quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Ministério da Saúde ignora Biólogos em Doenças Raras

Apesar de sabermos que um dos profissionais que mais entende, se não o que mais entende sobre Genética ser o Biólogo, o Ministério da Saúde resolveu excluir os mesmos da Politica sobre Doenças Raras.

Hoje foi publicada a Portaria Nº 199, de 30 de janeiro de 2014 que Institui a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, que aprova as Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e institui incentivos financeiros de custeio.


Ano passado o blog indicou a consulta pública sobre o assunto através de e-mail, recebendo resposta direta de agradecimeto do CFBio inclusive. Nós que enviamos, não temos dúvidas que fomos ouvidos, pois alguns CRBios publicaram informativos sobre o assunto com parte do corpo do e-mail enviado por nós.

A frase "O quesito 5 do documento 'Recursos Humanos do Serviço de Atenção Especializada em Doenças Raras' coloca médicos e enfermeiros como indispensáveis. Em dado momento, citam o médico geneticista clínico como ÚNICO aconselhador genético", por exemplo, é de nossa autoria.

Veja exemplos abaixo do que foi divulgado na época:


Porém, mesmo com muitos CRBios divulgando, o CFBio sabendo, e sabe-se lá quantos mais Biólogos envolvidos com Genética Laboratorial e Aconselhamento Genético, não fomos incluídos na portaria em questão.

O que nos resta? Aconselhamento Genético é uma área do Biólogo, inclusive citada em resolução do CFBio. Muitos locais como a USP, possuem Biólogos fazendo o Aconselhamento Genético, assim como o é em muitos países.

O ATO MÉDICO não deixou como exclusividade o Aconselhamento Genético.

Para mostrar que não somos impotentes diante desse descaso do MS em relação aos Biólogos, demosntramos aqui nossa indiguinação!

Estamos enviando e-mails com o link dessa postagem para o Sistema CFBio/CRBios, para a Sociedade Brasileira de Genética, e para Biólogos Geneticistas do Instituto de Biociências da USP. Se souberem de mais Biólogos Geneticistas que fazem Aconselhamento Genético, por favor enviem aos respectivos departamentos.

Para ter acesso a Portaria, clique aqui.

!!!Biológos também fazem Aconselhamento Genético!!!

10 comentários:

  1. De novo? O que falta acabar a biologia de vez, somos excluidos em tudo tanto no mercado publico quanto privado!
    Que futuro os estudantes tem se TODAS areas estao excluindo o biologo?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teremos futuro na hora que os Biólogos saírem da universidade e abrirem suas próprias empresas e mostrarem ao goverso e sociedade que não somos apenas pesquisadores famintos por bolsas para estudantes.

      Excluir
    2. Sim, seria ate bom essa ideia ser informada quais areas e como o biologo e ate como estudante poderia abrir uma empresa? Seria uma informacao importante, pois muitos entram no curso e nao faz ideia como abrir o proprio negosio e como abrir.

      Excluir
  2. Caros colegas biólogos, a minha maior indignação é quando vejo editais de concursos ou procura de profissionais, para áreas ambientais, onde só se vê engenheiro ambiental e outras funções, mas não se vê o biólogo! O que está ocorrendo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigado por comentar.

      Acredito que nós perdemos espaço por vários motivos. O primeiro deles é: Biólogo tem fama de não querer ganhar dinheiro. Todas as profissões ganham dinheiro, a nossa é "estilo de vida".

      Saímos da universidade dizendo que somos o melhor profissional do meio ambiente, mas sabemos muito pouco como o mundo de mercado funciona.

      Nossos professores não podem ajudar pq também falam que trabalham com isso, mas trabalham com pesquisa, e que não tem quase ou nada a ver com o mercado "meio ambiente".

      Acho o cúmulo ainda existirem cursos de Biologia sem uma legislação ambiental. Não dá para ser matéria optativa ou de baixa carga. Não adianta eu saber que o piexe X descende do peixe Y, o órgão ambiental não quer saber disso. Ele quer saber se vai aprovar ou não o projeto...

      E, como bem sabemos, se ecologia salvasse alguém na área, os Ecólogos estariam melhores que nós. Então se não é sistemática e ecologia que o governo pede... Será que não está nos faltando fazer uma análise da formação do Biólogo? Será que devemos deixar o enfoque da pesquisa para os mestrados e doutorados e a graduação ser mais aplicada?

      Difícil, pq nossos formadores continuam achando que é essa formação que é a boa, mas o governo e mercado pede outra...

      Excluir
  3. O conselho federal está fazendo algo a respeito??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabemos se estão fazendo algo, mas avisados foram pelo blog na madrugada do dia 13.

      Excluir
  4. Oi, vou comer a cursar ciências biológicas em fevereiro e me interesso muito por genética, gostaria de me tornar geneticista, e de saber se temos espaço no mercado Qual seria a diferença de um médico geneticista para um biólogo ou químico geneticista?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferença básica de um Médico com especialização em Genética Clínica e os outros tipos de Geneticistas é que o Médico terá mais contato direto com o paciente e fará os diagnósticos finais e prescrição de tratamentos.

      Já um Biólogo, é melhor formado para descobrir a origem, as pesquisas laboratoriais, as análises de Genética (Citogenética, Biologia Molecular, DNA), mas também trabalha com o Aconselhamento Genético direto com o paciente. Aqueles que já sabem do problema poderão solicitar ao Biólogo quais os riscos de casamentos consanguíneos, de ter um filho com doenças genéticas...

      Mas a área de Genética para o Biólogo se expande nas áreas vegetais e animais também. Lembre-se que poderá trabalhar com melhoramento de espécies, engenharia genética... É só escolher e tentar a vida Willian.

      Excluir
    2. Obrigado pela ajuda!!!
      So espero que estes problemas de piso salarial e exclusão no mercado de trabalho seja sanado.
      Obrigado.

      Excluir