbiesp-biomedicina.com.br/noticias/susam-reabre-inscricao-de-concurso-no-amazonas.html

      Excluir
  30. Saiu o resultado pessoal.

    Dentre as formações que conseguiram passar, temos engenheiros ambientais, sanitários e ambientais, agrícolas e ambientais, Recursos Hídricos e do Meio Ambiente e até mesmo Florestais. Temos pessoas formadas em Biologia, além de Advogados especialistas em Meio Ambiente.

    Notar que quase todos possuem pós, seja especialização, mestrado ou doutorado, e os que não possuem, são recém saídos da faculdade.

    Até a próxima. ^^

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Saiu o resultado pessoal.

    Obviamente nenhum biólogo foi aprovado dentro do quadro de vagas. Tentem aprender a resolver algumas equações diferenciais parciais ou até mesmo ordinária antes de tentar adentrar no nosso mercado.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde João.

      Não sei de qual concurso você se refere, mas o da postagem, e que já tem mais de um ano e vc está bem atrasadinho, passou Biólogo sim cara... assim como o anterior... Dá uma olhada nos comentários acima do seu. Devem ter ocorrido mais concursos, mas sei lá, só publico quando vejo necessidade e meus leitores pedem, e não fico perdendo tempo caçando problema com os EA.

      De qualquer maneira, se vc acha que é o bom em cálculos, pq não vira professor de matemática? Pois ao que parece, engenheiros devem saber mais de cálculos que matemáticos... Melhor, da maneira que alguns de vcs falam, só vcs entendem de cálculos. Falavam isso do Arquiteto tb, mas agora eles levantam casas do mesmo jeito... estranho não?

      Se vc se refere ao mercado de engenharia de verdade, o Biólogo não deve concorrer mesmo, agora se você está falando de Meio Ambiente, me desculpa, mas sua carreira cheira leite em relação aos Biólogos e quem apareceu depois é que adentrou em algo.

      No demais, se a Petrobrás reconhece a possibilidade do Biólogo concorrer, só lhes resta passar, nada mais.

      Excluir
    2. kkkkkk que cara tosco. Equações diferenciais parciais ou ordinárias servem apenas como apoio para algumas disciplinas durante o curso de engenharia, e nem todas as instituições até renomadas como a Unicamp utilizam esta disciplina como obrigatória na grade curricular. A maioria dos alunos se esquece dela logo após cursar outras disciplinas. Dificilmente se usa esses cálculos nas principais áreas em que os engenheiros atuam. Vai dá uma de intelijegue em outro lugar, rapaz.

      Excluir
    3. Concordo que os biólogos entendem pouco de Gestão Ambiental como um todo. São poucas as universidades que ministram em seus currículos de biologia disciplinas obrigatórias sobre química e controle ambiental, geoprocessamento, tratamento de água e efluentes, alguns cálculos mais específicos,licenciamento ambiental e até legislação. Mas nada melhor que uma pós-graduação para resolver esse déficit, já que o curso de biologia tem um foco maior sobre o estudo dos seres vivos e trabalha mais com pesquisa e saúde.

      Excluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Sr. Fernando, sinceramente acho que você não sabe qual a função profissional de um Eng. Ambiental e a de um Biólogo de acordo com a formação de cada um. Se informe primeiro para não passar vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Danilo. Obrigado por comentar. Na verdade eu sei sim, pois estudo as profissões há anos, além de ter trabalhado em um conselho de fiscalização profissional, além de ter CRBio, CREA e ainda posso ter o CRQ, Fora a consultoria que presto a colegas biólogos e técnicos de graça com meu trabalho. A Engenharia Ambiental tem poucos anos de história, não tem legislação própria (como químicos ou agrônomos por ex.), são abarcados pelo CREA e CRQ e suas áreas estão regulamentadas por resoluções normativas desses conselhos. Vergonha só passa quem comenta sem saber o contexto e história das profissões!

      Excluir
  35. aos desinformados , nós somos a engenharia da era moderna tendo como principal missão , interagir desenvolvimento humano ,industrial ,agronegocios e disposição de resíduos ..... isso é o que somos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como muitas outras profissões...

