sábado, 2 de novembro de 2013

A Biomedicina e o Inconformismo

Não é segredo para ninguém como se deu a regulamentação da Biomedicina no Brasil, mas vale a pena lembrar. 

Médicos, isso mesmo, graças a eles temos biomédicos no Brasil. Se levava muito tempo para formar um médico, e se depois esse médico ainda fosse ter que ensinar matérias básicas aos novos médicos a conta não ia fechar. Enfermeiros, Biólogos e Farmacêuticos atuavam no ensino e pesquisa, mas ambos poderiam simplesmente sair das linhas de pesquisa e ensino necessária aos médicos, por exemplo, por mais que um Biólogo fosse para pesquisa e ensino, ele poderia simplesmente ir para Zoologia e trabalhar com conservação, sistemática, museologia... assim, parte desses formados também acabavam indo embora. 

Foi assim que em 1966 foi formado o primeiro curso de Ciências Biológicas - Modalidade Médica. Nada mais é que um Biólogo sem a formação em botânica, zoologia, geologia e outros. É um Biólogo que estuda 90% do seu curso a saúde humana em si pode-se assim dizer. Com esse profissional sendo formado única e exclusivamente para atuação em ensino e pesquisa básica na área biomédica, logo seu campo de trabalho se esgotou. Porém, com seu conhecimento acabou migrando para os laboratórios de análises clínicas. Bomba para os farmacêuticos bioquímicos da época, que dominavam a área sem sombra de dúvidas. 

Com a regulamentação do Biólogo vindo a tona no final da década de 70, os Biomédicos conseguiram se regulamentar também, na mesma lei inclusive, sendo criado o CFBB ou Conselho Federal de Biologia e Biomedicina. Posteriormente, os conselhos se desmembraram e o CFBM e CFBio se tornaram exclusivos.

Os Biomédicos mais antigos com certeza conhecem na pele a perseguição que sofriam dos Bioquímicos (Farmacêuticos), tanto que tiveram que chegar aos tribunais, e com muito esforço conseguiram colocar as análises clínicas no âmbito de suas atribuições. Mas os problemas começaram aí.

Numa simples análise da Lei 6684 de 1979, se vislumbra uma clara diferenciação dos profissionais, mas o que chama mais atenção, e nos dias de hoje, é a dissimulação e cinismo que alguns biomédicos ainda se prestam.

Um exemplo recente é a tentativa do CRBM 2 de impugnar um edital do Hospital da UFMA. Nele há vagas para Biomédicos, Farmacêuticos e Biólogos, todos para as Análises Clínicas. Só que por uma questão interna sabe-se lá qual, existem 36 vagas para farmacêuticos, 8 vagas para Biólogos e apenas 1 para biomédico. Claro que os biomédicos queriam mais, algo natural e desejado por todas as profissões, mas o que pega são os ARGUMENTOS do CRBM 2. Acompanhem aqui e aqui.

Na tentativa de se incluirem nas vagas dos Biólogos, o CRBM 2 tenta mais uma vez e invariavelmente dizer que os Biólogos não estão habilitados para a área, e vão mais longe, tentam excluir os Biólogos do certame. 

Um dos argumentos desde sempre é que os Biólogos não estudam o ser humano, e que não há na lei algo sobre as análises clínicas. Bom, também não há na lei nada sobre genética, dinossauros, plantas ou animais por exemplo. Há na verdade explicitamente em:

...

Art. 2º - Sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais igualmente habilitados na forma da legislação específica, o Biólogo poderá:
I - formular e elaborar estudo, projeto ou pesquisa científica básica e aplicada, nos vários setores da Biologia ou a ela ligados, bem como os que se relacionem à preservação, saneamento e melhoramento do meio ambiente , executando direta ou indiretamente as atividades resultantes desses trabalhos;
II -orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas, fundações, sociedades e associações de classe, entidades autárquicas, privadas ou do Poder Público, no âmbito de sua
especialidade.
III-realizar perícias e emitir e assinar laudos técnicos e pareceres de acordo com o currículo efetivamente realizado.

...

O entendimento do art. acima vai da interpretação, mas vale ressaltar que diferentemente dos Biólogos, na parte dos Biomédicos a lei não fala nada de laudo e pareceres, e somente no ano de 83 é que passou a vigorar uma lei que autorizava os biomédicos atuarem nas análises clínicas.

Os Biólogos estudam toda a vida, querendo alguns biomédicos ou não. Não há ação judicial que os biomédicos ganhem dos Biólogos nessa área, já que há jurisprudência suficiente na área. Mas se levarmos em consideração os mesmos argumentos que os Biomédicos se utilizam, qual será a carga horária de "análises ambientais" que eles possuem? E de radiologia? De estética?

Enquanto um Tecnólogo em Radiologia estuda cada aparelho em matérias separadas como tomografia, raio-x, ressonância e outros, os Biomédicos gritam aos quatro ventos que estão habilitados igualmente, mesmo tendo apenas 1 (uma) matéria sobre o assunto na grande maioria. Pior, fazem aquela falsa propaganda que são melhores por serem biomédicos. 

O Hospital das Clínicas em São Paulo da FMUSP e o Hospital Albert Einstein possuem muitos Biólogos analistas clínicos, algo não bate nessa tentativa de reserva de mercado não é CRBM 2?


A foto da publicação reflete um dado importante. Todas as profissões acima tem processos judiciais contra Biomédicos, se não existirem mais. Qual será o problema? O que está acarretando isso?


16 comentários:

  1. Mesmo os BIOMÉDICOS que são uma "falsa propaganda" são profissionais dedicados, experientes e disputados no mercado de trabalho.
    Se der mole, limparemos tudinho, passaremos o rodo e daremos uma esfregada. O nosso brilho é natural.
    Toma vergonha na cara, Pi pi pi pi pi olha o recalque.( Valesca Popozuda)
    Somos todos profissionais da saúde, ou do ramo cientifico nada mais justo do que a união e compreensão das partes.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Boa noite Leonardo.

      Estava concordando até vc dizer que está mais preparado!

      Vc quer falar sobre tentativa de manipulação? Mas é justamente o que os Biomédicos queriam fazer no concurso citado. Não bastava a vaga deles, queriam a dos farmacêuticos, a dos Biólogos e ainda se possível excluir os últimos do concurso. Agora me fala, pq nos melhores hospitais e laboratórios possuem Biólogos? Pq competência se prova realmente na prova, e não com falácias falsas sobre profissões alheias.

      Trabalho com 3 biomédicas, uma eu mesmo indiquei, na área de alimentos, e por isso não aceito corporativismo!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Concordo sobre o cargo de Analista Clínico, porém isso pode enfraquecer as profissões regulamentadas. O mais correto seria sempre dar o mesmo número de vagas para as profissões, ou criar um método em que mesmo que todos concorram, continuem com a possibilidade de atuarem com registro na profissão certa.

      Sobre o cargo de farm. bioquímico, isso acontece pq antes eram só eles que atuavam em AC, pois faziam a opção dessa área na graduação. Hoje vcs conseguem reverter isso, mas hoje só se forma farmacêuticos, ou seja, logo não vai dar para brigar para tirar a parte dos remédios, pq todos saem habilitados para AC, farmácia e indústria e alimentos.

      Logicamente que um município ou estado poderá pegar esse profissional e colocar em qualquer lugar que lhe der na cabeça, inclusive trocar o cara da farmácia e colocar ele no lab. Do mesmo jeito que poderá ocorrer de pegar um Biólogo e colocar ele no lab e depois na educação ambiental ou sanitária, tratamento. O Biomédico é o único que tem as "habilitações" e isso mais cedo ou mais tarde o limitará, pois a procura hoje é para profissionais generalistas e que tb sejam especialistas em algo, e não profissionais engessados na graduação. O Biomédico Jr. com hab. em AC não vai poder passear dentro da Secretaria da Saúde e trabalhar com vigilância sanitária por exemplo. Teria que fazer uma especialização...

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Boa tarde Leonardo. Se estiver saindo sem habilitação está ilegal: http://crbm1.gov.br/habilitacao/

      A questão não é a disciplina. é a habilitação. Quem sai habilitado em Bromatologia não pode trabalhar em AC. Isso quem estabeleceu foi o próprio CFBm.

      E é a administração quem decide sim onde o profissional trabalha. Hoje ele ainda diferencia o farm. bioq. amanhã não vai ter pq.

      Excluir
  4. http://www.crfce.org.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=550:biologos-nao-podem-exercer-analises-clinicas39&catid=26&Itemid=2062


    http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=868

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.cfbio.gov.br/component/content/article/33-diversos/115-analises-clinicas

      http://portal.crbio-02.gov.br/Noticias.Aspx?n=971&t=CRBio-02--participa-do-48%C2%BA-Congresso-da-SBPC/ML&p=3

      http://portal.crbio-02.gov.br/Noticias.Aspx?n=973

      Excluir
  5. Existem jurisprudência para ambos os lados, complicado.

    ResponderExcluir
  6. vão tomar no cú. ao invés de profissionais que se dizem da saúde fazerem algo para melhorar a vida das pessoas, ficam desmerecendo as profissões dos outros. Só existe um profissional, aquele que se dedica a ser melhor a cada dia. Existem diversas áreas que a biomedicina comporta: estética, bio molecular, microbiologia de ailmentos, Analises clinicas enter muitas outras. E só para constatar, quem possui uma formação mais sólida ao cargo de Analises clinicas São os biomedicos, pois em sua grade curricular existem diversas disciplinas voltadas para esta area, enquanto o biologia profissional também de extrema importância, possui disciplinas como botanica, zoologica e geologia. Isto é enxergar apenas um ponto de vista que favorecendo o seu interesse. 🔬🔬🖕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem desmereceu quem? A publicação fala dos Biomédicos tentarem tirar os Biólogos do concurso... Trabalho com um monte deles, ora em laboratório clínico, ora em alimentos. Olha, sobre ser a melhor em análises clínicas, é muito relativo, no máximo posso dizer hoje que a maioria é, mas já vi muito curso por aí hahah

      Excluir
  7. Os Tecnólogos estudam a fundo Física das Radiações, Proteção Radiológica, todas as modalidades do radiodiagnóstico médico e é sério que tem Biomédico batendo no peito dizendo que pode exercer a profissão na radiologia? Acordem, vocês não possuem formação suficiente para tal. Sejam mais íntegros e honestos e parem de entrar em área que não competem a vocês.

    ResponderExcluir