      Excluir
    2. E aí, Fernando Cesar, como vai? Depois de 2014 não conversamos mais aqui. Os debates foram interessantes naquela época. Dias atrás, observando o mar de lama em que mergulharam a Petrobrás, lembrei dos comentários aqui e de como víamos com tanto orgulho essa estatal, enquanto ela era espoliada e nem sabíamos. Claro que a Petrobrás ainda é uma das maiores reservas tecnológicas do país, graças ao alto nível de seu quadro de funcionários, mas parece que até os concursos para essa empresa perdeu um pouco o glamour...kkkkk. O que acha? Abraço.

      Excluir
    3. Olá Paulo, tudo bem?

      Acho a mesma coisa que você rssr

      De vez em quando aparece um desavisado aqui e faz algum comentário sem ler tudo, o que o faz postar fora de contexto. E por falar nisso, a ação que deixa o Biólogo concorrer na vaga teve nova decisão em favor dos biólogos no TRF... mas sinceramente, já enjoei dessa história srrs O argumento contra os biólogos é o mesmo que eu usaria se fosse eu o engenheiro, mas acontece que o argumento fica prejudicado justamente pelo corporativismo dos civis e mecânicos dentro do CONFEA, por exemplo. É muita regulamentação centrada em poucas profissões. Já vi EA nos EUA construindo novas tecnologias para geração de energia renovável, motores de carros econômicos e tal, assim como Biólogos serem muito respeitados lá fora, o que não ocorre no país da biodiversidade. Mas tudo isso não ocorre no Brasil para manter a reserva para poucos...

      Excluir
    4. Baby, amore. Ainda posta neste blog. Seu perfil é conhecido. Espero que leia a resposta. Vamos lá. O que é engenharia ambiental? É um engenheiro capacitado para evitar danos ao meio ambiente causados por ações humanas. Diferente do engenheiro sanitário, o ambiental não pode assinar projetos de engenharia sanitária, salvo raríssimas exceções em outras sub-áreas de outras áreas - licenciamento ambiental e recuperação de áreas degradadas, por exemplo. É um gestor mais calculista, embora seja esta a profissão que menos emprega. A maioria das empresas usam o engenheiro civil para assinar seus projetos. O engenheiro ambiental veio a somar com seus conhecimentos de documentos ambientais para concessões de alvarás, prevenção de impactos ambientais, etc. Resumindo, é um Gestor mais preparado do que tecnólogos e outros bacharéis ou licenciados com especialização em gestão ambiental, de fato.

      Agora que você já relembrou as principais atribuições da ''sua'' profissão, se é que você é estudante ou é formado, sei lá, vamos ao assunto da página. O que é um sistema de gestão ambiental na Petrobrás e em outras empresas? Nada mais é do que administrar todas as atividades que podem causar danos aos meio ambiente e prevenir ou precaver possíveis impactos através de processos de gestão. Pura administração. Conhecer muito bem de legislação ambiental, ter noções dos principais fatores que envolvem atividades humanas causadoras de impactos no meio ambiente, um conhecimento bem básico de química orgânica, processos químicos e propriedades químicas, um pouco sobre geologia, saber estatística e de cálculo diferencial e suas derivadas, noções de saneamento ambiental; e o resto está dentro da gestão ambiental como assuntos específicos, ou seja, área da administração: legislação, contabilidade, auditoria, relatórios, análises, marketing, riscos ambientais, etc. Depois dessa aulinha, diga-me, em qual dessas áreas entram os procedimentos técnicos da engenharia em si: tratamento de resíduos - bem executados pelos químicos e engenheiros químicos, por sinal -, hidráulica, operações unitárias, análises físico-químicas, controle ambiental em geral, etc.? Saiba que diversos profissionais atuam nessas áreas técnicas e são até bem mais preparados para atuar com controle ambiental e saneamento do que engenheiros ambientais. Portanto, os cargos de Gestor Ambiental na Petrobrás e em diversas outras empresas podem ser ocupados até mesmo por Tecnólogos em Gestão Ambiental ou Saneamento, embora a Petrobrás não aceite tecnólogos. E por todos que tenham uma pós-graduação em Gestão Ambiental.

      Excluir
  36. Parabéns pela postagem e pela conquista. Em tempos como os de hoje, as pessoas esquecem da humildade e da generosidade e tentam a todo custo atacar seu próximo. Sou aluno de Gestão Ambiental e tenho muito respeito por meus colegas engenheiros ambientais e biólogos! Não quero roubar cargo de ninguém nem assumir tarefas que não competem a minha formação. Planejo seguir no ramo de auditoria e certificação, coisa que biólogos e engenheiros também fazem. Eu e outros acadêmicos só queremos uma coisa: conhecimento e o que é meu por conquista. Como diria a famosa música: cada um no seu quadrado.
    E parabéns, novamente, pela vitória, senhores biólogos. E aos amigos Engenheiros Ambientais: mais humildade!

    ResponderExcluir
  37. Esse é um dos problemas no Brasil, os profissionais da Biologia são muito pacíficos e deixaram que outros cursos tomassem para sí o que sempre foi da biologia por direito... na minha opinião, a culpa é do CFBio e dos Biologos formados que nunca questionaram ou sequer fizeram qualquer tipo de protesto para defenderem o que era seu. Só quero salientar que a EA deveria ser uma extensão da Biologia, ou seja mais uma materia que sai da Biologia como: Biomedicina, Bioinformática, Biologia de organismos aquáticos, Biologia molecular, Genética e biotecnologia, Gerenciamento costeiro (não li o edital da Petrobras mas acredito que se encaixe nisso), Meio ambiente, Microbiologia, Zoologia. O CREA é um conselho muito forte no Brasil e super valoriza os profissionais de sua responsabilidade, mas isso não justifica querer impor que uma Engenharia Ambiental seja mais importante que um Biólogo por exemplo. Ou que um Engenheiro possa ser administrador de uma empresa, coisas desse tipo ja vi aqui em São Paulo e que me enjoam, não se respeita o espaço um do outro. O CFbio demorou a acordar, ou se quer acordou para estas questões e agora que outra área (CREA) ocupou o terreno não vai querer largar o osso. Infelizmente o Brasil é assim. Alguém aí já deve ter perguntado pq o Brasil não da certo!? Esse é só um pequeno exemplo de falta de ética e respeito que existe no país, só falasse de ética e decência quando os problemas não afetam a sua área de atuação, mas quando vai mexer no seu bolso, não importa se esta certo ou errado, o importante é defender o seu... Mas enfim esse é o Brasil dos brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saulo diz: a EA deveria ser uma extensão da Biologia, ou seja mais uma materia que sai da Biologia.
      Minha reação: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ta zoando né? Biologia é humanas cara, não adianta negar, engenharia é exatas, trabalhamos com numeros e possibilidades, biologos trabalham com bichinhos e coisas mediocres, pqp....

      Excluir
    2. Aham... coisinhas medíocres... aham... humanas... conte-me mais o que os caras do seu curso aprendeu nas disciplinas Me viro sozinho I e II...

      Excluir
  38. Entao mude o nome do cargo da petrobras para analista ambiental. Att. Lorna Falcao

    ResponderExcluir
  39. Tem muita gente idiota nos comentários, como já era de se esperar. Mas o texto também não fica atrás. Não vejo muito argumento que preste nele. Pobrezinho e com umas comparações medíocres.
    Se todo concurso que abrisse pudesse ser feito por qualquer área,imagine a zona. Para quê se formar estudando matérias "mais difíceis" por 5 anos se eu poderia fazer um que durasse 2 e com um esforço menor para me formar e entrar no mercado de trabalho mais cedo?
    Se a capacidade para fazer a prova fosse baseada no medo da concorrênica, ele podia falar todas essas asneiras que ele diz aí no texto.

    O biólogo é um ótimo profissional, o respeito muito. Não estamos brigando para retirar seus direitos, não queremos é que tirem os direitos dos Eng. Ambientais. Não pode fazer o concurso e acabou. Sem discussões mesquinhas do tipo. Assim como não devemos fazer concurso para biólogo e pronto (não me venha argumentar sobre capacidade, a questão aqui é o espaço de cada um).
    Agora se vc achá que chegou primeiro, vou botar você pra estudar um pouco com os índios e fazer vc entender com quantos paus se faz uma canoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não viu argumentos e tb não os refutou... hmmm. As comparações só foram feitas em resposta a coisas muito piores, como as postagens da ANEAM.

      Excluir
  40. Boa tarde! As Ciências biológicas e a deontologia se revelam fundamentais ao cuidado com nosso patrimônio humano, cultural e até econômico. Mas não entendo por ser novo, não em idade, pois beiro os 60 anos e o que vejo é uma realidade diferente a exemplo de Mariana (MG). Das atividades no entorno da Baía de Guanabara, como a mineração que retira areia de buraco bem próximo a PETROBRAS, junto ao pedágio na Rodovia Santos Dumont. Ao tentar recursos junto ao CRPM e DNPM, disseram que a atividade não tem nada a ver com tais órgãos, Ministério das Cidades e nada ... Então encontrei essa janela aberta e peço uma ajuda!!! Fernando a região em questão fica a menos de 3 km dos dutos e reservatórios da PETROBRAS em Campos Elísios!!! Poderia olhar no GOOGLE MAPS e detonar um processo junto a PETROBRAS!!! Temos outro risco que são explosões sucessivas no entorno para atender a demanda (possivelmente) na construção da duplicação da Niterói-Manilha e COMPERJ. Fato que nos remete ao desastre na Barra da Tijuca com aquele prédio construído com areia salgada.... Magé é uma área de preservação permanente e vem sendo implantado um grande desmanche de patrimônio do IPHAN e EAPAC, galera vamos nos unir pela causa? Ajudem esse velhinho mecânico a cuidar de NOSSA MICROBACIA RHGB - VALDEMIRO MEMBRO DO COMITÊ GESTOR DE MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS - COGEM C. GRANDE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contate o Ministério Público... acho que eles são a melhor opção para averiguar a questão...

      Excluir
  41. Estudar engenharia ninguém quer ne? Pqp, os caras podem falar o que quiserem do meu curso (engenharia ambiental e sanitária e engenheiro civil) tô ganhando bem pra caralho, biólogo não tem expressividade nenhuma fora do campo acadêmico de pesquisas e fora do setor público, na vdd biólogos nem existem no setor privado kkkkk fala sério, não vou nem perder meu tempo discutindo com um profissional inferior a mim, o biólogo nasceu pra ser empregado do engenheiro kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não vai nem perder tempo... mas está aqui perdendo tempo em uma publicação de 2014... Biólogos não tem expressividade no setor privado? Bom, diga isso pras donas do local que estagiei, que por sinal tinha um monte de engenheiros empregados delas... Mas isso não as torna melhor nem pior...

      Excluir
    2. Ué, se vc for dono do seu próprio negócio qualquer um tem expressividade, até quem forma em teologia pode contratar um engenheiro desde que tenha dinheiro pra pagar, quero ver alguém contratar biólogo pra alguma coisa kkkkkkk

      Excluir
    3. Vou desenhar para vc. No local que me referi, eram 80 funcionários. Quase 50% biólogos graduados, especialistas, mestres e doutores. Os outros 50% eram bem diversos, entre eles oceanógrafos, químicos, farmacêuticos, médicos veterinários, tecnólogos de alimentos, cosméticos, biomédicos e claro, engenheiros ambientais e químicos... bem vindo ao mundo real :)

      Excluir
    4. Fala aí onde vc trabalhou??? que lugar milagroso e fantasioso é esse que perde dinheiro contratando biologo kkkkkkkkkkk "bem vindo ao mundo real :)" Disse o cara que finge ter um CREA mas não fala sua formação por medo de denuncias kkkk denunciar o que??? o que vc fez de ilegal??? fez uma materia em um blog falando mal de engenheiros??? entra na fila pq blogs de quimicos e arquitetos nutrem essa mesma inveja que vc tem dos engenheiros a mt mais tempo que vc e nunca foram sequer denunciados kkkkk apesar de quimicos e arquitetos serem formações úteis e de verdade né... e ainda podem ser considerados curso superior, mas eu sei q vc é só mais um dos 70% dos desistentes no curso de engenharia.

      Excluir
    5. O local que eu trabalhei diz respeito somente a mim, ao meu currículo e aos locais que podem me contratar. Mas recentemente ela foi adquirida por uma multinacional australiana... mas vc tem uma certa fixação pelo meu CREA, né? Minha cara está aí, com nome e tudo. Vc é só um anônimo frustrado com algo que só sabe dizer mais do mesmo... ou seja, nada.

      Excluir
    6. Vc não fala pq é tudo mentira de um mitomaniaco com fixação por engenheiros (mais especificamente o EA) e pelo CREA em sí, cara CREA de engenheiro é a coisa mais facil de conseguir e nem isso vc consegue kkkk depois eu q sou o frustrado, só olhar esse seu texto no blog e suas invenções que rapidamente concluimos quem é o frustrado....

      Excluir
    7. Sua cara está ai sim, desde quando CREA tem foto??? kkk e seu primeiro nome está sim, fala o resto, mitomaniaco kkk

      Excluir
    8. Acompanhe meu blog, quem sabe vc descobre onde trabalhei hahaha ainda bem que tenho colegas EA que são mais evoluídos que vc. Não tenho fixação por engenheiros kkk tem mais de 100 publicações e apenas 2 ou 3 citam a engenharia e a única publicação com reclamação foi essa, e isso depois de uma chuva de EA enchendo os biólogos, logo, vc está atrasado, comentando em um local errado e sem conhecimento de causa... se vc me conhecesse sabe que eu mesmo já defendi EA em um blog de um certo engenheiro florestal que detonou vcs... vai caçar o que fazer. Se preocupe com os engenheiros químicos, florestais e agrônomos... já que esses vc acha que são profissionais de vdd. Eles estão trabalhando e vc aqui discutindo sobre um assunto mais do que passado...

      Excluir
    9. Cara, não preciso me preocupar c esses outros tipos de engenheiros, até pq tbm sou civil, sanitarista, pós em georreferenciamento e to concluindo a eng de segurança do trabalho, se juntar todas as minhas minha atribuições não precisa dizer mais nada né kkkkk e disputar com engenheiros é até saudável e válido, todos eles saíram de um curso que não alimenta vaidades, cursos complexos com altos índices de desistência, cursos objetivos. O que não rola é disputar com gente que nem merece reconhecimento profissional igual biólogo, eu e 99% dos engenheiros somos contra esse tipo de profissional no mercado, mas temos q aturar, não adianta, são profissionais com uma baixa expectativa de lucro, então abraçam qualquer oportunidade de ganhar uns trocados, executam porcamente os serviços e cobram preços baixíssimos, são carniceiros, não os respeito por isso, aqui na minha região eu só soube até hoje de uma biologa que começou a trabalhar fora das salas de aula (com paisagismo e licenciamento kkkkkkkkkk) mas rapidamente teve que buscar as salas de aula novamente pois foi engolida pelos engenheiros, o pouco tempo que ela atuou ela só fez cagadas, eu não defendo os EA em especifico... eu defendo a classe de engenheiros, pois só quem estudou nesses cursos sabe como é de verdade, e ter que disputar mercado com pessoas que nem profissionais da área são é tenso, biologos não tem merecimento, vc cita engenheiros em quase todas as suas publicações, desde piso salarial até disputa de atribuições, só dar Ctrl F que vc acha em 90% das suas postagens a palavra engenheiro, quanto ao eng florestal que defeca pela boca em seu blog, se for quem eu estou pensando, ele é um coitado, não possui propriedade alguma do que fala, mal sabe suas atribuições e quer falar dos outros, vive sendo massacrado por agronomos, EA, EAS e EF, foi aluno de um professor meu, o cara teve que pagar para formar pq não sabia nem executar calculos de nivel primário, não tem nem emprego, por isso ele perde tempo em blog falando mal dos outros profissionais, igual vc faz, eu tenho muito o que fazer sim rapaz, só que não sei se vc percebeu mas o mês de abril é recheado de feriados, eu sou funcionário público e tenho uma empresa de engenharia com um sócio, quer o que? melhor vir aqui defender minha classe do que ficar parado, e outra, esse aqui é um espaço para comentários, com direito a resposta ainda, é um local de debates, não faz sentido vc mandar alguém caçar o que fazer e parar de comentar, senão é só vc desativar os comentários para esse tema, vc tem poder pra isso.

      Excluir
    10. a vaidade está em quem acha que possui melhor curso que os outros... e sobre desistências, já disse outro dia aí que 20% dos que começaram comigo terminaram a graduação... bom, mas já está tudo explicado pq vc acha bicho de 7 cabeças biólogo trabalhando no mercado... mora em algum cantinho do Brasil onde ainda impera os sobrenomes das pessoas...

      Venha para a cidade de São Paulo, capital econômica do Brasil e descubra que tem Biólogo em tudo quanto é canto... Nem todos se formam em licenciatura. Eu sou bacharel e nunca cheguei perto de escolas e mesmo assim, dar aulas tb não é demérito. Se foi opção e não o que sobrou, é tão digno quanto.

      Ctrl F serve apenas para pesquisar na tela atual. Mas vamos lá, em 118 publicações são feitas exclusivamente 2 publicações em discordância com engenheiros. Os links descritos nas abas são apenas os de séries exclusivas, como entrevistas ou informativos sobre direitos, logo, vc não pode dizer que 90% do meu blog fala de engenheiros. Vá clicando em publicações anteriores até ler os 118. Sobre pisos salariais, o blog cita vários, até dos técnicos em radiologia. Isso pq temos um PL sobre o assunto em questão, logo, é mais do que natural citar o piso de outras categorias, inclusive a dos engenheiros e que por sinal é a mesma legislação para os vets, químicos... então, sim, eu vou citar os pisos e leis de várias profissões por causa do nosso PL.

      Sobre o engenheiro florestal que falei que talvez você conheça, ele é do nordeste... teve uns problemas com uns órgãos, foi multado e processado... mesmo assim fica latindo o que agrônomos, biólogos e engenheiros ambientais podem ou não fazer srrs

      Mas sério, abra sua mente. Se você não conhece biólogo trabalhando fora das salas ou mesmo na área ambiental, procure nos quadros das grandes empresas, como a ARCADIS.

      Excluir
  42. O bom é velho textão, só pra mostrar a "segurança" dos "profissionais" biólogos kkkkkkkkkkkkk eu não me preocuparia de disputar vaga com biologo, se eu perder pra um jogo meu CREA fora kkkkk é bem vdd que quem estuda passa, independente do curso, mas pelo menos meu curso é de verdade né, já biologo nasceu pra ser empregado de engenheiro kkkkkk nosso curso é mais novo pq o patrão de vcs demorou a chegar só isso, agora ele tá aqui kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, a título de curiosidade, seu CREA não te torna mais capaz, já que eu por exemplo, também tenho CREA. Você deve ter tirado 10 nas disciplinas de arrogância I, II e III, não é mesmo? Só seu conhecimento e capacidade de empreender te torna o patrão cara, não seu título. Se fosse assim, não teria tantos amigos engenheiros desempregados... Agora vai lá e leia mais posts do Blog pra entender o contexto da publicação e para de fazer comentários atrasados há pelo menos 3 anos...

      Excluir
    2. Eu tambem estou comentando atrasado, eai??? se não quer comentários é so apagar a postagem senhor futuro(ou atual né kkk) fracasso no mercado de trabalho, vai fazer um curso de verdade cara, seu curso já nasceu morto, só comparar o piso salarial vcs ganham menos que balconistas de farmácia...

      Excluir
    3. Vc não tem CREA não cara... para de mentira, seu sonho é ter um, só que vc não tem capacidade de tirar um, vc sonha em andar com um crachá escrito "engenheiro" vc ma certa é um desses burros que tentam engenharia e desistem, pra depois fazer um curso mais facil (beeeeem mais fácil) e sair latindo besteiras na net, até tecnólogo é melhor que vcs, eles são mais merecedores de titulo de bacharel do que os biologos...

      Excluir
    4. Eita... meu, o CREA é só um número. Eu tenho sim, e daí? Muda algo na sua vida? Vc se sente irritado com o fato? Cara, não tô muito preocupado com o salário do engenheiro, até pq estou em uma empresa que me contratou junto com um engenheiro e para a mesma função haha Isso pq tenho bagagem e conhecimento... Isso muda algo? Na minha vida nada, e na sua? Seu ego precisa diminuir, hein?

      Excluir
    5. Fala qual sua formação pra ter CREA, vc que se sente irritado com pessoas que tem CREA. biologo ganhando igual engenheiro e realizando as mesmas funções???? nunca nesse mundo kkkkkk vc tem bagagem e conhecimento em que? pelo q vi no seu blog vc n tem mt tempo de formado até pq vc escreveu esse texto carregado de ressentimento e frustração quando ainda era estudante, biologia não dá bagagem pra ninguem alias, fala ai senhor "tenho um CREA só q não quero falar" qual sua formação??

      Excluir
    6. Eu não me sinto irritado com quem tem CREA... e pelo tempo de bagagem, vc acha que eu tenho 20 anos e que saí do ensino médio e fui direto pra faculdade? hahahaha vc pode imaginar que se tenho CREA antes mesmo do meu CRBio eu já trabalhava né? 12 anos de trabalhos meu caro, comecei cedo. E já sou especialista... pós-graduação. E não dessas de 400h, minha pós tem 1920h do tipo treinamento em serviço... Essa mesma pós tinha tecnólogo como vc gosta de dizer srrs, químico, biomédico, farmacêutico, engenheiro...

      Excluir
  43. Como aparentemente vc desativou as respostas para o que eu disse, como um bom covarde, eu não sou de um cantinho isolado do Brasil e não julgo as pessoas pelo lugar onde nasceram, vc fala da desistencia em biologia, mas não fala o que motiva as desistencoias no seu curso e no curso de engenharia né? kkkkk eu sou do Rio e trabalho em SP interior, não venha dar uma de "menino da cidade grande" pra cima de mim não colega kkkkk sei bem como o mercado funciona...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uai, como assim desativei comentários? está aí seu comentário... os motivos da desistência são os mesmos para quaisquer cursos em todas as áreas do conhecimento. Não é o que se pensa, pessoais, não se identifica e sim, tb tem gente que acha que é fácil e não passa nem mesmo pelo 1º semestre sem reprovar em 90% das disciplinas... vc não julga de onde vieram, só pela graduação, ok sr. Não importa se vc é do RJ e trabalha no interior de SP, se não tem biólogo aí trabalhando ou é pq é muito pequena ou pq não tem mercado de trabalho... pq não me diz que cidade é? rsrsrs conheço bastantes cidades do interior, como Itapeva, Itararé, Capão Bonito, Guapiara, Ribeirão Grande, Ribeirão Branco, Iporanga, Apiaí, Riversul, Taquarituba, Itaberá, Itapetininga, Sorocaba, Botucatu, Holambra, Serra Negra, São Manuel... dessas cidades, algumas estão na região menos industrializada do estado. E mesmo nessas conheço biólogos trabalhando, seja em indústrias, laboratórios... realmente não sei que mundo encantado de reis engenheiros vc vive...

      Excluir
    2. Engraçado, eu falo muito a meu respeito, te informo até meu numero de CREA pra consulta se quiser, falo cidade, nome e endereço, mas me diz em que vc é formado pra vc ter CREA, só isso kkkkk "realmente não sei que mundo encantado de reis engenheiros vc vive... " sim no mesmo mundo encantado de uma pessoa que finge que tem CREA...

      Excluir
    3. Seu covarde, pq não divulga meu ultimo comentário onde eu disse que se vc me dissesse sua formação para ter CREA e seu nome todo para consulta, eu te dava meu nome, numero de CREA, cidade onde moro e até link de perfil no facebook pra vc comprovar, vc quer saber demais de mim mas fala pouco de vc...

      Excluir
    4. Hey srsr eu não tenho só o blog, sabia? rsrs eu não quero saber quem vc é, só pedi a cidade pra ver se não conheço nenhum biólogo nela... Meu CREA está inserido entre as trocentas profissões que eles registram... contente-se.

      Excluir